Um Dez Cem Mil Inimigos do Povo, da Cia da Revista estreia no Espaço Cia. da Revista

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 3 maio, 2016 18:01

Um Dez Cem Mil Inimigos do Povo, da Cia da Revista estreia no Espaço Cia. da Revista

O espetáculo Um Dez Cem Mil Inimigos do Povo, da Cia da Revista, estreia no dia 06 de maio no Espaço Cia. da Revista.

A pesquisa estética da Cia da Revista tem como coluna vertebral a estrutura e as convenções do Teatro de Revista. Para além da linguagem cênica, a Revista propõe certo olhar para o mundo: aponta para uma análise cuidadosa dos acontecimentos do seu tempo para depois colocá-los em cena. Assim, o formato próprio deste gênero acaba por afastá-lo do anacronismo.

O processo de montagem de Um Dez Cem Mil Inimigos do Povo, surgiu a partir de uma longa trajetória de pesquisa que culminou em um tema fascinante: a lógica da cordialidade (seguindo as teorias de Sérgio Buarque de Hollanda), que mostra a face que é a matriz do que se pode chamar de fascismo peculiar do brasileiro – a incapacidade de sustentar a diferença e a liberdade do outro.

Nesta pesquisa, a ingenuidade de que o cordialismo pudesse ser sinônimo da expressão jeitinho brasileiro se extinguiu e a manifestação desse caráter tão brasileiro se revelou fascista e assassino. Essa mudança de paradigma nos foi relevada pela frase de Paulo Emílio Salles Gomes (citada pelo Professor Pasta Junior durante um debate proposto pela companhia): “O Brasil oscila entre a procura pelo bode expiatório e pelo bode exultório”.

Um Dez Cem Mil Inimigos do Povo é uma recriação dramatúrgica em processo colaborativo assinada por Cássio Pires da peça Um Inimigo do Povo (1882), texto do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen, considerado um dos principais autores do chamado drama realista moderno. A Cia. da Revista pretende, com essa montagem, passar em revista a nossa sociedade traduzida em redes sociais que oscilam entre ataques ferozes ou exclusão daquele que não compactua com nosso pensamento à exaltação sem reservas daqueles que compactuam; em mídias hegemônicas que manipulam a informação com intuito de manter o status quo; em conversas de botequins que dividem a sociedade em PTralhas e Coxinhas.

Em Um Inimigo do Povo, Dr. Stockmann, médico de uma estância balneária, descobre que os banhos da cidade estão contaminados. Ao invés do apoio, respeito e admiração da população, Stockmann é transformado em inimigo do povo pois sua descoberta entra em choque com os interesses econômicos imediatos da cidade.  A obra, mesmo situada em época e cultura distantes, apresenta uma sociedade na qual os interesses individuais se colocam acima dos interesses coletivos e qualquer um que se oponha a isso é visto como um empecilho e deve ser, portanto, eliminado.

SERVIÇO
Um Dez Cem Mil Inimigos do Povo
Data:
06/05 até 28/08 (Quinta, Sexta e Sábado 21h e domingo 19h). Não terá apresentação nos dias 14 e 28/05
Local: Espaço Cia. da Revista
Endereço: Al. Nothmann, 1.135 – Santa Cecília
Capacidade: 99 lugares
Ingressos: R$ 50,00 e R$ 25,00 (meia-entrada)
Informações: (11) 3791-5200
Vendas pela Internet: www.ingressorapido.com.br ou telefone: 4003-1212. Aceita todos os cartões de débito, crédito ou dinheiro.
Duração: 110 min
Classificação: 14 anos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 3 maio, 2016 18:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!