Frejat fala de ‘Eu sou Terrível’ em Laboratório do Som, websérie do Gshow

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 24 setembro, 2015 10:10

Frejat fala de ‘Eu sou Terrível’ em Laboratório do Som, websérie do Gshow

Rogério Flausino recebe o músico Frejat no próximo episódio de Laboratório do Som, websérie do Gshow, que vai ao ar sábado (26). Durante o bate-papo exclusivo, o artista revela que a música “Eu Sou Terrível”, de Roberto Carlos, é sua primeira referência musical. “Não só pela canção, mas pela abertura de Roberto Carlos em Ritmo de Aventura. O filme começava com uma cena de perseguição na estrada, e me marcou muito. Eu devia ter uns seis anos de idade”, revela o eterno Barão Vermelho, fazendo menção ao longa-metragem de 1968 dirigido por Roberto Farias e com roteiro de Paulo Mendes Campos.

Ao programa, Frejat conta ainda que descobriu sua paixão por música e virou fã do Beatles, Humble Pie e James Brown aos 10 anos ao ouvir o programa Big Boy Show, comandado por Newton Alvarenga Duarte em emissoras de rádio do país. “Fiquei empolgado e pedi um violão aos meus pais. Mas arrumei um professor muito chato, que só queria me ensinar a ler as letras enquanto eu só queria tocar”, disse. O resultado foi uma pausa nos estudos durante quatro anos, “até que fui estudar na Pro-Arte, escola de música no Rio de Janeiro, e vi que existia aula de guitarra”. Ao final do websódio, Frejat e Flausino fazem uma homenagem ao Rei e cantam o sucesso ‘Eu Sou Terrível’.

A primeira temporada de Laboratório do Som, que estreou em 29 de agosto, aborda o gênero Pop Rock 80. No estúdio, o líder do grupo Jota Quest já recebeu Humberto Gessinger, que comanda a banda Engenheiros do Hawaii, e também conversará com Leoni após os quatro episódios inéditos com Frejat. A direção e roteiro são do produtor cultural Bruno Levinson e a direção artística é de Alex Medeiros.

O programa traz um tema inédito por semana, além de entrevista exclusiva com os convidados. A cada encontro, um artista conta qual foi a sua canção referência na infância, a que influenciou a sua carreira, o seu grande sucesso e a ‘inveja branca’. Ou seja, aquela que ele gostaria de ter escrito, mas outro compositor fez primeiro.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 24 setembro, 2015 10:10


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!