Maracujá Laboratório de Artes comemora 10 anos de estrada com mostra de repertório adulto e infantil

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 julho, 2015 10:03

O grupo Maracujá Laboratório de Artes, bastante premiado por seus espetáculos infantis, comemora 10 anos de trajetória em 2015. No período de 31 de julho a 06 de setembro, no Teatro Cacilda Becker (R. Tito, 295 – Lapa) eles fazem uma mostra com trinta sessões (entre gratuitas e pagas), das peças que compõem seu repertório adulto e infantil. Uma aula-palestra gratuita e uma exposição de fotos e acervo de bonecos/materiais mostrarão aos participantes a trajetória da companhia nessa década de existência.

Rabisco – um cachorro perfeito (dias 01, 02, 08 e 09 de agosto), O Buraco do Muro (dias 15, 16, 22 e 23 de agosto) e E.Terra (dias 29 e 30 de agosto e 05 e 06 de setembro) compõem a programação gratuita dirigida ao público infantil. Na programação voltada aos adultos, o grupo recoloca em cena seu primeiro trabalho feito para esse público, SPon SPoff SPend, que abre a Mostra no dia 31 de julho. Vale lembrar que nessa década de existência, muitos prêmios (e indicações) referendam o trabalho feito pela Maracujá Laboratório de Artes, como o Coca Cola Femsa, Myriam Muniz, CPT (Cooperativa Paulista de Teatro) e de festivais de teatro pelo Brasil.

Trajetória do grupo

Nascido e criado pelo diretor e bonequeiro Sidnei Caria e formado inicialmente junto com Lucas Luciano, Silas Caria e Tetê Ribeiro o grupo tinha como objetivo aprofundar as pesquisas em teatro de seus integrantes, buscando referências variadas que poderiam se misturar das formas mais inusitadas. Um verdadeiro “Laboratório de Artes”, que se formava em uma casa na Vila Mariana onde florescia um enorme pé de Maracujá, dando-se o nome de “Maracujá Laboratório de Artes”.

Em um primeiro momento funcionou como espaço para desenvolver estudos cênicos, treinamentos e pesquisas em técnicas teatrais como teatro físico, teatro de animação e teatro de sombras, e outras linguagens artísticas, como audiovisual, música e artes plásticas. O grupo também passou a realizar trabalhos de direção de arte, confecções de bonecos, cenários e figurinos para grupos como Parlapatões, Le Plat Du Jour, Barracão Cultural, Teatro Natio, Meninas do Conto, Cia da Tribo, Banda Mirim e Pia Fraus.

Em 2009 surgiu a oportunidade de montar seu primeiro espetáculo: Rabisco – um cachorro perfeito, que estreou em 2010. Baseado no livro homônimo de Michele Iacocca, a adaptação para o teatro feita pelo grupo usava da diversidade de linguagens pesquisada por seus integrantes para destacar a metalinguagem existente no livro. O espetáculo foi contemplado com prêmios como Myriam Muniz e Alfa Criança (para montagem), Coca Cola FEMSA 2010 (melhor adaptação), editais como Viagem Teatral SESI e CAIXA Cultural, e festivais de Teatro como Festival Internacional de São José do Rio Preto, FitaFloripa, FILO, Festival de Arte para Crianças, entre outros, apresentando ao público finalmente a proposta da companhia, materializada em cena. Recentemente foi convidado para se apresentar no Festival CASA, em Londres, em outubro de 2016.

Dando continuidade a seu projeto de pesquisa, no início de 2013 o grupo estreou O Buraco do Muro depois de um ano de trabalho contínuo e sem o fomento de qualquer edital ou lei de incentivo. O resultado alcançado com a peça surpreendeu o grupo, tendo recebido ótimas críticas da mídia e indicações a vários prêmios (Arte Qualidade Brasil, CPT e FEMSA, com o qual ganhou o prêmio de melhor cenário), além de participar de diversos editais e Festivais (Viagem Teatral SESI Arte Educação por dois anos consecutivos, Festival de Teatro de São José do Rio Preto, Festival de Arte para Crianças, Festival de Teatro de Curitiba no Guritiba – Mostra Oficial Infantil – entre outros).

Em seguida o grupo iniciou as pesquisas para um novo processo: teatro infantil para os pais, que propunha como objetivo principal um olhar atento sobre a maneira como os pais educam seus filhos, trazendo ao público cenas que materializam as reflexões do grupo sobre o assunto. O espetáculo resultante foi E.Terra (anteriormente intitulado Aaaaah! Fantasmas!), que trouxe para a cena uma família de extraterrestres que faz uma prova para tentar viver na Terra. Em cena, o grupo se torna uma banda (com instrumentos tocados pelos próprios atores) e utiliza técnicas como projeções, sombras e teatro físico, aprofundando estas pesquisas.

Em março de 2015, na Mostra Oficial do Festival de Curitiba, o grupo estreou o SPon SPoff SPend com grande repercussão junto à crítica e ao público. Esse espetáculo é a primeira incursão do Maracujá no teatro adulto e o primeiro trabalho feito com um diretor convidado – Fernando Escrich.

Como forma de comemorar seus 10 anos de carreira o grupo resolveu focar em 2015 em dois pontos: na montagem de um espetáculo adulto e na circulação de seus espetáculos. O grupo acredita que o público poderá acompanhar o conjunto de suas obras e entender o caminho que a companhia seguiu.

SERVIÇO
Mostra 10 anos de Maracujá
Data: De 31 de julho a 06 de setembro
Teatro Cacilda Becker
Endereço: R. Tito, 295 – Lapa
Tel.: 3864 4513
Capacidade: 198 lugares

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 julho, 2015 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!