Cinemateca Brasileira traz sessão especial ao ar livre no Dia internacional da Mulher

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 4 março, 2015 10:23

Cinemateca Brasileira traz sessão especial ao ar livre no Dia internacional da Mulher

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 08 de março, a CINEMATECA BRASILEIRA apresenta uma sessão ao ar livre onde serão exibidos os curtas metragens:

Eh Pagu, eh! (1981), dirigido por Ivo Branco e que conta um pouco da vida e da obra de Patrícia Galvão, a Pagu. Um dos nomes mais importantes do movimento feminista brasileiro. Casada com Oswald de Andrade, participou do Movimento Antropofágico. Jornalista, escritora e tradutora, entre outras coisas, ficou presa por quase cinco anos durante a ditadura Vargas por ser militante do PCB.

Mulheres de Cinema (1976), dirigido por Ana Maria Magalhaes e que aborda a participação profissional da mulher, como atriz ou integrante da equipe técnica, ao longo da história do cinema brasileiro.

E o longa-metragem francês Copacabana (2010), de Marc Fitoussi, comédia estrelada por Isabelle Huppert.

Cinemateca Brasileira-Dia Internacional da Mulher-Eh Pagu eh

PROGRAMAÇÃO
Sessão especial Dia da Mulher

DOMINGO – 08/03
ÁREA EXTERNA
20h00 EH PAGU, EH! | MULHERES DE CINEMA | COPACABANA

FICHAS TÉCNICAS E SINOPSES:

Eh Pagu, eh
São Paulo, 1982, 16mm, pb, 16′ | Exibição digital
com  Aldo Bueno, Clodomiro Bacellar, Edith Siqueira, Julio Calasso

Vida e da obra de Patrícia Galvão, a Pagu. Um dos nomes mais importantes do movimento feminista brasileiro. Casada com Oswald de Andrade, participou do Movimento Antropofágico. Jornalista, escritora e tradutora, entre outras coisas, ficou presa por quase cinco anos durante a ditadura Vargas por ser militante do PCB.

não indicado para menores de 12 anos

Mulheres de cinema, de Ana Maria Magalhães
Rio de Janeiro, 1976, 16mm, cor, 38′ | Exibição digital

A participação profissional da mulher, como atriz ou integrante da equipe técnica, ao longo da história do cinema brasileiro. O filme resgata importantes figuras do nosso cinema, como Aurora Fulgida, Eva Nil, Carmem Santos, Gilda de Abreu, Carmem Miranda, Eliana, Norma Bengell, Helena Ignêz e Leila Diniz. Narração de Ana Maria Magalhães e Hugo Carvana.

Livre

Copacabana
França, 2010, 35mm, ficção, cor, 107’ | Legendas em português
com  Isabelle Huppert, Lolita Chammahi, Aure Atika

Apaixonada pelo Brasil e sonhando em conhecer o Rio de Janeiro, a inconsequente Babou passou a vida ignorando as convenções sociais. Nunca se casou ou teve um emprego fixo, e levou uma vida nômade ao lado da filha Esmeralda, que acabou se envergonhando da mãe e não planejando convidá-la para seu casamento. Ferida em seu amor maternal, Babou decide mudar. Vai atrás de um emprego e é contratada para vender apartamentos no litoral em pleno inverno. Para sua própria surpresa torna-se a funcionária modelo e agora precisa encontrar um presente de casamento digno de sua filha e, ao mesmo tempo, sincero de sua parte.

não indicado para menores de 12 anos

SERVIÇO
Evento: Sessão especial ao ar livre – Dia internacional da Mulher
Data: 08/03/2015 – domingo | Horário: 20h
Local: Cinemateca Brasileira
Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 – próximo ao Metrô Vila Mariana
Classificação etária: 12 anos
Ingressos: entrada franca
Informações para o público: (11) 3512-6111 (ramal 215)
*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 4 março, 2015 10:23


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!