Baseado em fatos reais, TRISTEZA E ALEGRIA estreia nesta quinta (17)

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 14 setembro, 2015 17:44

Escolhido pela Dinamarca para representar o país no ®Oscar 2015, o drama TRISTEZA E ALEGRIA chega nesta quinta-feira aos cinemas brasileiros com distribuição da California Filmes. Exibido na 38ª Mostra Internacional de Cinema, o filme narra a tragédia familiar que aconteceu com o próprio diretor do filme.

TRISTEZA E ALEGRIA-14Setembro2015 (3)

Ao chegar em casa, Johannes, um diretor de cinema, se depara com uma inexplicável tragédia: sua esposa, Signe, uma mulher emocionalmente frágil, matou Maria, sua filha de 9 meses. Ele está convencido de sua inocência e tenta evitar a inevitável condenação da esposa. Uma série de flashbacks podem dar a chave para a compreensão da tragédia.

Minha própria adolescência formou a base dos meus filmes que descrevem a perda e a chegada da vida adulta. Eles giram em torno de amores não-correspondidos e infelizes. Com meu novo filme, quero contar uma história sobre como encontrar o amor maduro e mútuo por meio da dor e da alegria. Pode soar vaidade, mas eu sinto que minhas palavras se justificam – comenta o diretor Nils Malmros.

Biografia do diretor 

Nils Malmros é um dos diretores escandinavos mais significativos – um dos poucos autores que a Dinamarca tem. Graduado em medicina, ele é autodidata e famoso por seu perfeccionismo e talento único para usar sua vida e experiências pessoais como ponto de partida de suas histórias.

Seus 11 longas-metragens marcaram o cinema dinamarquês e entre eles estão TREE OF KNOWLEDGE (1981), parte da seleção oficial do Festival de Cannes em1982, BEAUTY AND THE BEAST, selecionado para o Festival de Berlim (1983), ÅRHUS BY NIGHT (1989), PAIN OF LOVE (1992), competição oficial do festival de Berlim, a adaptação do romance BARBARA (1997), indicado ao urso de ouro em Berlim, FACING THE TRUTH (2002) e ACHING HEARTS (2009). Nils Malmros recebeu vários prêmios Bodil (Prêmio da crítica dinamarquesa) e Robert (Prêmio da Academia cinematográfica da Dinamarca), e em 2005, ele recebeu o prêmio honorário do Festival de Copenhague.

TRISTEZA E ALEGRIA-14Setembro2015 (0)

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 14 setembro, 2015 17:44


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!