Memórias Póstumas de Brás Cubas reestreia no Espaço Parlapatões

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 março, 2016 18:01

Memórias Póstumas de Brás Cubas reestreia no Espaço Parlapatões

Uma das obras mais clássicas da literatura brasileira, Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis, que já virou filme e foi montada várias vezes nos palcos, reestreia no dia 13 de março no Espaço Parlapatões, em uma montagem ousada e diferente feita pela das Duas Cia. de Teatro.

Lançado em 1881, o livro Memórias Póstumas é considerado um divisor de águas, inaugurando o estilo realista no Brasil. A maioria dos críticos, tanto brasileiros quanto estrangeiros, considera como a obra-prima de Machado de Assis, marcando uma nova fase na sua carreira, transbordando esse movimento literário, pois apresenta um estilo tão inovador que perpassa qualquer classificação, sobrepondo-se ao seu tempo.

Na história Brás Cubas, após ter morrido, decide por narrar sua vida e revisitar os fatos mais importantes vividos, a fim de se distrair na eternidade. A partir de então ele relembra de amigos como Quincas Borba, de sua displicente formação acadêmica em Portugal, dos amores de sua vida e ainda do privilégio que teve de nunca ter precisado trabalhar em sua vida.

Nessa versão para o teatro feita pela das Duas Cia. de Teatro, formada pelas atrizes Christiane Lopes e Renata Mazzei, tem como objetivo salientar o que ainda hoje exala de modernidade na obra de Machado de Assis.

Todos os personagens são feitos, por Christiane Lopes e Renata Mazzei,  criando uma linguagem lúdica e divertida, passando por diferentes formas de narrar e interpretar a história – do realismo ao melodrama – trazendo um dinamismo para a cena que a todo o instante brinda o público com novos estímulos, não só evitando a dispersão do mesmo, mas fazendo jus ao polêmico e inovador caráter do romance. A montagem propõe uma constante troca de personagens, com muita agilidade e desenvoltura, interpretando os mesmos personagens dando a cada um o seu toque de originalidade.

Na peça também são utilizados bonecos na realização da narrativa, dando graça e o tom de realismo mágico presente na obra, em que um personagem pode, ao mesmo tempo, aparecer como boneco e também interpretado pelas atrizes causando um estranhamento bem ao sabor da sátira. Os bonecos presentes são de diferentes alturas uns em tamanho natural e outros menores, além de alguns objetos transformados em bonecos, aumentando o caráter dinâmico e criativo da montagem.

SERVIÇO
Memórias Póstumas de Brás Cubas
Data:
13/03 até 24/04 (Domingo às 19h)
Local: ESPAÇO PARLAPATÕES
Endereço: Praça Franklin Roosevelt, 158 – Centro
Capacidade: 98 lugares
Acesso a deficiente
Ingressos: R$40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia-entrada)
Informações: (11) 3258-4449
Duração: 75 minutos
Classificação: 14 anos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 março, 2016 18:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook