Fundação Ema Klabin promove instalação “Intervalo Contemporâneo”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 novembro, 2015 14:07

A Fundação Ema Klabin promove uma nova série de intervenções artísticas no pátio interno da casa denominada Intervalo Contemporâneo.

“A ideia é que os trabalhos instalados neste espaço sejam um contraponto à coleção adquirida por Ema Klabin, inserindo o debate de uma produção contemporânea no percurso da visitação regular”, explica o curador da série Renê Foch.

O primeiro artista convidado é Tché Ruggi  com a obra Confinamento Contemporâneo (2015), em paralelo com sua exposição “Enigma” na galeria A7MA.

Sobre Tché Ruggi

Formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo  (2006), foi um dos fundadores do atelier 132, que originou o Coletivo132, um coletivo de artistas de graffiti.  Em 2012 fundou com sócios o espaço A7MA de arte e cultura.

Seus trabalhos margeiam a valorização da vivência como memória e bloco construtor, seja na síntese de um pensamento, uma reflexão de mundo, ou usando as esculturas como arquiteto do corpo, construindo objetos sólidos, com chapas de aço e latas usadas de spray soldadas.

SERVIÇO
Exposição: Intervalo Contemporâneo com o artista Tché Ruggi
Curadoria: Renê Foch
Período: 7/11/2015 a 11/12/2015 – Terça a sexta: das 14h às 17h. Sábados de show: das 14h às 16h30
Local: Fundação Ema Klabin
Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo
Serviço educativo: De segunda a quinta as visitas monitoradas devem ser agendadas pelo telefone (11) 3062 3232 ou pelo site http://www.emaklabin.org.br/
Ingresso: De terça a quinta: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Professores não pagam.
Dias gratuitos e sem agendamento: Sextas e sábados de show e na abertura da exposição
Indicação: a partir de 12 anos
Não há estacionamento no local

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 novembro, 2015 14:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

Reino Gelado e a terra dos espelhos