Sesc Santana realiza projeto “470 anos de Commedia Dell’Arte”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 7 setembro, 2015 18:01

O Sesc Santana realiza, entre setembro e outubro, o projeto “470 anos de Commedia Dell’Arte”, com estreia de espetáculo, palestras e uma oficina a respeito da influência desse gênero teatral na história das artes cênicas.

A Commedia Dell’Arte é um gênero de teatro que surgiu na Itália, no século XVI, tendo como principais características a improvisação, o uso da meia máscara expressiva e a presença de personagens arquetípicos, como Arlequim, Colombina e Pantalão.

O espetáculo “Zabobrim – O Rei Vagabundo”, estreia em 12 de setembro, sábado, e segue em cartaz até 04 de outubro – sextas e sábados, 21h e domingos, 18h. Nele, o palhaço encontra no lixo uma lâmpada mágica e o gênio lhe concede três pedidos. O trabalho traz à cena a pesquisa da companhia Barracão Teatro sobre circo teatro, e integra a máscara do palhaço às da Commedia Dell’Arte. No dia 26 de setembro, sábado, o espetáculo contará com serviço de audiodescrição.

A oficina “Commedia Dell’Arte” acontece entre 18 e 26 de setembro, às sextas e sábados, das 10h30 às 15h30. Por meio de estudos teóricos e atividades práticas, a oficina, ministrada por Tiche Vianna, trabalhará a Commedia Dell’Arte. A atividade é gratuita e recomendada para iniciados em teatro a partir dos 15 anos. Os interessados devem se inscrever na Central de Atendimento do Sesc Santana a partir de 03 de setembro.

Por fim, as palestras, com Donato Sartori, Paola Piizzi e Mário Bolognesi: “Cem Anos de Máscaras Com Os Sartori”, “Confecção de Máscaras pelo Método Sartori” e “O Circo e a Commedia Dell’Arte” acontecem nos dias 09, 10 e 11 de setembro, respectivamente, às 19h. Os encontros são gratuitos e a retirada de ingressos deve ser feita com 30 minutos de antecedência.

Confira abaixo a descrição completa de todas as atividades:

Espetáculo

Zabobrim – O Rei Vagabundo | De 12/09 a 04/10. Sextas e sábados, 21h; domingos, 18h | R$9 a R$30 | Livre | Teatro.
Zabobrim, o palhaço vagabundo, encontra uma lâmpada mágica remexendo no lixo e o gênio lhe concede três pedidos. Depois de perder os dois primeiros, pede para se tornar Rei. Seu desejo é realizado e Zabobrim retorna ao passado, quando o fim da monarquia se anuncia e os reis estão perdendo suas cabeças.
Neste trabalho, o Barracão Teatro retomou os princípios do Circo Teatro e da Commedia dell’Arte para criar um espetáculo no qual o palhaço, figura central na linguagem circense, se relaciona com os tipos representados pelas máscaras da Commedia.
Ficha Técnica
Dramaturgia: Esio Magalhães e Tiche Vianna.
Direção: Tiche Vianna.
Elenco: André Marcelino, Cintia Birocchi, Esio Magalhães, Raíssa Gimarães, Suzana Santos e Ulisses Junior.

Oficina

Commedia Dell’Arte | 18 a 26/09. Sextas e sábados, das 10h30 às 15h30 | Grátis | Teatro | 15 anos.
Inscrições a partir de 03/09 na Central de Atendimento.
Com estudo teórico e atividades práticas, esta oficina, ministrada por Tiche Vianna, trabalhará a Commedia Dell’Arte.
Tiche Vianna é atriz, diretora e pesquisadora de teatro, formada pela EAD-USP. Especializou-se na Itália nas linguagens de máscaras e Commedia Dell’Arte. Foi coordenadora da Escola Livre de Teatro de Santo André e docente na Unicamp. Fundou o Barracão Teatro.

Palestras

Cem Anos de Máscaras Com Os Sartori | 09/09. Quarta, 19h | Grátis | Deck do Jardim | Livre.
Retirada de ingresso com 30 minutos de antecedência.
Toda a humanidade tem feito uso da máscara desde o nascimento da civilização. Amleto e Donato Sartori trouxeram de volta à vida este precioso instrumento de comunicação com a pesquisa sobre as máscaras teatrais e as da Commedia dell’Arte. Os Sartori tem abordado os mais diversos trabalhos teatrais, de Goldoni a Pirandello, o teatro clássico de Shakespeare, de Molière a Ionesco, até ao teatro de rua. Uma expansão desta pesquisa está na máscara feminina, que será o tema abordado por Paola Piizzi.
Donato Sartori é escultor, pesquisador e professor. Aprendeu os primeiros elementos da arte e da cultura no atelier de seu pai Amleto Sartori (1915-1962), notório escultor de Pádua. Em 2005 inaugurou o Museu Internacional da Máscara Amleto e Donato Sartori, com um espetáculo especialmente escrito e criado para a ocasião por Dario Fo e Franca Rame.
Paola Piizzi é arquiteta, professora, curadora e diretora do Museu da Máscara e do Museu da Máscara Feminina de Padova. Cofundadora do Centro Maschere e Strutture Gestuali. É membro do Fórum Ateneo para políticas e os estudos do gênero da Universidade de Pádua.

Confecção de Máscaras pelo Método Sartori | 10/09. Quinta, 19h | Grátis | Deck do Jardim | Livre.
Retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência.
Esta aula tem o intuito de apresentar o método Sartori de confecção de máscaras desenvolvido há mais de 30 anos.
Donato Sartori é escultor, pesquisador e professor. Aprendeu os primeiros elementos da arte e da cultura no atelier de seu pai Amleto Sartori (1915-1962), notório escultor de Pádua. Em 2005 inaugurou o Museu Internacional da Máscara Amleto e Donato Sartori, com um espetáculo especialmente escrito e criado para a ocasião por Dario Fo e Franca Rame.
Paola Piizzi é arquiteta, professora, curadora e diretora do Museu da Máscara e do Museu da Máscara Feminina de Padova. Cofundadora do Centro Maschere e Strutture Gestuali. É membro do Fórum Ateneo para políticas e os estudos do gênero da Universidade de Pádua.

O Circo e a Commedia Dell’Arte | 11/09. Sexta, 19h | Grátis | Deck do Jardim | Livre.
Retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência.
A constituição do formato moderno do circo aparece após a migração temporária de Astley para Paris, onde o espetáculo com cavalos foi aos poucos recebendo a incorporação de saltimbancos, artistas dos teatros das feiras, ciganos, amestradores de animais selvagens e dos remanescentes da Commedia dell’Arte.
Neste encontro, Mario Fernando Bolognesi estabelece um paralelo entre o Circo e a Commedia dell’Arte apresentando suas semelhanças e aproximações, principalmente entre as personagens do Arlecchino e o Palhaço.
Mario Fernando Bolognesi é doutorado em Artes/Teatro pela Universidade de São Paulo. É professor titular do Departamento de Artes Cênicas, Educação e Fundamentos da Comunicação do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de São Paulo (SP) e tem experiência na área de teatro e circo com ênfase em estética, encenação, interpretação e dramaturgia, atuando principalmente nos seguintes segmentos: circo brasileiro, palhaços, comédia e cômico circenses.

SERVIÇO
Projeto 470 anos de Commedia Dell’Arte
Sesc Santana
Endereço: Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo
Teatro
Capacidade: 330 lugares.
Deck do Jardim
Capacidade: 60 lugares.
Acesso para deficientes – estacionamento – ar condicionado.
Estacionamento – R$ 7,00 período do espetáculo (desconto de 50% para matriculados no Sesc).
Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 7 setembro, 2015 18:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!