National Geographic Channel transmite, neste domingo, pela primeira vez e ao vivo uma cirurgia em um crânio humano

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 27 outubro, 2015 10:11

National Geographic Channel e Mental Floss fazem homenagem a ciência e a medicina e leva ao público a uma sala de operação de alta Complexidade para presenciar uma cirurgia cerebral ao vivo.

National Geographic Channel-Cirurgia ao vivo

“Cirurgia ao vivo”

 Neste domingo, dia 25 de outubro, às 23h. 

National Geographic Channel, junto a Mental Floss, registra o drama de uma estimulação cerebral profunda (ECP) com um paciente acordado, uma maravilha médica da época moderna, para homenagear nossa máquina mais complexa: o cérebro humano. “Cirurgia Ao Vivo” combina a transmissão ao vivo de uma sala de cirurgia do Centro Médico do Hospital Universitário Case, em Cleveland (Ohio), pela primeira vez na televisão, com material já produzido que mostra o que a ciência e a medicina tem nos ensinado sobre o cérebro ao longo da história e o que ainda temos que descobrir.

Nat Geo apresenta “Cirurgia ao Vivo” é um especial de duas horas ao vivo que será exibido neste no domingo, dia 25 de outubro, às 23h em 171 países ao redor do mundo e em 45 idiomas.

A ECP foi aprovada pela Administração de Medicamentos e Alimentos dos Estados Unidos para tratar o tremor essencial em 1997 e a doença de Parkinson em 2002. Atualmente é possível ter acesso mais facilmente a esta terapia, é uma intervenção delicada que é feita em centros médicos seletos, que contam com médicos, enfermeiras, técnicos capacitados e equipe especializada para realizar o procedimento.

“Desde nossa série Truques da Mente, nomeada aos prêmios Emmy, até “Cirurgia Ao Vivo”, seguimos fazendo homenagens ao cérebro, inspirando o público e alimentando sua curiosidade pelo órgão mais complexo e misterioso do corpo humano”, disse Tim Pastore, Presidente de Programação Original e Produção da National Geographic Channels U.S. “Estamos oferecendo experimentar a análise de um cérebro vivo em tempo real, o que esperamos ser instrutivo, além de ser uma história inesquecível”, completou.

“A terapia de estimulação cerebral profunda está mudando a vida de pessoas que vivem em hospitais ao redor do mundo. Ao associarmos com National Geographic Channel, temos acesso a esta maravilha médica da época moderna”, afirmou Will Pearson, co-fundador da Mental Floss. “Desde a história do cérebro até o progresso revolucionário que nos mostra a neurociência, vamos ver o cérebro de uma maneira realmente alucinante, permitindo que o público alcance uma compreensão mais profunda de sua matéria”, acrescentou.

“Ao nos juntarmos com National Geographic e Mental Floss, duas marcas incríveis com uma verdadeira paixão pela exploração da ciência, esperamos poder desmistificar a cirurgia cerebral, fazendo que diminua o medo desta operação e o estigma que tem associado”, contou o Dr. Jonathan Miller, neurocirurgião e diretor do Centro de Neurocirugia Funcional e Restaurativa do Centro Médico do Hospital Universitário Case. “Esperamos que esta transmissão ao vivo de uma cirurgia de estimulação cerebral profunda seja educativa para o público e permita apreciar em detalhes esta intervenção cirúrgica avançada”, agregou.

David George, Produtor Executivo e Presidente da Leftfield Entertainment, comentou: “é muito gratificante oferecer ao público do National Geographic Channel em todo o mundo a possibilidade de compartilhar uma experiência médica que está mudando a vida das pessoas, em um momento em que estamos realizando, para destacar o extraordinário talento e o compromisso de uma equipe médica e uma instituição de renome mundial, ao mesmo tempo que permite lançar luz sobre as maravilhas e as complexidades do cérebro humano”.

“Cirurgia ao Vivo” leva ao público à uma sala de cirurgia de alta complexidade durante uma cirugía de ECP, uma intervenção efetiva em que se perfura o crâneo para acessar o cérebro. A intervenção se realizará com o paciente acordado para que possa falar com os neurocirurgiões. Com o paciente consciente, os neurocientistas podem saber onde colocar os eletrodos e fazer as provas necessárias para determinar se localizarão ou não a área do cérebro afetada. O paciente será identificado, mas depois de passar por uma série de análises, testes e inspeções.

Na sala de cirurgias de alta complexidade do Centro Médico do Hospital Universitário Case, em Cleveland, dois cinegrafistas com câmeras de mão e várias câmeras robóticas registram a equipe cirúrgica diretamente. Por consequência, ao longo da emissão ao vivo, o público verá EXATAMENTE o que a equipe da neurocirurgia vê: imagens de perto, ao vivo, a medida que se realiza a operação em tempo real.

Além disso, “Cirurgia Ao Vivo” utiliza o Surgical Theatre, um simulador cirúrgico tridimensional de alta tecnologia. Parcialmente desenvolvido no Centro Médico do Hospital Universitário Case, este simulador é a única plataforma patenteada e aprovada pela Administração de Medicamentos e Alimentos dos Estados Unidos para planificar intervenções neurocirúrgicas. Atualmente disponível apenas em cinco hospitais nos Estados Unidos. Mediante ao uso de imagens tridimensionais, o Surgical Theatre é usado para planificar a intervenção, melhorando a visualização.

O especial apresenta as tecnologias avançadas utilizadas na cirurgia e mostra como a realidade virtual está mudando a medicina, que pode deduzir a ciência do estudo de cérebros famosos, como se comparam ao cérebro masculino e feminino, como influencia o cérebro na criatividade e como atua com o resto do corpo humano.

Bryan Gumgel, o apresentador do programa, guia o público durante a cirurgia ao vivo. O Dr. Rahul Jandial, neurocirurgião e especialista irá acompanhar toda a transmissão da intervenção e comentará toda a ciência por trás da operação. Cara Santa Maria, irá acompanhar Bryna e e Rahul, ela é especialista em neurociência e conduz o podcast “Talk Nerdy” e fará comentários e compartilhará conhecimentos durante toda a exibissão.

“Cirurgia Ao Vivo”, neste domingo, dia 25, às 23h, no Nat Geo. 

Sobre a equipe de neurocirurgia

Fundado originalmente há quase cinquenta anos, o Centro Médico do Hospital Universitário Case é afiliado principal da Faculdade de Medicina da Universidade Case Western Reserve, classificada como uma das melhores dos país pela revista U.S. News & World Report em novo especialidade para adultos, que incluem neurologia e neurocirurgia. O Centro Médico é uma instituição pioneira no campo de ECP e colaborou no desenvolvimento do simulador cirúrgico tridimensional, Surgical Theatre, que será possível ver na transmissão do National Geographic Channel.

O Dr. Jonathan Miller é o diretor do Centro de Neurocirurgia Funcional e Restaurativa do Centro Médico do Hospital Universitário Case. Também é professor associado e vice-presidente de assuntos educativos do Departamento de Neurocirurgia da Universidade Case Western Reserve. É especialista diplomado em neurocirurgia e seus interesses especiais estão incluídos neuromodulação, cirurgia para o tratamento da epilepsia, ECP, transtornos de movimento, a dor neuropática, os transtornos cognitivos e do estado de ânimo, farmacocinética, cirurgia de nervos periféricos e traumatismo crâneo encefálico.

A Dra. Jennifer Sweet é professora assistente de neurocirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade Case Western Reserve e uma neurocirurgiã que trabalha com o Dr. Miller no Centro Médico do Hospital Universitário Case na área de neurocirurgia funcional e restaurativa. Seus outros interesses especiais incluem neuromodulação, ECP em transtornos de movimento e psiquiátricos, neuro estimulação para o tratamento da dor, farmacocinética, traumatismo crâneo encefálico e transtornos dos nervos periféricos.

O Dr. Benjamin Walter é o diretor do Centro de Parkinson e Transtornos do Movimento e diretor médico do Programa de Estimulação Cerebral Profunda do Centro Médico do Hospital Universitário Case. É professor associado de neurologia na Universidade Case Western Reserve e especialista diplomado em neurologia. Seus interesses são em ECP, distonia, ressonância magnética funcional, transtornos do movimento, doença de Parkinson e tremores.

Sobre Bryant Gumbel

Bryant Gumbel é um dos apresentadores mais reconhecidos da televisão, trabalhou na NBC por mais de 20 anos, onde apresentou o programa TODAY durante 15 anos. Em abril de 1995, começou a apresentar “Real Sports with Bryant Gumbel”. Premiado com 26 Emmys, dois prêmios Columbia DuPont e um prêmio Peabody. Gumbel agregou uma quantidade enorme de credibilidade. Entrevistou desde líderes de superpotências até heróis do Super Bowl, cobriu guerras em países estrangeiros, eleições e cerimonias de posse presidencial. Além dos numerosos prêmios Emmy, Gumbel recebeu a mais alta distinção di United Negro College Fund, o prêmio Frederick D. Patterson, e também o prêmio Martin Luther King do Congresso de Igualdade Racial e três prêmios NAACP Image, outorgados pela Associação Nacional Americana para o Avance de la Gente de Color (Avanço das Pessoas de Cor em tradução livre).

Sobre o Dr. Rahul Jandial

O Dr. Rahul Jandial é neurocirurgião e cientista da City of Hope com experiência no tratamento médico e cirúrgico dos canceres que afetam o cérebro, a coluna vertebral e a medula espinhal. Como parte de sua dedicação aos pacientes, o Dr. Jandial trabalha intensivamente em técnicas cirúrgicas pioneiras para melhorar os resultados pós-cirúrgicos. De maneira similar, seu ativo laboratório investiga a biologia do câncer para descobrir terapias futuras. O Dr. Janidal também trabalha em serviço com a comunidade por meio da docência, a participação nos meios de divulgação e tarefas humanitárias.

Sobre Cara Santa Maria

Cara Santa Maria é especialista em neurociências, comunicadora de ciências, jornalista e podcaster dos Estados Unidos. Escreveu para o Huffington Post e foi a primeira responsável de ciências e apresentadora da webserie “Talk Nerdy to Me”. Atualmente, conduz o podcast “Talk Nerdy” e é apresentadora do “TechKnow”, no Al Jazeera America, e do podcast “The Skeptics’ Guide to the Universe”. Obteve uma licenciatura em psicologia, com filosofia como assinatura secundaria, na Universidade do Norte de Texas em 2004, antes de obter mestrado em ciências biológicas especializada em neurociência na mesma universidade em 2007.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 27 outubro, 2015 10:11


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!