Brasil de Todas as Telas anuncia R$ 13,2 milhões em investimentos em longas-metragens e conteúdo para televisão

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 7 julho, 2015 11:41

Brasil de Todas as Telas anuncia R$ 13,2 milhões em investimentos em longas-metragens e conteúdo para televisão

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram na última sexta-feira, 3 de julho, novos investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas em 11 projetos (seis longas-metragens para salas de cinema e cinco produções para televisão), selecionados em quatro chamadas públicas que funcionam na modalidade de fluxo contínuo. A operação movimenta um total de R$ 13.265.931,00, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Quatro projetos de longa-metragem foram contemplados pelo PRODECINE 02/2013, chamada na qual distribuidoras demandam apoio para a produção, com um total de R$ 8 milhões: “Happy hour”, de Eduardo Albergaria, e “Vai na bola, Glanderson”, de Jeferson De, apresentados pela Europa Filmes; “Mulheres alteradas”, de Maurício Farias, apresentado pela Paris Filmes; e “Entre abelhas”, de Ian SBF, apresentado pela Imagem Filmes.

Outros dois projetos para salas de cinema foram contemplados na operação. “Campus santo”, de Márcio Curi, receberá investimentos de cerca de R$ 1,2 milhão da chamada PRODECINE 04/2013 para complementação de recursos; e “Real beleza”, de Jorge Furtado, fará jus a apoio de R$ 200 mil da chamada PRODECINE 03/2013, para utilização na fase de comercialização.

Também foram anunciados investimentos em cinco projetos para a TV por meio da chamada pública PRODAV 01/2013. Foram contempladas as séries “Stella Models”, de Samir Abujamra, com veiculação no Canal Brasil; “Manual de sobrevivência para o Século XXI”, de João Amorim, a ser exibida pela CineBrasil TV; e “Guardiãs da floresta”, de Betse de Paula, com primeira exibição também pelo CineBrasil TV. A diretora Betse de Paula também é responsável pelo telefilme documentário “Alice no espelho”, com previsão de estreia pelo canal Curta!. Também com exibição programada para o Curta!, o documentário “O piano que conversa”, de Marcelo Machado, completa a lista.

Confira abaixo as fichas técnicas dos projetos contemplados:

PRODECINE 02/2013

Projeto: “Happy hour”
Proponente/Distribuidora: Europa Filmes (SP)
Produtora: Urca Filmes (RJ)
Direção: Eduardo Albergaria
Roteiro: Eduardo Albergaria e Carlos Artur Thiré
Valor investido pelo FSA: R$ 1,5 milhão
Sinopse: Horácio di Pietro, um estrangeiro por natureza, vive um casamento estável com a brasileira Vera Lamas, respeitada vereadora, mãe de seu único filho, e amor da sua vida, até que um corpo cai sobre o capô do seu carro. Ao levar aquele sujeito ao hospital, Horácio não podia imaginar que estava ajudando a polícia a prender um dos bandidos mais perigosos da cidade, se transformando em um herói argentino no Rio de Janeiro.

Projeto: “Vai na bola, Glanderson”
Proponente/Distribuidora: Europa Filmes(SP)
Produtora: Raccord Produções Artísticas e Cinematográficas (RJ)
Direção: Jeferson De
Roteiro: Jeferson De, Helio De La Peña e L G Baião
Valor investido pelo FSA: R$ 2,5 milhões
Sinopse: Paulo Ventania acaba de deixar o último de seus diversos empregos. Sem uma formação definida, ele busca uma forma de sobreviver com dignidade. Vislumbra no papel de empresário de jogador de futebol a chance de mudar sua vida. Percorrendo o subúrbio carioca Ventania descobre Glanderson, um garoto que sonha ser jogador mas não teve oportunidade. Glanderson tem uma característica física marcante. Ele não possui dois dedos do pé.

Projeto: “Mulheres alteradas”
Proponente/Distribuidora: Paris Filmes (SP)
Produtora: 02 Cinema (SP)
Direção: Maurício Farias
Roteiro: Mauro Wilson
Valor investido pelo FSA: R$ 3 milhões
Sinopse: Comédia que fala das situações cotidianas vividas por 4 mulheres de diversas idades ao longo das 4 estações do ano. O filme mostra as pequenas desgraças diárias das solteiras, casadas, divorciadas, encalhadas, com ou sem filhos, bem-sucedidas ou não. Todas mulheres, todas complicadas e todas muito engraçadas. A trama conta um ano na vida de quatro mulheres de diferentes idades e momentos de vida: uma de 15 anos, outra de 25, a terceira beirando os 40 e a última já com 49 anos. É um ano cheio de revelações e mudanças de vida drásticas, que obriga as protagonistas a evoluírem junto com as estações.

Projeto: “Entre abelhas”
Proponente/Distribuidora: Imagem Filmes (SC)
Produtora: RT2A Produções Cinematográficas (RJ)
Direção: Ian SBF
Roteiro: Fávio Porchat e Ian SBF
nSinopse: O filme conta a história de Bruno, um jovem editor de videos que acaba de sair de um casamento com Regina e volta a morar com a Mãe. Em meio a depressão pós-separação, um acontecimento surreal toma conta da sua vida : inexplicavelmente, pessoas a sua volta estão desaparecendo pouco a pouco. Uma espécie de cegueira de Bruno em relação as pessoas que o cercam.

PRODECINE 03/2013

Projeto: “Real beleza”
Proponente: Casa de Cinema de Porto Alegre (RS)
Distribuidora: Elo Company (SP)
Direção e Roteiro: Jorge Furtado
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: A história de João, um fotógrafo que procura potenciais candidatas a modelo em cidades do interior do Rio Grande do Sul. João conhece uma jovem de rara beleza, Maria, e sua mãe Anita. Anita revela que o pai da menina, Pedro, um homem 30 anos mais velho que a mulher e praticamente cego, não quer que a menina abandone os estudos. Pedro e Maria estão viajando e João decide esperá-los voltar. Enquanto espera, João se apaixona por Anita e agora quer levar embora mãe e filha.

PRODECINE 04/2013

Projeto: “Campus santo”
Proponente: ASACINE Produções (DF)
Distribuidora: Tucuman (RJ)
Direção: Marcio Curi
Roteiro: Denilson Feliz e Mounir Maasri
Valor investido pelo FSA: R$ 1.289.204,00
Sinopse: Final dos anos 80, início dos anos 90. Os sonhos dos anos 60 ainda estão presentes, mas não se sabe muito bem o que fazer com eles. “Campus Santo” narra histórias desse período de sonhos desfeitos, de esperanças adiadas. “Campus Santo” mostrará o rito de passagem de uma geração que despertou para a cidadania com o clamor nacional pelas “diretas já”, que não vieram; com a Nova República cujo líder morreu sem tomar posse; com a nascente democracia, sob a liderança de um político saído das entranhas do regime militar. Um balanço histórico de uma geração que, poucos anos depois, ajudou destituir legalmente o primeiro presidente escolhido em eleições diretas em 25 anos e ajudou a jovem democracia brasileira a vencer o seu primeiro grande desafio.

PRODAV 01/2013

Projeto: “Stella Models”
Proponente: KinoTV (RJ)
Programadora/Emissora: Canal Brasil
Direção: Samir Abujamra
Roteiro: Samir Abujamra e Patrícia Lopes
Valor investido pelo FSA: R$ 900 mil
Sinopse: Série em dez episódios de 22 minutos que mostra o dia a dia da agência de prostituição de mesmo nome. Idealizada por Hermínia Maria, ex-prostituta e figura notória no submundo de Copacabana nos anos 90, a agência representa a grande volta da meretriz ao Rio de Janeiro, 15 anos após ter sido presa e auto exilar-se no interior de Goiás ao receber liberdade condicional. Durante sua carreira na prostituição Hermínia utilizou diversos nomes, e agora faz sua “reentré” no Rio de Janeiro adotando Stella como nome de guerra, que também batiza a mais nova agência da cidade.

Projeto: “Manual de sobrevivência para o Século XXI”
Proponente: Mapa Filmes do Brasil (RJ)
Programadora/Emissora: CineBrasil TV
Direção e Roteiro: João Amorim
Valor investido pelo FSA: R$ 1 milhão
Sinopse: A série, em seus 13 episódios de 26 minutos, ilustrará como podemos restabelecer uma sociedade pós-colapso. Entrecortado por animações dinâmicas e com trilha musical arrojada, o programa mostrará como podemos sobreviver na mata, estabelecer sistemas de troca/moedas solidárias, desenvolver máquinas com tecnologia de código aberto, construir nosso próprio abrigo com materiais locais e formar comunidades resilientes e auto-sustentáveis. Enfim, aponta possíveis soluções para nosso Planeta em crise.

Projeto: “Alice no espelho”
Proponente: BPP Produções Audiovisuais (RJ)
Programadora/Emissora: Curta!
Direção e Roteiro: Betse de Paula
Valor investido pelo FSA: R$ 500 mil
Sinopse: “Alice no Espelho” é um documentário que faz um mergulho na história do cinema nacional a partir da produção da Cinédia, primeiro estúdio brasileiro, criado em 1930 por Adhemar Gonzaga, e cujo arquivo é zelado e preservado por sua filha Alice Gonzaga. Aos 80 anos Alice tem muita história para contar, pois o cinema faz parte de sua vida desde que nasceu. Em 2015, a Cinédia fará 85 anos e este filme é uma grande homenagem a esses pioneiros sonhadores e empreendedores primeiros cineastas que investiram fortunas e a vida para construir a nossa cinematografia. Alice nasceu e foi criada na Cinédia e, após a morte de seu pai, passou a dedicar sua vida à preservação desse ícone do cinema.

Projeto: “O piano que conversa”
Proponente: Marcelo Machado Produções Artísticas (SP)
Programadora/Emissora: Curta!
Direção e Roteiro: Marcelo Machado
Valor investido pelo FSA: R$ 600 mil
Sinopse: “O Piano Que Conversa” é um projeto de documentário onde a música é mais do que objeto, ela é linguagem e narrativa. Partindo do trabalho do pianista e disseminador da cultura brasileira, Benjamim Taubkin, o filme buscar mostrar como se dá o diálogo da música instrumental com diferentes tradições. “O Piano Que Conversa” será um documentário sem apoio da palavra, feito só de sons e de música. A ideia é mostrar um cenário onde as fronteiras entre artistas de formações diferentes estão diluídas e trocas musicais inéditas ocorrem. O documentário propõe aproximação de músicas de caráter experimental e tradicional, instrumental e cantada, nacional e internacional.

Projeto: “Guardiãs da floresta”
Proponente: BPP Produções Audiovisuais
Programadora/Emissora: CineBrasil TV
Direção e Roteiro: Betse de Paula
Valor investido pelo FSA: R$ 776.727,00
Sinopse: Série de documentários, com 10 episódios de 26 minutos. Cada episódio recupera a história de vida de uma liderança de mulheres da floresta: os desafios que enfrentaram como mulheres para se tornarem lideranças, os problemas socioambientais que buscaram enfrentar com suas ações, os objetivos do movimento que lideram, o que imaginam para futuro e sua noção de desenvolvimento sustentável. A série busca dar visibilidade e recuperar a importância dos povos e comunidades tradicionais na manutenção da floresta, na formulação de um modelo de desenvolvimento sustentável que mantenha a floresta e garanta justiça social.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 7 julho, 2015 11:41


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!