Peri Pane lança segundo disco, em show gratuito, no Centro Cultural São Paulo

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 agosto, 2015 17:10

Peri Pane lança segundo disco, em show gratuito, no Centro Cultural São Paulo

Na quinta, dia 13 de agosto, às 20h30, Peri Pane lança o disco “Canções Velhas Para Embrulhar Peixes – Volume 2”, na Sala Adoniram Barbosa do Centro Cultural  São Paulo, com entrada gratuita. O show conta com Peri Pane (voz, violão e violoncelo), arrudA (intervenções poéticas), Marcelo Dworecki (violão de aço, cavaquinho e vocais) e Otávio Ortega (piano e acordeom).

Haverá ainda participações especiais das cantoras Alzira E, em “O mangue e o mar” (Alzira E e arrudA), e Marcia Castro, em “Beijos de ar” (Márcia Castro e arrudA), além do músico convidado Meno del Picchia (baixo acústico), que toca em “Ponte de safena” (Peri Pane), entre outras.

Depois de estrear o álbum “Canções Velhas Para Embrulhar Peixes”, lançado em 2012, Peri Pane apresenta “Canções Velhas Para Embrulhar Peixes – Volume 2”, gravado pelo selo Traquitana. Com o mesmo time do primeiro álbum, o disco conta com canções de Peri Pane e parcerias com o poeta arrudA, além da composição inédita “Uma canção”, de Alzira E e arrudA, e uma recriação de “La cumbia del mole”, dos mexicanos Lila Downs e Paul Cohen.

A produção musical é assinada por Marcelo Dworecki e Cris Scabello, integrantes da banda Bixiga 70. O disco conta ainda com a participação especial da cantora Marcia Castro, em “Certo tipo de dor” (Peri Pane e arrudA), e do compositor multiinstrumentista Meno Del Picchia, que tocou baixo acústico em “Ponte de safena” (Peri Pane) e em mais duas faixas.

O poeta arrudA faz uma intervenção na primeira faixa “O tempo é  onde”, que, assim como a canção “Assim me Acende”,  foi musicada de um poema de seu livro “A Representação Matemática das Nuvens” (editora Patuá).

O clima intimista e minimalista e a instrumentação totalmente acústica também estão presentes no “Volume 2”, que conta com Peri Pane (voz, violão e violoncelo), Marcelo Dworecki (violão de aço e cavaquinho) e Otávio Ortega (piano e acordeon). Assim como o primeiro, o disco foi mixado por Victor Rice e masterizado por Fernando Sanches, do Estúdio El Rocha.

Como no primeiro álbum, as capas são numeradas e exclusivas, feitas uma a uma com papelão reutilizado pelo artista plástico Rafael Gentile, que usa a técnica do estêncil.

O projeto “Canções Velhas Para Embrulhar Peixes – Volume 2” ganhou o prêmio estadual Proac na categoria de gravação de disco inédito de canção e circulação.

SERVIÇO
Canções Velhas Para Embrulhar Peixes – Volume 2
Quando: quinta, dia 13/8, às 20h30
Onde: Centro Cultural São Paulo (CCSP) – sala Adoniram Barbosa
Endereço: Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, São Paulo
tel. (11) 3397-4002
Quanto: grátis

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 agosto, 2015 17:10


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook