Cine Humberto Mauro exibe humor do improvável na mostra SCREWBALL COMEDY: As comédias malucas

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 29 maio, 2015 14:39

Cine Humberto Mauro exibe humor do improvável na mostra SCREWBALL COMEDY: As comédias malucas

O Cine Humberto Mauro abre suas portas para o humor. A mostra Screwball Comedy: As comédias malucas entra em cartaz com vinte filmes que trazem os principais nomes do gênero, incluindo Aconteceu Naquela Noite (1934), de Frank Capa, Levada da Breca (1938), de Howard Hawks e Contrastes Humanos (1941), de Preston Sturges.

Inseridas no contexto da Era de Ouro do cinema, as Screwball Comedies, dominaram as telas nos anos 1930 e 1940 com filmes ágeis e irreverentes. Os temas recorrentes giravam em torno das relações amorosas em meio a uma turbulenta realidade econômica, envolvidas por situações não realistas. Neste sentido, as obras apresentam um panorama do momento de transformação vivido pela sociedade norte-americana e mundial. “Após a grande depressão de 1929, as narrativas cinematográficas adotaram um apelo nacionalista e otimista. O cinema e sua força simbólica foram utilizadas para a superação da crise e as screwball comedies se fortaleceram como um entretenimento inteligente”, explica o curador da mostra e coordenador do Cine Humberto Mauro, Bruno Hilário.

Embora leves e despretensiosas, destacando o romance e as relações afetivas, as screwball comedies também traziam críticas sociais. Temas tabus como divórcios – que começavam a ser comum nos Estados Unidos na década de 30 – e relações amorosas entre indivíduos de diferentes classes são alguns dos assuntos trabalhados nessas comédias.

Ainda que os personagens sejam muitas vezes retratados de forma caricata, a inversão de papéis e troca de gêneros são alguns dos motes para a provocação do humor. Há também a representação de mulheres fortes e dominantes, que possuem autonomia sobre seu destino.

Além de apresentar momentos de destaque para a comédia física agitada, ao melhor exemplo do cinema mudo dos anos 20, as screwball comedies possuem como característica fundamental a agilidade dos diálogos, o uso de palavras ambíguas e o timing dos personagens. Com o advento do som, a figura do roteirista ganha destaque. “Essas comédias com apelo popular ajudam a consolidar os diálogos e o som no cinema. São através desses filmes que a indústria do cinema se solidifica”, comenta Bruno.

Como roteirista, Preston Struges revolucionou as screwball comedies nos anos 30, criando diálogos claramente modernos e ágeis. Posteriormente ele conseguiu concessão para dirigir suas próprias narrativas. Estão na programação da mostra as obras As Três Noites de Eva, Contrastes Humanos e Herói de Mentira, dirigidas por ele.

Através das screwball comedies vários atores se fixaram no imaginário dos cinéfilos do século XX. Cary Grant, Katharine Hepburn, Gary Cooper e Claudet Coulbert se imortalizaram em obras como Boêmio encantador, de George Cukor, O Galante Mr. Deeds, de Frank Capra, A Mulher do Dia (1942), de George Stevens e Midnight, de Mitchell Leisen.

História Permanente do Cinema – Paralelamente à Mostra Screwball comedy: Comédias Malucas, o Cine Humberto Mauro dá continuidade à mostra História Permanente do Cinema. Estão na programação, Quanto mais quente melhor, de Billy Wilder e Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, de Woody Allen, clássico exemplo da influência das screwball comedies no cinema contemporâneo. As sessões de ambos os filmes serão comentadas.

Cine Humberto Mauro – Localizado no piso inferior do Palácio das Artes, o Cine Humberto Mauro possui 129 lugares e modernos equipamentos de projeção e som. Recebe um público de aproximadamente 43 mil pessoas por ano, que comparecem às suas diversas atividades como festivais, lançamentos de filmes, cursos de cinema, debates e seminários. O espaço conta, ainda, com sessões permanentes de cinema e realiza, a cada ano, grandes mostras sobre cineastas e gêneros relevantes na história do cinema mundial, além do FESTCURTASBH.

SERVIÇO
Evento: Mostra Screwball Comedy: As comédias malucas
Data: 5 a 24 de junho de 2015 | Horário: consultar acima
Local: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1537, Centro
Classificação etária: 12 anos
Ingressos: R$ 20 (entrada inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Informações para o público: 3236-7400

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 29 maio, 2015 14:39


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!