Valquiria Ribeiro será musa da Vai-Vai em São Paulo e da Mangueira, no Rio de Janeiro

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 fevereiro, 2015 11:04

Com muito samba no pé e um largo sorriso no rosto, a atriz Valquiria Ribeiro, da TV Record, comemora 30 anos de carnaval. Ela que é musa da Vai-Vai em São Paulo, e da Mangueira, no Rio de Janeiro, diz que o carnaval é uma de suas grandes paixões e abriu portas para ingressar na dramaturgia. “Eu não consigo viver sem o carnaval. Completar trinta anos de avenida, não é fácil. É muita dedicação, empenho e principalmente saúde. Mas quando se ama, qualquer esforço vale a pena. O carnaval, inclusive, foi uma grande entrada para minha carreira como atriz, a exposição positiva me ajudou muito quando comecei a estudar teatro e ingressar nos primeiros trabalhos”, completa.

Musa da Vai-Vai, neste ano Valquíria vem representando a canção “Aquarela do Brasil”, no enredo que exalta a vida de uma das mulheres mais influentes e poderosas da história da música brasileira, Elis Regina.

Coincidência, ou não, sua escola no Rio de Janeiro, Mangueira, também fala sobre a força da mulher no cenário atual. Com o enredo “Mulher brasileira em primeiro lugar” – refrão de uma música de Benito di Paula, a escola mostrará a força e status  da mulher brasileira, trazendo Valquiria a frente do carro quinto carro, que fará uma homenagem às grandes autoras e escritoras, que revolucionaram a sociedade e deixaram sua marca.

O Carnaval de 2015 será corrido para a atriz que faz jus aos enredos que defende este ano. Ela desfila em São Paulo na madrugada de sábado e, no Rio, na madrugada de domingo. “Vou sair da avenida direto pro aeroporto. Não sei nem se vou conseguir dormir o suficiente. Me preparei psicologicamente pra isso e sei que dará tudo certo”, finaliza Valquiria.

Para aguentar a maratona, Valquiria tem tomado cuidado com alimentação e praticado musculação para fortalecer os músculos e não sofrer nenhuma lesão por excesso de esforço. “Eu malho bastante e me alimento bem. Quando chega essa época de carnaval, eu sempre fecho a boca e troco o treino aeróbio por um treino de hipertrofia. Assim o corpo aguenta o impacto de sambar sem parar por mais de uma hora na avenida sem ter lesões”, revela.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 fevereiro, 2015 11:04


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!