Paço das Artes abre a 1ª edição da Temporada de Projetos 2015

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 3 abril, 2015 16:09

O Paço das Artes –instituição da Secretaria de Estado da Cultura– inaugura no dia 10 de abril, às 19h, a primeira edição da Temporada de Projetos 2015 – curadoria.  O projeto Cruzeiro do Sul, de Gabriel Bogossian, foi selecionado pelo júri, formado por Cauê Alves, Daniela Kutschat, Mario Gioia, Rejane Cintrão e Priscila Arantes (diretora técnica e curadora do Paço das Artes).

Composta por obras dos artistas Armando Queiroz, Dora Longo Bahia, Claudia Andujar, Coletivo Macunaíma Colorau, Jorge Bodanzky e Orlando Senna, Leonardo Sette, Rodrigo Bueno, registros em vídeo do Museu do Índio e texto da revista Realidade, a mostra é uma reflexão sobre a presença indígena na arte brasileira.

Cruzeiro do Sul aborda a história dos contatos entre os povos indígenas e o Outro, personagem vivido por representantes diversos da sociedade brasileira. O título do projeto faz referência a uma obra de Cildo Meireles, que consiste em um pequeno cubo de 9x9x9mm feito de pinho e carvalho, madeiras que produziriam fogo segundo a cosmologia Tupi”, diz Bogossian.

O curador chama atenção, ainda, para alguns paralelismos que permanecem pouco considerados na historiografia nacional e no debate artístico, como o processo da criação do Parque Nacional do Xingu, a primeira terra indígena homologada pelo governo brasileiro, e a construção do projeto modernizador de Brasília, ocorrida um ano antes. “A contemporaneidade desses dois símbolos indica um vínculo insuspeito entre eles; são, negativo e positivo, parte de um mesmo processo – ocupação territorial do Centro-Oeste, transformação espacial e identitária, elaboração de um projeto nacional de modernização e industrialização”, diz Bogossian. “A presença indígena foi recalcada em prol de uma suposta modernização do Brasil, e que não sabemos sequer a que custo se deu esse recalque”, completa.

Temporada de Projetos

A vocação experimental do Paço das Artes é constatada principalmente através da Temporada de Projetos que foi criada com o objetivo de abrir espaço à produção, fomento e difusão da prática artística jovem. Concebida em 1996, a Temporada de Projetos teve sua primeira exposição realizada em 1997 e se tornou, ao longo dos anos, um rico celeiro para a cena da jovem arte contemporânea brasileira.

Anualmente, a Temporada abre uma convocatória nacional selecionando nove projetos artísticos e um projeto de curadoria para serem desenvolvidos e produzidos com o respaldo do Paço das Artes. Os selecionados recebem acompanhamento crítico, a publicação de um catálogo sobre suas obras e um cachê de exibição. Desde seu surgimento, quando ainda era bienal (tornando-se anual em 2009), o programa possibilitou a emergência de inúmeros artistas, curadores e críticos, muitos deles presentes na cena artística atual.

Em novembro de 2014, foi lançado o MaPa: Memória Paço das Artes, plataforma digital de arte contemporânea, que reúne todos os artistas, críticos, curadores e membros do júri que passaram pela Temporada de Projetos desde sua criação. A idealização do projeto é de Priscila Arantes.

SERVIÇO
1ª Temporada de Projetos 2015 – Curadoria selecionada
Cruzeiro do Sul – Gabriel Bogossian
Abertura: 10 de abril >> sexta-feira >> 19h
Visitação: até 5 de julho de 2015
Na ocasião, será inaugurada também a exposição “A queda do céu”, com curadoria de Moacir dos Anjos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 3 abril, 2015 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!