Mostra ‘A Nobre Arte’ reúne obras dedicadas ao universo do Boxe

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 18 março, 2016 12:44

O universo do boxe será explorado na nova mostra do Cine Humberto MauroA Nobre Arte. Durante 17 dias serão exibidas 22 obras que tem como temática o esporte que mais rendeu filmes para o cinema norte-americano. A programação aborda a relação próxima e intensa entre esse esporte e a indústria de cinema, especialmente nos Estados Unidos. Com curadoria de Philipe Ratton e Dayanne Naêssa, será exibido um resumo histórico de títulos que vão do drama à comédia propondo um forte estudo de personagens.

Ali 3

Luzes da Cidade 1

Na programação da mostra estão filmes da época da comédia muda, como Campeão de Boxe (1915) e Luzes da Cidade (1931), de Charles Chaplin e Boxe Por Amor de Buster Keaton (1926). Diretores consagrados abordaram o tema em seus filmes, entre eles Robert Wise, John Houston, Stanley Kubrick, Raoul Walsh, King Vidor, e Martin Scorsese com Touro Indomável, um filme sobre a vida do polêmico lutador Jake La Motta, interpretado por Robert De Niro. Outros filmes de destaque que compõem a mostra são Rocky (1976), O Campeão (1979), Marcado pela Sarjeta (1956), Menina de Ouro (2004) e o documentário Quando Éramos Reis (1996).

De acordo com o curador, as narrativas são baseadas em personagens complexos e elaborados, marcadas por ideias de superação e pelo embate de diferentes extratos da sociedade.

“O boxe atrai o cinema desde sempre, justamente por possuir esse forte teor dramático. Muitas vezes, as lutas servem de alegoria para ilustrar conflitos bem maiores”, explica Ratton, gerente do Cine Humberto Mauro. “A força dramática que o boxe tem está dentro da lógica do cinema, que sempre faz uso desse dispositivo, marcado pelo mérito e pela redenção”, completa.

Rocky 5

O Vencedor 3

Menina de Ouro 2

Da Antiguidade aos dias de hoje – O nome da mostra é uma homenagem ao termo pelo qual o boxe ficou conhecido. Sendo um esporte praticado há milhares do anos, desde as olimpíadas da Grécia Antiga, só ganhou normas e regras a partir do século XVII, pelas mãos do nobre inglês Marquês de Queensbury. A partir daí, o esporte – até então muito violento – foi aperfeiçoado e passou a ser conhecido como “a nobre arte”.

História Permanente do Cinema – Paralelamente à mostra, o Cine Humberto Mauro dá continuidade ao programa História Permanente do Cinema, que dialoga com A Nobre Arte. Estão na programação o filme inglês O Ringue (1927), de Alfred Hitchcock, e o francês Eu, Um Negro (1958), de Jean Rouch.

SERVIÇO

Mostra A Nobre Arte

Período: 14 a 31 de março
Local: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes, Avenida Afonso Pena, 1537 – Centro
Entrada gratuita, com retirada de ingressos 30 minutos antes de cada sessão
Informações para o público: (31) 3236-7400

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 18 março, 2016 12:44


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook