Lifetime estreia a aclamada série de Jane the Virgin, estrelada por Gina Rodríguez e Jaime Camil

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 novembro, 2015 11:18

Jane the Virgin, uma das séries mais aclamadas pela crítica especializada e audiência nos Estados Unidos, estreia no Brasil e na América Latina no dia 19 de novembro, no Lifetime. Baseada na clássica telenovela venezuelana Juana la Virgen, a trama possui eventos surpreendentes e divertidos, que acontecem na vida da ingênua protagonista, Jane Villanueva. A estreia da produção nos EUA registrou os índices mais altos de audiência dos últimos três anos da rede CW Network.


A série tem sido indicada para diversos prêmios, como Emmy, Teen Choice Awards e Globo de Ouro; e a protagonista Gina Rodríguez ganhou o Globo de Ouro como Melhor atriz de série de televisão, musical ou comédia. “Para o Lifetime, é um verdadeiro orgulho poder contar com uma série da qualidade de Jane the Virgin. Uma história única, que vai fascinar a todos os nossos telespectadores, em todas as plataformas, já que poderão desfrutar das aventuras incomuns de Jane e dos demais personagens desta divertida série, que combina como nenhuma outra o drama e a comédia”, comenta a gerente Geral do Lifetime, Lauren Levenson.

A série é estrelada pela ganhadora do Globo de Ouro Gina Rodríguez (Filly Brown, Go for it!, Our Family Wedding), pelo galã mexicano Jaime Camil (Qué Pobres Tan Ricos, La Fea mas Bella), Andrea Navedo (Remember Me, Washington Heights), Yael Grobglas (Reign),  Justin Baldoni (Everwood, Spring Break Shark Attack), a célebre atriz porto-riquenha Ivonne Coll (Teen Wolf, Switched at Birth, The Godfather) e Brett Dier (Revenswood).

A primeira temporada tem 22 episódios, com duração de uma hora cada, e a segunda estreou em outubro nos Estados Unidos.

 Sobre a série – Esta comédia dramática, única em seu gênero e estilo, conta a história de Jane Villanueva, uma jovem de 23 anos, trabalhadora, religiosa, conservadora, e que por engano é inseminada durante uma consulta médica, o que a deixa grávida. Os planos que sua família super tradicional tinha para ela, de que preservasse sua virgindade até seu casamento com o noivo de muitos anos, o detetive Michael Cordero, mudam assim que descobrem quem é o pai biológico do filho de Jane: Rafael Solano. Um homem casado, ex playboy e sobrevivente de um câncer, e que não apenas é o novo proprietário do hotel em Miami onde Jane trabalha, como foi seu amor impossível quando mais jovem.

Os sonhos de Jane de se tornar uma grande escritora, enquanto estuda para ser professora, mudam completamente, assim como sua visão nada realista do amor, construída com base em tantas telenovelas, ao lado das duas mulheres que a criaram, suam mãe Silmara – uma mulher sexy e jovem de coração, bem como sua avó Alba. Porém, nem tudo está perdido para Jane, seu brilhante noivo será compreensivo, inclusive sobre a decisão dela de “manter a virgindade até o casamento”.

O ideal de Jane de não cometer o mesmo erro de Silmara, que se tornou mãe aos 16 anos, se vê truncado quando tem de enfrentar a decisão mais importante: seguir adiante com a gravidez? E como explicar a situação à família e a seu noivo? O que fazer com os desejos de Rafael e sua esposa Petra?

Ao mesmo tempo, Silmara enfrenta também uma decisão que pode mudar sua vida: depois de tantos anos permitindo que sua filha e sua mãe acreditem que não sabe quem é o pai de Jane, chega o momento de dizer a verdade – que o pai de Jane é um antigo caso, Rogério. A situação fica ainda mais surreal porque Rogério agora é uma estrela das telenovelas, e que está decidido a conhecer sua inesperada filha.

Decidida a ser sempre responsável e uma boa moça, que sempre faz o que é correto, Jane vê sua vida se converter rapidamente em um drama complicado e imprevisível, como as histórias das telenovelas que ela sempre amou.

Sobre os personagens:

Jane Villanueva (Gina Rodríguez) – Uma mulher centrada, que estuda para se tornar professora e abriga o sonho de ser uma grande escritora, enquanto trabalha num hotel de Miami para se sustentar. Seu plano de vida muda quando acidentalmente recebe uma inseminação artificial

Silmara Villanueva (Andrea Navedo) – A mãe de Jane, sexy e jovem de coração, que deseja que a filha tenha as oportunidades que ela não teve.

Rafael Solano (Justin Baldoni) – Ex-playboy e sobrevivente de um câncer, que não somente é o milionário dono do hotel onde Jane trabalha, como foi o amor da juventude dela. Esse idílio se transformará em algo maior, quando Jane descobre que será mãe do filho de Rafael.

Petra Solano (Yael Grobglas) – A intrigante esposa de Rafael, dono do hotel.

Michael Cordero (Brett Dier) – Um detetive bonito e muito trabalhador, que é o prometido de Jane, e que decide ficar com ela, apesar da inesperada gravidez.

Alba Villanueva (Ivone Coll) – A avó de Jane, implacável, porém amorosa.

Rogelio de La Vega (Jaime Calil) – O antigo caso de Silmara, que agora é uma estrela das telenovelas. Ele receberá notícias inesperadas do seu amor dos tempos do ensino médio.

Episódio de estreia – 19 de novembro

Flashback: A feroz e religiosa avó de Jane, Alba, pede a ela para amassar uma flor branca em sua mão. Ao constatar que não é possível restaurar a beleza da flor, Alba diz a sua neta que a virgindade, uma vez perdida, é algo que não pode ser recuperada.

No presente, Jane, aos 23 anos, trabalha em um hotel para financiar seus estudos, e guarda sua virgindade para o casamento, mas verá sua vida mudar totalmente quando recebe uma inseminação artificial por acidente.

Jane está presa entre seu noivo Michael, que não tem o desejo de criar o filho de outro homem, e Rafael, o doador, que em sua luta contra o câncer encontrou na inseminação a única forma de se tornar pai. Petra, a esposa de Rafael, também quer um bebê, mas visando prolongar seu casamento falido, enquanto o acordo pré-nupcial tem efeito, para que possa obter uma grande quantia em dinheiro ao se separar.

Petra mantém uma relação adúltera com o Melhor amigo de Rafael, Román Zazo. Enquanto isso, a mãe de Jane, Silmara, e sua avó têm sua própria opinião a respeito do que a jovem deve fazer, com base na gravidez não planejada de Silmara aos 16 anos.

Sobre o elenco:

Gina Rodríguez (Jane Villanueva) – Considerada “The Next Big Thing’ e uma das “Top Latinas com menos de 35 anos” pelo Hollywood Reporter, Gina tem visto sua popularidade crescer desde sua atuação em Filly Brown – produção que estreou em Sundance, em 2012, e lhe rendeu o premio Imagem na categoria de Melhor atriz em filme. Ela cresceu em Chicago (EUA), e começou a atuar aos 7 anos de idade, no grupo de Salsa Fantasia Juvenil. Ela seguiu fazendo parte de outras companhias, incluindo Los Soneros Del Swing, se apresentando em vários congressos de salsa em Chicago, Califórnia, Nova York e Porto Rico. Aos 16, foi uma das 13 adolescentes aceitas na Universidade de Columbia, em Nova York, para o curso “Theatrical Collaboration”, ministrado por Richard Niles, onde ela escrevia, dirigia e apresentava trabalhos originais. Gina também estudou na Tisch School of the Arts e participou de treinamentos intensos na Atlantic Theater Company e no Teatro Experimental Wing, trabalhando com David Mamet, William H. Macy e Rosemary Quinn.

Logo após se formar, ela conseguiu seu primeiro papel principal no filme Tiny Dancer. Em seguida, ela interpretou o papel de Frida Kahlo na estreia mundial de Casa Blue: The Last Moments in the Life of Frida Kahlo, no American Stage Theatre. Ela continuou a fazer teatro em Nova York, enquanto seu trabalho em cinema e TV aumentavam constantemente, incluindo participações nas séries Jonny Zero, Army Wives e Law & Order, além de aparecer em vários curtas e filmes independentes. O curta Osvaldo’s lhe rendeu o prêmio de Melhor Interpretação no The First Run Film Festival em NY. Após anos de sucesso em Nova York, Rodriguez foi protagonista do filme Go For It, pelo qual recebeu uma indicação ao prêmio Imagem. Depois disso, ela foi uma das estrelas de Eleventh Hour, na CBS, e seguiu conquistando papéis regulares em séries da web como Eden’s Court e No Names. Além disso, participou dos filmes Nossa União, Muita Confusão, com America Ferrera, e Superchicas. Desde então, também atuou em The Mentalist, Happy Endings e 10 Coisas que eu Odeio em Você. Em seguida, surgiu um dos papéis mais emocionantes de Rodriguez até hoje, Filly Brown.

Depois, Rodriguez estrelou na comédia independente Sleeping with Fishes, escrita e dirigida por Nicole Gomez Fisher e no filme Marching Banda, da Cima Productions, interpretando uma mãe solteira de um menino cujo pai ausente volta para suas vidas. O pai ensina ao garoto sobre música mexicana regional tradicional e a incorpora no repertório da banda marcial da escola. Ela também teve um papel coadjuvante em Snap, uma reunião com o diretor Youssef Delara, com quem havia trabalhado em Filly Brown; e completou a produção de outro filme independente, California Winter, com Rutina Wesley.

Atualmente mora em Los Angeles e apoia a organização Inspira, que trabalha para destacar os líderes latinos que ajudam suas comunidades.

Jaime Camil (Rogério) – Nascido na Cidade do México, Camil sempre se interessou por música e atuação. Depois de conseguir uma licença para trabalhar no ramo dos negócios, ele decidiu transformar seu hobby em carreira. Estudou ópera e teatro antes de deixar sua marca como um ator de televisão e cinema. Ele teve vários papéis em séries, como Devious Maids, e no sucesso da Televisa Por Ella Soy Eva. Camil pode ser visto atualmente na novela Qué Pobres Tan Ricos na Univision, uma comédia romântica. Entre os papéis de Camil no cinema estão sua participação na aclamada comédia bilíngue Pulling Strings e em Elsa & Fred, na qual contracenou com Shirley MacLaine.  Camil, junto com sua mulher e filha, atualmente divide seu tempo entre Los Angeles e Cidade do México.

Andrea Navedo (Silmara) – Nascida e criada no Bronx, Navedo sempre sonhou em se tornar uma atriz. Depois de conquistar seu primeiro papel no programa de teatro de sua escola, ela percebeu que seguir carreira nas artes cênicas era uma possibilidade. Navedo conquistou seu bacharelado na Old Westbury College e mais tarde continuou seus estudos no The Acting Studio, Inc. Depois de se formar, Navedo começou sua carreira na televisão, aparecendo em papéis recorrentes em One Life To Live, Guiding Light e Law & Order. Ela também fez participações especiais em séries como NY Undercover, Damages e Blue Bloods. No cinema, Navedo interpretou a irmã de Jennifer Lopez em El Cantante e atuou ao lado de Robert Pattinson em Lembranças. Mais recentemente, ela apareceu em Super Velozes, Mega Furiosos, comédia de Peter Safran. Navedo atualmente mora em Nova York com seu marido, sua filha de 10 anos e seu filho de 7 anos.

Justin Baldoni (Rafael) – Nascido em Los Angeles e criado em Medford, no Oregon, Baldoni se dedicava ao futebol e à corrida. Ele havia decidido prosseguir com o atletismo na faculdade, mas foi impedido de competir após sofrer uma lesão no tendão. Baldoni abandonou os esportes e se mudou para Los Angeles para começar na carreira de ator. Suas participações em séries como The Young and the Restless, Charmed e Zack & Cody: Gêmeos em Ação abriram caminho para que ele conseguisse um papel recorrente em Everwood. Em 2008, Baldoni se aventurou na direção e começou uma carreira fazendo vídeos musicais e comerciais. Durante os intervalos entre seus papéis, ele fundou a Wayfarer Entertainment, uma produtora digital focada em celebrar e elevar o espírito humano por meio de produções inspiradoras. Com campanhas bem-sucedidas para a Sony, Emblem Heath, Temple Health, Missouri Lottery, Bank of America e Humira no seu currículo, Baldoni continua a usar sua bagagem profissional para criar conteúdo de marca capaz de gerar empatia com o público. Na sua lista de realizações também está sua parceria com Rainn Wilson, ator indicado ao Grammy, na criação de My Last Days. A série digital aborda doentes terminais que vivem seus últimos momentos servindo de inspiração para outras pessoas. O programa tem um total de 20 milhões de espectadores e arrecadou mais de um milhão de dólares para várias instituições de caridade

Yael Grobglas (Petra Solano) – Parisiense de nascimento, sua família se mudou para Israel, onde seu talento e paixão pelas artes se tornaram visíveis ainda muito jovem. Na adolescência, estudou diferentes estilos de dança e fez parte de um grupo profissional. Ela teve uma breve carreira como modelo e participou de algumas campanhas publicitárias e desfiles. Ao se dar conta que sua verdadeira paixão era a atuação, depois de participar de alguns pequenos projetos, Grobglas foi escalada para a série de ficção científica israelense Ha’Yi (A Ilha), tendo participado das três temporadas, se tornando popular entre o público jovem de Israel. Yael estudou artes cênicas por três anos no prestigioso Yoram Loewenstein Performing Arts Studio, enquanto filmava uma temporada adicional de Ha’Yi e participava de vários comerciais. Grobglas trabalhou com alguns dos maiores atores e diretores de Israel em projetos como o filme israelense de horror Kalevet, a sitcom Ha-Shualim (As Raposas), a minissérie Yehefim e o show de TV de horário nobre Tanuhi, além de vários papéis coadjuvantes e participações especiais. As atuações de Grobglas no teatro incluem seu papel como Linda na aclamada produção do Beer Sheva Theater de Play it Again, Sam, de Woody Allen. Em 2013, estrelou como America Singer no piloto da CW The Selection. Seus trabalhos mais recentes incluem a protagonista do filme israelense Glasses e o papel recorrente de Olivia na série de sucesso da CW Reign.

Ivonne Coll (Alba) – Uma das primeiras atrizes porto-riquenhas a fazer sucesso em Hollywood, Ivonne estreou no cinema em O Poderoso Chefão 2. Já trabalhou com Sir Anthony Hopkins, Morgan Freeman, Al Pacino, Andy Garcia, Cuba Gooding Jr. e Dennis Hopper, entre outros. Como cantora, se apresentou em diversas casas noturnas e programas de TV.

Coll teve a oportunidade para demonstrar seus inúmeros talentos, como cantar, dançar e atuar, ao representar Porto Rico no concurso de Miss Universo. Ela estudou drama com Lee Strassberg, comédia com Lucille Ball e teatro musical com David Craig. Em 1972 foi a estrela da turnê Puerto Rico Sings para as tropas que serviam no Vietnã. Na Broadway, Coll atuou ao lado de astros como Kathy Bates e Jane Alexander em Goodbye Fidel, além de interpretar Lady Macbeth em Macbeth, a enfermeira em Romeu & Julieta e Rosalind em As You Like It, na produção de Joseph Papp Shakespeare on Broadway, dirigida pela ganhadora do Oscar Estelle Parsons. Ela também estrelou em Crônica de uma Morte Anunciada, espetáculo indicado ao Tony, pelas qual sua atuação recebeu excelentes críticas. Em 2006, foi escalada como a protagonista de Mãe Coragem, de Bertolt Brecht, que lhe rendeu uma indicação ao prêmio de melhor atriz no The San Francisco Bay Area Critics Circle. Coll recebeu o prêmio ACE Award, da NY Hispanic Media, por sua atuação em Orinoco, com o Puerto Rican Traveling Theater.

Em 2008, ela ganhou o prêmio de Melhor Atriz no festival internacional de curtas por De Pura Cepa, dirigido por Javier Colón. Ela também foi agraciada com um prêmio concedido pelo San Diego Critics Circle por seu papel em Adoration of the Old Woman, escrito para ela por Jose Rivera, escritor indicado ao Oscar. Em sua estreia no The Goodman Theater, ela foi indicada ao prêmio de melhor atriz no Jefferson Award, por sua performance em Eletricidad, de Luis Alfaro. Coll também conquistou o prestigioso Agueybana de Oro em Porto Rico como atriz coadjuvante por sua performance na novela Coralito.  Participou das séries de TV Nip Tuck, An American Family, Six Feet Under, NYPD Blue, The Practice, Heroes, Crossing Jordan, Judging Amy, Saturday Night Live, Cold Case, Joan of Arcadia, LA Law, Wings, Without a Trace e CSI, além de Glee. Em 2012, dividiu as telas com Nicole Kidman e Clive Owen em Hemingway & Gelhorn. Recentemente estrelou na tela grande em Counterpunch e no filme independente Endgame. Coll fez o papel de Adriana em três temporadas de Switched at Birth e interpretou Araya, uma caçadora de lobisomens em duas temporadas de Teen Wolf. Ela também atua como Fabiola na premiada série East Los High.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 novembro, 2015 11:18


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

MIB: Homens de Preto

Facebook

Kardec