Fotógrafa Vivi Bacco lança campanha de financiamento coletivo para livro de arte com imagens de Thiago Pethit no Rio de Janeiro

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 25 março, 2015 15:08

Foi no limite da intimidade que a fotógrafa paulistana Vivi Bacco se hospedou com o amigo e parceiro de trabalho Thiago Pethit  em dois hotéis de Copacabana. O resultado deste encontro pode ser visto no livro “Unfocused”, com imagens cotidianas do cantor, através de um processo de verdadeira imersão, numa vivência pelo Rio de Janeiro, dividindo cama, mesa, banho e anulando qualquer noção de privacidade. Para que o livro seja impresso, a artista promove uma campanha de financiamento coletivo através de crowdfunding, em que o público pode colaborar com valores a partir de R$ 65, e assim receber o livro em casa, sem qualquer custo adicional de envio.

O link para a campanha é https://www.catarse.me/unfocused

A obra reitera a constante busca de Vivi por uma fotografia que ilustra a intimidade entre as pessoas. Há imagens na piscina, nas praias da capital carioca, no hotel, na rua, no Arpoador, imagens panorâmicas e até nus de Thiago em diversas situações.

Vivi Bacco nasceu em São Paulo, tem 26 anos, é bacharel em fotografia com habilitação em arte e cultura fotográfica, com extensão universitária em intervenções urbanas e produção atual da arte (esta pela Universidade de São Paulo – USP).

Fotografa há 11 anos. Utiliza todos os suportes da fotografia (digital, analógico e processos alternativos), mantém um laboratório preto e branco analógico em casa. Revela todos os negativos que fotografa e os digitaliza, tendo assim todo controle sobre o material. Também habilitada em tratamento e manipulação de imagem, trabalhou por anos em estúdios e atualmente tem seu próprio bureau. Em 2014, foi indicada por convocatória no Paraty em Foco com o trabalho “Land’Escape”. Já viajou o mundo fotografando para trabalhos de publicidade e pesquisas de arte.

“Unfocused” é seu primeiro livro. Nele, trabalha com uma linguagem que chama de “fotografia de imersão”. “Gosto muito de fazer esse tipo de projeto, e há tempos produzo esse tipo de fotografia. Thiago é um personagem muito interessante, e que me surpreendeu pelo nível de entrega, o que resultou em uma grande qualidade estética. Esse formato é sempre imprevisível, já que não existe um roteiro. É o mais fascinante do processo.”

A fotógrafa usou como referência para a criação de Unfocused diferentes profissionais que se aliam à fotografia de arte, a exemplo do norte-americano Nick Haymes. “Ele me interessou por conta deste processo de entrar na vida do personagem ou criar uma situação e viver com o personagem.” Outras referências para a concepção do livro foram os artistas Wolfgang Tillmans e Jack Pierson, que também se utilizam da fotografia como suporte. “Quando conheci esses três nomes, entendi muito do que eu estava fazendo há anos. Desde 2005 faço imagens de amigos em situações de muita intimidade, e o que antes eu considerava como ‘não-trabalho’ descobri que era, na verdade, o meu trabalho”, aponta.

Já em relação à edição de Erika Palomino, Vivi ressalta a importância de um olhar de fora sobre todo o processo criativo para a concepção da obra. “Era preciso uma pessoa que não tivesse participado do ensaio e que estivesse de fora daquilo tudo que eu e Thiago passamos no Rio de Janeiro. Foi aí que a convidei. Fiquei muito feliz com o resultado”, aponta.

Com um projeto gráfico moderno e acabamento elaborado, o livro tem 104 páginas, com o formato de 210x294cm, em papel Munken Lynx Rough em gramatura 120grs. “Quero que o meu livro seja impresso em um material mais sofisticado porque as fotos merecem chegar ao público com um suporte (papel e capa) que causem uma boa sensação de toque, além da sensação imagética. Por isso a escolha do financiamento coletivo, que é um método colaborativo, independente, e que sai mais barato para quem vai adquirir o livro.”

RECOMPENSAS

Todas as contrapartidas incluem o livro e o envio. O apoiador também pode escolher dentre outras opções, por exemplo, livros autografados, prints fine art (em papel algodão), um monóculo exclusivo com um nu do Pethit e até mesmo um show private do cantor, em esquema voz e violão (que será registrado em polaroids que o apoiador poderá levar para casa).

Com 25% já arrecadados, duas contrapartidas já se esgotaram: a que incluía uma sessão de drinks com a fotógrafa e com o cantor, e os prints em formato grande. Devido ao sucesso e a pedidos, esta foi reaberta, com mais 4 prints exclusivos (em fine art 90×70) disponíveis.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 25 março, 2015 15:08


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!