Som Livre lança “As Melhores Marchinhas do Carnaval 2015”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 janeiro, 2015 18:01

O Carnaval está chegando e, junto com ele, o álbum “As Melhores Marchinhas do Carnaval 2015”. A final do concurso nacional de marchinhas promovido pela Fundição Progresso está marcada para fevereiro, mas as músicas participantes estão reunidas no álbum, que é um lançamento da Som Livre. O produto chega às lojas em fevereiro e já está disponível nas plataformas digitais. Acesse o link e ouça as faixas: http://jukebox.somlivre.com/playlist-541315200.

Com direção e produção musical de Marcelo Bernardes, o disco traz, além das marchinhas concorrentes interpretadas por nomes como Alfredo Del Penho e Pedro Paulo Malta, algumas canções que são declarações de amor ao Rio de Janeiro, que completa 450 anos e é o homenageado do concurso este ano. A primeira delas é “Cidade Maravilhosa”, de André Filho, marcha que se tornou hino oficial do município e foi gravada pela primeira vez há 80 anos. O novo registro foi feito nas vozes de Cauê Nardi, Clarice Magalhães, Lali Maia, Leandro Vasques, Mariana Bernardes e Matias Correa, que formam o coro da Banda Fundição.

O álbum também traz “Primavera no Rio”, de Braguinha, com Nina Wirtti: “O Rio amanheceu cantando/ toda cidade amanheceu em flor/ e os namorados vêm pra rua em bando/ porque a primavera é a estação do amor”. “Cidade Mulher” de Noel Rosa, ganhou a voz de Pedrinho Miranda. A música retrata o delicioso orgulho carioca por sua “cidade mais bela que outra qualquer”, talvez com um pequeno exagero: “cidade sem amor e sem pecado/ foi juntinho ao corcovado/ que Jesus Cristo nasceu”.

As dez marchinhas semifinalistas foram selecionadas entre 1.339 músicas vindas de todo o Brasil. No disco, ganharam versões caprichadas da Banda Fundição e arranjos de grandes instrumentistas. São elas: “Fucei seu feice”, de Paulo Padilha (São Paulo); Coração de Carnaval, de Paulo Sá e Leo Almeida (Brasília); Marchinha Literária, de Roni Valk (Rio de Janeiro); “Mamãe eu quero ser, papai não deixa”, de Leo  Santos (Manaus); “Adoro celulite”,  de Jota Michelis  e  Gustavo Krause (Recife); “Quarta de Cinzas”, de Valéria Cássia Pisauro e Guilherme Lamas (Campinas); “Chiclete”, de Chico Alves (Rio de Janeiro); “Vai virar corno”, de Caio Martinez e Fernando Leitzke (Porto Alegre); “Japa”, de Sergio Turcão e Jica Thomé (São Paulo); “Na tua presença”, de Miguel Arruda e Sergio Arruda (Londrina).

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 janeiro, 2015 18:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!