Conrado & Aleksandro lançam DVD “Ao Vivo em Curitiba”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 3 maio, 2016 16:09

Com 24 faixas, o novo registro em vídeo de Conrado & Aleksandro reúne um pouco das referências que a dupla apresentou nos três álbuns anteriores, “Plano B” (2011), “Ao Vivo em Maringá” (2012, Som Livre) e “Lobos” (2014, Som Livre). A seleção de músicas mistura letras divertidas e arranjos mais animados, que vão de vanera até o sertanejo universitário, mas não deixam de lado as faixas mais românticas.

A dupla é uma das principais representantes do ritmo batizado de “sertanejo bruto”, que resgata as influências da música de raiz, o uso de chapéu, bota e fivela, mas sem deixar de lado a pegada universitária que atraiu o público jovem nos últimos anos. Essa mistura é o que dá o tom do novo trabalho e da carreira dos amigos. O equilíbrio entre as vertentes e tribos tem levado Conrado e Aleksandro a um novo patamar na trajetória que já soma 12 anos.

“No decorrer da nossa carreira a gente gravou um pouquinho de tudo e quisemos trazer isso para os nossos fãs. Em ‘Ao Vivo em Curitiba’, a gente fez uma mistura do que já gravamos e que sentimos que o público aprovou”, conta Aleksandro. A dupla, que tem como influência ícones como Tião Carreiro e Pardinho e Milionário e José Rico, entre outros, enaltece o sertanejo clássico, mas investe em temas mais atuais e jovens – fórmula que tem dado certo. A mistura de sertanejo universitário com modão e as regravações de pop rock estão surtindo efeito e marcam esse novo trabalho.

“Quando começamos a nossa carreira, em meio a tantas duplas que também surgiam, sentimos que precisávamos criar um estilo nosso. No jeito de compor, nas músicas e nas regravações, como as de rock, por exemplo”, ressalta Aleksandro. Neste novo álbum, três faixas levam sua assinatura em parceria: “Passo de Pinga”, “Hino dos Machos” e “Camionete Inteira” – esta última, presente no disco anterior, “Lobos” (2014), já pode ser considerada um dos principais hits que marcam a carreira dos cantores. Além dela, os cantores resgatam “Chorando Mamado”, “Mayday”, “Lobos” e “Quem Nunca” dos trabalhos anteriores.

A faixa “Ruim de Sócio” é uma moda de viola, que tem bastante referência no primeiro álbum, que era mais modão. Procurando agradar os fãs de outras tribos, a dupla mistura ao repertório a regravação de “Anjo Mais Velho”, um dos grandes sucessos do grupo O Teatro Mágico, composto por Fernando Anitelli. “No primeiro disco gravamos um rock, que foi ‘Na Sua Estante’, e, nesse agora, também fizemos isso. O que eu percebo nos shows é que as músicas estão agradando o nosso público e atraindo outros que a gente ainda não tinha. Tem uma galera do rock, galera do chapéu. Nesse DVD pensamos exatamente nisso e fizemos um pouquinho de cada coisa”, conta.

Conrado & Aleksandro cada vez mais ganham destaque na música sertaneja por conta de suas canções bem-humoradas e dançantes. Um dos principais destaques do repertório fica por conta de “Hino dos Machos”, que conta com a divertida participação de Rionegro & Solimões. De refrão fácil, a inédita ganhou força na voz do público que aprovou a parceria dos veteranos com os donos da festa. O mesmo acontece com a faixa que traz os paranaenses Bruno & Barretto ao palco: “Tô Bebendo de Torneira” é uma das grandes apostas desse repertório e mostra a força dessas duas duplas jovens. “A gente queria que as músicas tivessem a ver também com nossos convidados. Tanto com Rionegro e Solimões quanto na faixa com nossos parceiros Bruno & Barretto, que combinam com a voz e estilo deles. Somos fãs demais de Rionegro e Solimões e ficamos muito felizes com a participação”, explica o primeira-voz.

Com três CDs e, até então, um DVD lançado na carreira, Conrado & Aleksandro gravaram o segundo registro em vídeo no dia 22 de outubro, em Curitiba (PR), na casa de shows Rodeo Country Bar. Recebidos de braços abertos pelos paranaenses, a dupla formada em Dourados (MS) novamente escolheu uma cidade do Paraná para gravar um registro em vídeo – o primeiro foi filmado em Maringá, em 2012.

Para o registro do segundo DVD, foram mais de 10.000 kg de equipamentos de cenário e luz, sendo que foram 300 metros de LED e mais de 200 moving light sob os cuidados da direção de vídeo de Jacques Junior. Tudo devidamente em sintonia com o repertório, com direção musical de Flávio Guedes.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 3 maio, 2016 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Homem Aranha - Longe de Casa

Facebook

Kardec