Nova Montagem da Cia de Dança Palácio das Artes transforma a sala de ensaios

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 dezembro, 2014 13:06

Com direção de Cristina Machado e direção coreográfica de Patrícia Werneck, a Cia de Dança Palácio das Artes estreia MU – entre a coreografia e a habitação. Uma ocupação performática que acontecerá, dos dias 12 a 14 de dezembro, no estúdio Klauss Vianna, onde ocorrem os ensaios da Companhia e no corredor do 4º andar, que dá acesso à sala de ensaios.

Partindo da técnica da ideokinesis com uma fina percepção da coluna vertebral os bailarinos são estimulados a construir sua dança entre a estrutura arquitetônica e os movimentos do grupo no espaço.

Para a presidente da Fundação Clóvis Salgado, Fernanda Machado, “com essa nova coreografia a Cia de Dança Palácio das Artes desenvolve também novas possibilidades artísticas e permite que as pessoas conheçam diferentes processos da dança. E essa iniciativa reforça o papel da instituição, que é o de promover o acesso e a democratização à arte e à cultura”, destaca.

Observações do cotidiano – Segundo a diretora da Cia de Dança, Cristina Machado, o processo de investigação de movimentos somou a reflexão sutil sobre novas possibilidades de Dançar e as possibilidades de exploração do Lugar de Dançar, da Cia de Dança Palácio das Artes.

Em japonês, MU significa o Nada, o Vazio, o Vácuo. Ao longo da performance, é possível identificar as explorações de movimento do corredor e da sala. Cristina Machado destaca, ainda, que “MU se apresenta como uma dança em processo, um caminho a ser percorrido atentamente. Requer atenção/prontidão para os acontecimentos do momento jogando com composições, imagens e gestuais já elaboradas e em fase de elaboração.

Ideokinesis – Palavra de origem grega que mescla pensamento e movimento. A técnica é utilizada para fins terapêuticos e medicinais e, nessa nova ocupação da CPDA, serviu como base para despertar a consciência corporal dos 18 bailarinos que integram o elenco de MU. Com a exploração dos novos processos, foram estabelecidos quatro pilares de sustentação da performance: Instabilidade, Permanência, Visibilidade e Ocupação do espaço do outro ou no outro.

A ideokinesis foi aplicada pela bailarina e coreógrafa Patrícia Werneck. Ela explica que o trabalho com os bailarinos se concentrou na coluna vertebral. “Nós estamos estimulando a coluna para, a partir daí, criar um momento de exploração individual do movimento, não no sentido de buscar movimentos novos, mas buscar novas formas de realizar os mesmos movimentos”.

A ocupação performática da CDPA também possui inspirações na pesquisa Arquitetura IrreversívelO corpo, o espaço e a flecha do tempo (2004), do arquiteto e professor da UFMG, José Cabral. Outra fonte de pesquisas para a Cia de Dança foi a publicação do educador Jorge Larossa Bondia: Notas sobre a experiência e o saber de experiência.

Um blog foi criado para registrar  sistematicamente o processo de criação. O material multimídia de MU – Entre a Coreografia e a Habitação está disponível em:  http://ocupacaocoreografica2014.wordpress.com/

Sobre a Cia de Dança Palácio das Artes – A Cia. de Dança Palácio das Artes (CDPA) é referência na história da dança em Minas Gerais e é reconhecida como uma das mais importantes companhias do Brasil. A Companhia se integra aos outros corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado – Orquestra Sinfônica e Coral Lírico de Minas Gerais – em espetáculos cênico-musicais e também desenvolve repertório próprio de dança contemporânea. A investigação, a diversidade de seus intérpretes, a cocriação dos bailarinos e a transdisciplinaridade são os pilares da produção artística deste grupo.

Seus espetáculos estimulam o pensamento crítico e reflexivo em torno das questões contemporâneas, caracterizando-se pelo diálogo entre a tradição e a inovação. Com entrada gratuita ou a preços acessíveis, o programa Experimente Dança e apresentações da CDPA têm o intuito de disponibilizar a fruição do público na produção de dança contemporânea e incentivar a evolução dos processos de desenvolvimento de pesquisa nesta linguagem artística. A Companhia já se apresentou em países como Cuba, França, Itália, Palestina, Jordânia, Líbano e Portugal, com obras assinadas por importantes coreógrafos e diretores da atualidade.

SERVIÇO
MU – Entre a Coreografia e a Habitação
Período: 12 a 14 de dezembro
Horários: 12 e 13 de dezembro, às 20h30; 14 de dezembro, às 19h30
Local: Sala Klauss Vianna – 4º andar da Fundação Clóvis Salgado
Entrada gratuita (retirada de senha 20 minutos antes do início da apresentação, no Balcão de Informações do Palácio das Artes)

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 dezembro, 2014 13:06


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

MIB: Homens de Preto

Facebook

Kardec