Cantor e compositor Jay Vaquer estreia como autor e diretor com ópera rock “Cinza”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 21 janeiro, 2015 18:01

Cantor e compositor Jay Vaquer estreia como autor e diretor com ópera rock “Cinza”

Esqueça o “era uma vez…” e os finais felizes. “Cinza” é um musical rock n’ roll no mais amplo sentido. Embora o pano de fundo do musical possa ser identificado com um famoso conto de fadas da “gata borralheira”, que por sua vez é inspirado no conto de Rhodopis da Grécia antiga, o fio narrativo da história é apenas um pretexto para um mergulho profundo na psique humana, uma delirante metáfora onde hipocrisia, sexualidade, incongruência, frivolidades, estupidez, covardia, maldade, preconceito e ilusão costuram uma história de um universo absurdo e irônico, doloroso e cruel, que reflete os caminhos e devaneios infinitos da mente humana. Tudo costurado em um clima rock n’ roll, contado no palco por 11 performers e uma afiada banda de cinco músicos.

Cinza” tem texto, direção, músicas, letras e direção musical de Jay Vaquer, que compôs uma série de 37 canções originais e percorreu um longo caminho ao dedicar os últimos anos para sua construção. Formado pelo Teatro Escola Célia Helena, Vaquer já é um veterano nos palcos, íntimo das coxias desde a adolescência. Nos últimos anos, no entanto, dedicou-se mais à música, tendo lançado sete CDs. Jay já havia composto diversas trilhas para o teatro, mas o divisor de águas de sua carreira foi em 2000 quando viveu “Justo”, personagem principal do musical “Cazas de Cazuza” – obra seminal que marca o início da retomada do teatro musical brasileiro.

“Comecei a escrever “Cinza”, de uma forma orgânica, não racional, e eu mesmo me surpreendi com a proporção que tudo tomou. Virou um processo viciante, que me dá um enorme prazer e uma realização que eu ainda não havia experimentado” – explica ele. Criador de grandes imagens e tramas intrincadas em seus clipes e letras, Jay transportou para o palco de “Cinza” seu universo imagético: “Sou muito visual, sempre foi assim. Enquanto escrevia ‘Cinza’, eu já visualizava o espetáculo grandioso, cinematográfico. Estou bem satisfeito com o resultado”.

SERVIÇO
Cinza
Data: 21 e 28 de janeiro; 4 e 11 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Teatro Oi Casagrande
Endereço: Rua Afrânio de Mello Franco, 290 – Leblon)
Classificação: 14 anos (Menores de 14 anos apenas acompanhados de pais ou responsável legal)
Ingressos: de R$ 50,00 a R$ 80,00.
Duração: 125 minutos divididos em dois atos.
Bilheteria online: Ingresso.com
Bilheteria Oi Casagrande: 21. 2511-0800 (Ter e Qua, das 15h às 21h; Qui a Sáb, das 15h às 21h30; Dom, das 15h às 20h).

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 21 janeiro, 2015 18:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!