‘Pequena Dança para Crescer nos Vãos’ é inspirada na poética haicai

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 junho, 2015 13:11

‘Pequena Dança para Crescer nos Vãos’ é inspirada na poética haicai

Dia 15 de junho, às 15h30, com saída do Largo de São Francisco e percurso pela rua São Bento, o …AVOA! Núcleo Artístico estreia a obra coreográfica “Pequena Dança para Crescer nos Vãos”, com direção artística de Luciana Bortoletto, parte integrante do projeto “Entre-Espaços: Relações possíveis no encontro com a rua”, que conta com o apoio do 16º Programa de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo”.

Inspirado na poética haicai, o trabalho surge da observação de vegetações que brotam em pequenas brechas em meio ao concreto na rua São Bento (e centro histórico de São Paulo). Haicai é poesia tradicional japonesa; em apenas três versos manifesta uma síntese da relação entre espaço (elemento permanente), ação (ruptura, elemento transitório) e reverberação poética (consequência do choque entre os elementos anteriores). Haroldo de Campos, no livro “A Arte no Horizonte do Provável” apresenta a seguinte definição: “o haicai relaciona dois elementos básicos, segundo a lição de Bashô, reproduzida por Donald Keene: um de “permanência” (a “condição geral”, como por exemplo, a primavera, o fim do outono, etc), outro de “transformação”.

“Pequena Dança…” propõe ações coreográficas que consideram esses elementos fundamentais do haicai. Valoriza a simplicidade e a sutileza e compreende as ações como uma ruptura na rotina da rua. O núcleo artístico capta os flagrantes da natureza e os transforma em ações coreográficas em espaços simbólicos presentes na arquitetura da rua e seus vãos, entre as pessoas em trânsito, nas possibilidades de encontro, nas memórias antigas e recentes desse lugar.

Ao fazer uma analogia entre corpo (suas camadas: pele, músculo, osso) e rua (sua arquitetura, tensionamentos, fluxos, relações), é feita uma espécie de trabalho “arqueológico”.  Os artistas vivenciaram experiências e elaboraram a obra “Pequena Dança para Crescer nos Vãos” em meio a patrimônios materiais e imateriais, às suas paisagens sonoras, aos gestos de quem transita e trabalha. Dança que deixa rastros e resíduos por onde passa, como uma planta que brota na fachada de um prédio antigo.

O projeto “Entre-Espaços: Relações possíveis no encontro com a rua”, promoveu um encontro com o coreógrafo francês Fabrice Ramalingom para realização de um workshop especialmente elaborado para dialogar com o processo de criação do … AVOA! Núcleo Artístico. Foram quatro dias de encontros na Universidade Anhembi Morumbi e Centro de Referência da Dança e o último dia aconteceu uma ação-experimento no Vale do Anhangabaú, Rua São Bento, na altura da Praça Antônio Prado e Rua São Bento com a Praça do Patriarca. Essa parceria teve uma relevância muito grande para o trabalho do grupo.

SERVIÇO
Pequena Dança para Crescer nos Vãos
Data: De 15 de junho a 29 de junho, às 15:30h
Segundas e sextas-feiras
Saída: Largo de São Francisco
Percurso: Rua São Bento
Duração: 75 minutos
Classificação: Livre

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 junho, 2015 13:11


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook