Veja o que aconteceu de melhor nos dois primeiros dias da Comic-Con Experience! Confira mais de 300 IMAGENS da convenção

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 dezembro, 2014 09:30

Veja o que aconteceu de melhor nos dois primeiros dias da Comic-Con Experience! Confira mais de 300 IMAGENS da convenção

Fãs de quadrinhos, colecionáveis (action figures), filmes e séries televisivas, à muitos anos esperavam por um evento que reunisse em um único lugar todas essas novidades para os aficionados aos gêneros, o conhecidos nerds.

Comic-Con Experience, maior convenção sobre cultura pop da América Latina, teve início na última quinta-feira (04) na São Paulo EXPO Imigrantes – segundo os organizadores do eventoesperam receber mais de 20 mil visitantes por dia. Como não podia ser diferente a equipe do Recanto Adormecido marcou presença nos dois primeiros dias do eventos (04 e 05 de Dezembro), aonde pudemos percorrer todo o evento e participar de painéis que apresentaram notícias exclusivas sobre diversas produções do cinema, no caso a Paramount Pictures e ainda 20th Century Fox.

Além disso, ao andar pelos corredores da CCXP conseguimos reunir um galeria exclusiva (bastante completa) com mais de trezentas imagens do evento (contendo imagens de estandes com miniaturas colecionais que chegaram exclusivamente para o evento),  cosplays que encontramos nos corredores, fotos do público em geral. Para dar uma panorama geral do que ocorreu nos dias que estivemos no evento, fizemos uma pequena resenha dos eventos e painéis do auditório Thunder o qual você confere abaixo.

crédito das fotos.: equipe Recanto Adormecido.

DIA 04/12 (quinta-feira)
10h – COLETIVA DE IMPRENSA – auditório Thunder

Começando pontualmente no horário marcado a coletiva contou com diversos veículos jornalísticos do Brasil. No palco os organizadores do evento (composto pelos sócios do site Omelete e da Comic Con Experience) contaram um pouco mais sobre a história do projeto, sobre os desafios de trazer um evento desse porte ao Brasil  e claro o que a imprensa poderia esperar para o próximos 4 dias de eventos.

13h – ABERTURA OFICIAL ao público.

Apresentada por Érico Borgo o painel trouxe ainda a presença de Renato Nery, Diretor da SP Cine (Secretaria de Cultura do Município de São Paulo) que comentou um pouco mais sobre o papel cultural do evento na cidade de São Paulo além de falar dos desafios e o que podemos esperar da ajuda do governo em novos em eventos. Mencionou ainda da ideia que está surgindo da cidade organizar um virada “nerd”, algo parecido com a conhecida virada cultural, mas no caso, essa seria focada exclusivamente em conteúdo da cultura pop. O painel teve presença ainda de Juliana Pestana, coordenadora de Turismo de Negócios da SPTuris, que comentou um pouco sobre o primeiro contato da organização do evento com a prefeitura foi feito há quatro meses, e que o projeto a interessou logo de cara, sendo incluído oficialmente como um evento no calendário da cidade. E acabou revelando ainda que o evento era desconhecido para ela “… sinceramente eu não conhecida a Comic Con, e não fazia ideia de seu potencial.”.

Além do bate papo sobre como foi viabilizar o evento e como a Prefeitura está apoiando, Pierre Mantovani anunciou oficialmente a Comic Con 2015, que acontecerá de 3 a 6 de Dezembro no mesmo local.

Para encerrar o painel de abertura da Comic-Con Experience, foi apresentado o trailer oficial do mais novo filme da aclamada franquia “Cavaleiros do Zodíaco” – a animação Cavaleiros do Zodíaco Soul of Gold. Em língua japonesa e com legendas, o pequeno teaser trailer apresenta os Cavaleiros de Ouro e da ênfase ao cavaleiro Aioria de Leão.

14h – CHAVES 30 ANOS

Painel bastante especial para todos brasileiros que tiveram suas infâncias preenchidas pelas peripécias da turma do chaves, se tornando uma das séries televisivas mais queridas da história da TV brasileira. Apresentada por Carol… o painel contou com a ilustre presença de Édgar Vivar, que viveu diversos personagens – entre eles os mais conhecidos “Nhonho” e “Sr. Barriga” na atração. Durante a entrevista Égdar Vivar, que agora está bastante magro, comentou diversas curiosidades sobre a série, abordando detalhes sobre a seleção (cast) de todos os atores, detalhes sobre todo o processo de gravação dos episódios e ainda falou um pouco mais sobre as ideias para criação dos roteiros – assinados todos eles por Roberto Bolaños, que faleceu recentemente. Se mostrando bastante a vontade em toda entrevista, brincando e sorrindo facilmente para plateia presente no auditório Thunder, ele ainda comentou sobre acidentes ocorrido durante as filmagens – aonde ele mesmo quebrou o cotovelo em cena. Perguntado qual seu episodio favorito da série ele tentou desviar o assunto, mas acabou revelando que não foi, como muitos achavam que era, o nostálgico episódio de Acapulco. Muito pelo contrário ao mencionar sobre as filmagens dele Édgar falou que

“Foi horrível, cansativo e bastante demorado. Devido especialmente ao calor insuportável que estava nos dias das gravações.”. 

Ele ainda descreveu uma enorme dificuldade com seu bigode devido ser colado, fica quase sempre saindo por causa do calor excessivo, além nos dias de filmagens o hotel aonde foram feitas as locações estavam repletos de americanos, o que atrapalhou toda a produção – que levou praticamente uma semana para finalizar as gravações.

Ele ainda comentou sobre como foi viver o personagem Nhonho, filho do Sr. Barriga,

“Nunca gostei da peruca usada pelo Nhonho, nem os dentes pois ela tudo falso e ainda tinha que mudar bastante a voz para interpreta-lo.”.
 

Um dos momentos que levou o publico ao delírio e fez todos os ali presentes se emocionar foi o vídeo especial, com imagens registradas por Édgar Vivar com uma câmera pessoal Super 8, aonde revelou muitas cenas dos bastidores das filmagens, almoços e reuniões em conjunto e ainda das viagens que todos faziam juntos para gravações – aonde podemos ver com clareza que a felicidade de todos não estavam apenas em cena e sim em toda produção, eram amigos de verdade por trás das câmeras. Além disso também foi apresentado fotos e vídeos inéditos de turnês da turma pela americana latina, que infelizmente não passou pelo Brasil, o vídeo mostrou ainda apresentações ao vivo do show com chapolim e chaves.

“O que guardo com maior carinho é que quando vejo pessoas falado sobre Chaves ela sorriem, isso é maravilhoso. O mundo precisa de mais alegria, mais felicidade. Sou muito grato por ter participado e visto o programa estimar tantas gerações.”
 

A organização do evento finalizou o painel, realizando uma simbólica homenagem a Roberto Bolaños, com um copilado de vídeo e imagens do ator.

14h – SEAN ASTIN: UM GOONIE NA TERRA-MÉDIA

Talvez o convidado mais esperado do primeiro dia de convenção, o ator norte-americano Sean Astin conhecido por papéis nostálgicos da década de 80, como Mikey no clássico “Os Goonies” (1985), no filme Rudy (1993) e claro por dar vida ao heroico hobbit Sam Gamgee na trilogia “O Senhor dos Anéis”. Logo que entrou no palco Sean se mostrou bastante confortável e muito simpático com todos presentes, se mostrando bastante experiente em tal evento (ao interagir com fãs) usando e abusando de brincadeiras e trazendo muitas curiosidades não apenas dos filmes os quais trabalhou mas também de sua vida pessoal e claro sobre trabalhos em Hollywood. Ele iniciou comentando sobre como foi trabalhar com o cineasta Peter Jackson, mencionou ainda que ficou feliz por não usar maquiagem exagerada em seu personagem, como foi com os elfos, anões.

Sean comentou que ao receber a noticia sobre que poderia viver Sam em O Senhor dos Anéis ele se mostrou surpreso, e bastante curioso.

“Meu agente me disse que eu era perfeito para interpretar Sam em O Senhor dos Anéis. Eu perguntei o que era O Senhor dos Anéis. Aí li o livro, me apaixonei pelo personagem. Sam é leal, confiável, amigo, eu o amo. Mas perguntei: eu não podia interpretar Aragorn?”

O momento mais nostálgico para o público presente, foi sem dúvida quando em certo momento da entrevista ele resolve fazer uma versão “pocket” do famoso juramento de “Os Goonies” – o que levou todos ao delírio literalmente.

“Eu nunca trairei meus amigos de Goon Dock / Ficaremos juntos até o fim do mundo / Pelo céu e o inferno e a guerra nuclear / Bons amigos como nós grudam como piche / Na cidade ou no campo, na floresta ou deserto / Eu me declaro orgulhosamente um Goonie.”

Ainda comentando sobre curiosidades ao responder, assim como muitos atores do elenco, o que ele ganhou de presente de Peter Jackson para guardar de lembrança de seu personagem, ele comentou que ficou com diversos itens dos filmes que já trabalhou mas que infelizmente  o ator revelou que a mãe dele acabou jogando fora o mapa do tesouro usado nas filmagens de “Os Goonies”.

Outro ponto bastante divertido foi quando ele mostrou aos fãs sua tatuagem de o “O Senhor dos Anéis”, feita por ele e outros oito atores que participaram da saga. Falando sobre projetos futuros ele comentou sobro rumor existente há tempos sobre uma continuação do clássico “Os Goonies”, aonde o cineasta (e produtor do longa original) Steven Spielberg poderia ter dirigido algumas cenas do longa-metragem.

“Sim, Spielberg dirigiu algumas cenas do filme. Uma delas foi a que eu beijo Andy (Kerri Green). Certamente um novo filme com os Goonies vai acontecer, eu só não sei quando”, afirmou o ator, que ainda brincou com o mistério sobre uma possível sequência de “Os Goonies”. “Poderia ser com um navio pirata na Amazônia”, divertiu-se o ator”.

Depois de tantas brincadeiras ao longo da entrevista ele ainda achou tempo para brincar com o trânsito de São Paulo, aonde adorou as ruas da cidades mas que gosta ainda mais andar de helicópteros. Ele ainda atendeu um pedido de um fã presente para fazer a voz do Raphael das Tartarugas Ninja (da série animada exibida entre 2012 e 2014), e ainda mencionou que inicialmente não se interessava nem um pouco nos desenhos. Muito pelo contrario ele achava muito estranho um desenho infantil usar nome de personagens principais de pintores renascentistas – Leonardo, Michelângelo, Donatello e Rafael são nomes inspirados em grandes gênios do Renascimento.

Sean Astin, ainda tentou fazer uma brincadeira com o público tentando falar uma frase em português, o que iria utilizar como apoio algo ou algum tradutor da internet, porém infelizmente não conseguiu realizar o desejo devido aos problemas com a rede Wi-fi do local.

Para fechar sua entrevista Sean aproveitou a pergunta sobre o que achava de ser reconhecido mundialmente por seus trabalhos na televisão e cinema.

“Eu particularmente sei muito bem o poder que a música e o cinema tem no mundo inteiro. Por isso procuro dar o meu melhor em projetos que realmente sejam importantes para as pessoas.”

18h – PARAMOUNT PICTURES 2015

Apresentado por Érico Borgo o primeiro painel da CCXP 2014 voltado exclusivamente para os lançamento do cinema, o estúdio revelou logo no início da apresentação uma cena exclusiva – e bastante estendida – de um dos principais sucessos do verão americano deste ano, As Tartarugas Ninja. O material, que traz uma eletrizante cena de ação com cenas não utilizadas no filme original, estará disponível como extra nas versões em DVD e Bluray do filme, a plateia presente gostou bastante da cena e se mostrou muito empolgada.

Logo após a exibição os produtores Andrew Form e Brad Fuller, parceiros de do cineasta Michael Bay na produtora Platinum Dunes, subiram ao palco Thunder aonde foram logo de cara questionados se esperavam um sucesso desse tipo em terras brasileiras. Ambos comentaram que sabendo que estavam trabalhando em um grande franquia, bastante nostálgica do inicio da década de 90, era evidente esperar sucesso, mas claro que chama atenção. Eles comentaram ainda sobre como foi o processo de criação do filme através da tecnologia de captura de movimento, e claro das cenas em CGIs em cenas de ação, e afirmaram ainda que a sequencia para o longa está mais que confirmada – prevista para 2016 trazendo novamente Megan Fox e Will Arnett.

O painel do estúdio também revelou novidades sobre o misterioso próximo projeto, o filme chamando “Projeto Almanaque”, que teve uma exibição de mais de quinze minutos. Produzido pelo cineasta Michael Bay e dirigida pelo estreante Dean Israelite o longa acompanha um grupo de jovens que descobrem planos secretos para a construção de uma máquina do tempo e resolve colocá-los em prática. Porém, são confrontados com inesperadas complicações. Vale lembrar que a ficção científica sobre viagem no tempo foi realizada a partir do estilo de “filmagem encontrada” (também conhecido como found footage)O que podemos dizer sobre o filme, após assistir a prévia, é que muito provavelmente vai levar ao delírio os fãs do gênero – mas sentimos que além de ser uma história bastante fraca e nada original, esse estilo de filmagem deixa extremamente limitado as ações do diretor, causando desconforto e tirando a todo momento a atenção do público. Algo que gerou algumas perguntas dos fãs questionando sobre o roteiro por ser bem previsível e de certa forma “bobo”. Porém resta aguardar o lançamento do longa, e ver o material completo se traz alguma novidade não apresentada.

Para finalizar o painel a dupla de produtores comentaram sobre a história de sua empresa, onde inicialmente em 2002 trabalhavam apenas com filmes do gênero de horror/terror, mas com a entrada de Michael Bay nela eles se aventuraram pela primeiras vez em outros gêneros, com As Tartarugas Ninjas. Eles ainda, para delírio de todos, confirmaram um novo filme da franquia Sexta-Feira 13 focado totalmente no personagem Jason e que muito provavelmente terá ambientação nos anos 80. Mencionaram também que o longa de forma alguma será um remake, sua trama abordará o passado da mãe dele – perguntados sobre a censura do filme ambos afirmaram que “..o longa definitivamente será para maiores de idade (18 anos)”, o que deixa a certeza de muito sangues, gritos e claro muitas mortes para os fãs.

Mas claro que o especial foi deixando para o final, todos presentes estavam muito apreensivos para assistir em primeira mão o tão esperado trailer oficial (exclusivamente revelado pelo evento) do mais novo filme da franquia “Terminator”, o longa O Exterminador do Futuro que chega aos cinemas em 02 de Julho de 2015. O que ninguém esperava é quem iria apresentar com exclusividade o trailer (legendado por sinal), quando o telão apresentou Arnold Schwarzenegger ninguém conseguiu se conter, gritos, aplausos e muito mas muita felicidade. Trazendo em sua abertura suas frases clássicas utilizadas nos filmes os quais protagonizou “Hasta la vista, baby!”e “I’ll be back“. O trailer trouxe uma panorama geral do que podemos esperar do longa, aonde boa parte da cronologia original está bem modificada e traz Arnold Schwarzenegge como um exterminador mais velho.

A trama do mais novo Terminator terá total relacionamento com toda a franquia do filme, recriando cenas dos dois primeiros longas da série e também revelando que Sarah Connor foi criada por T-800. O filme também conta com um híbrido de homem e máquina como seu principal antagonista. Depois de assistir a prévia podemos afirmar, tomando cuidado para não ter uma opinião prematura ainda (sem saber ao certo como a cronologia será afetada ao certo), podemos dizer que o potencial do filme é enorme, com efeitos visuais muito bem acabados, tanto CGIs como fotografia e claro trazendo como diretor Alan Taylor (de Game of Thrones e Thor – O Mundo Sombrio) e no elenco conta com Jason Clarke sendo John Conner do futuro, Jai Courtney como Kyle Reese, Arnold Schwarzenegger estrelando o T-800 e Emilia Clarke  fazendo o papel da nova Sarah Connor, J.K. Simmons (Homem-Aranha).

DIA 05/12 (sexta-feira)
15h30 -EXPANDINDO UNIVERSOS STAR WARS E WORLD OF WARCRAFT

Painel bastante concorrido pelo público, com filas de espera para o inicio, contou com a ilustre presença dos autores de ficção cientifica Christie Golden e Timothy Zahn, que comentaram na abertura como é a sensação de trabalhar com franquias adoradas e veneradas pelos fãs mundiais e baseadas em obras de outro criadores. Ambos falaram que a responsabilidade é muito grande mas que adoram isso, e acabam sendo estimulados por esse leve “pressão”.

Christie Golden foi a todo momento dentro da convenção muito atenciosa com todos que a abordavam, sempre respondendo as perguntas, tirando fotos e autografava seus livros sobre o universo de Warcraft para os fãs da Blizzard. Ela comentou bastante sobre todo o processo de criação e rotina que ela exerce e que inicialmente ficou muito espantada quando foi convidada para para escrever sobre a franquia, falou ainda também sobre o seu primeiro trabalho com a série Warcraft, Lords of the Clan de 2001.

“Eu não esperava por isso [ser escolhida para escrever em WoW]. Era um dia comum, meu agente me ligou e perguntou: ‘O que acha de escrever para World of Warcraft?’. Eu respondi: ‘Claro!’. Fiquei muito emocionada. Sinto que sou uma privilegiada por ter entrado neste mundo”, explicou, deixando um leve sorriso de boas lembranças para quem quiser ver.

Sinceramente meu primeiro contato com a história de Warcraft foi um pouco difícil, pois na época, eu não sabia nada desse mundo e tinha seis semanas para escrever o livro. Mas trabalhando com Chris Metzen (vice-presidente senior de história e da franquia Warcraft) e foi de grande ajuda, sempre respondendo questões inesperadas. 

O momento que causou mais apreensão a todos foi quando ela mencionou sobre o esperado filme Warcraft que conta com direção de Duncan Jones e tem no elenco nomes como Paula Patton, Travis Fimmel e Toby Kebbell. Ela disse que esteve presente nos sets de filmagens do longa e que ficou simplesmente fascinada com a reprodução do detalhes de cenários (não contando claro com os fundos verdes “Chroma key”) e toda ambientação.

Eu não posso dizer muito sobre o filme, mas os cenários, os figurinos… posso afirmar que são simplesmente fantásticos. Os fãs certamente iram se identificar facilmente com a ambientação.

Durante o painel Timothy Zahn, autor e guru daquela mitologia, comentou sobre como foi ser chamado para escrever e dar novos rumos a Star Wars, e qual foi a sensação ao escrever os livros da trilogia de Thrawn que amplia/expande o universo de Star Wars.

“Foi emocionante, mas fiquei ansioso para agarrar a oportunidade. Foi um sonho realizado, e então já comecei a trabalhar integralmente nisso. Pensei que se o George Lucas tinha vindo do nada e teve todo esse sucesso, eu também poderia ter”, disse Zahn. 

Zahn falou um pouco sobre o tão esperado filme Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força dirigido por J.J. Abrams que recentemente ganhou seu teaser trailer promocional. Ao julgar pelo que ele viu na prévia e pela sinopse oficial ele imagina que algumas histórias serão realmente deixadas de lado, principalmente relacionadas ao universo paralelo da saga, mas ele afirma que isso não é uma coisa tão ruim e que os fãs não devem ficar desapontados.

“Muitos elementos originais e personagem desse universo (paralelo da saga) podem em algum momento serem utilizados nessa nova franquia. Você não devem ficar desapontados ou mesmo preocupados no momento, lembrem-se que a Disney investiu 4 bilhões nesse negocio e claro que ela não deixará nada engavetado.”, disse Zahn. 

16h30 – 20th CENTURY FOX

Apresentada por Érico Borgo o painel de um dos seis maiores estúdios de cinema dos EUA, que durou cerca de 45 minutos, focou exclusivamente em trazer material sobre suas futuras produções. Começando em alto estilo a apresentação deixou todos atônicos com um vídeo mais que especial, com uma trilha exuberante, reunindo diversas cenas de clássicos que fizeram história do estúdio o que fez boa parte dos presentes vibrarem a cada trecho de filmes do universo nerd.

O painel trouxe ainda, o trailer oficial, lançado já algum tempo, do terceiro filme da franquia estrelada por Ben Stiller, Robin Williams, Owen Wilson – a aventura Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba. Outro material exclusivo para o evento foi os conteúdos relacionados a animação Os Pinguins de Madagascar, dirigida por Eric Darnell e Simon J. Smith. Foram apresentados uma cena estendida trazendo os animais mais pirados dos cinemas, mas em fase infantil (muitos bonitos por sinal) onde mostram um pouco do que podemos esperar do filme, uma sessão de muita aventura cheia de ação cômicas com esses personagens divertidíssimos. Esse clipe foi apresentado pelos dubladores na versão original Benedict Cumberbatch e John Malkovich, arrancando aplausos de todos, que brincaram na apresentação (que foi revelado um pequeno vídeo dos bastidores) sobrando até para Cumberbatch mostrar solidariedade com os brasileiros com a derrota na Copa do Mundo (claro em tom de brincadeira).

Também foi apresentado durante o painel o conhecido trailer do filme Busca Implacável 3, estrelado novamente por veterano Liam Neeson e ainda com Maggie Grace e Famke Janssen. Na direção o longa conta o retorno do francês Olivier Megaton e tem estreia prevista para 08 de Janeiro de 2015.

Sem dúvida alguma, acredito que foi o sentimento compartilhado por todos que deixavam o painel, o que mais chamou a atenção para a presentação da Fox foi as cenas estendidas do longa ação Kingsman: Serviço Secreto, dirigido por Matthew Vaughn (dos recentes sucessos “X-Men: Primeira Classe” e “Kick-Ass: Quebrando Tudo “). O longa mostrou ter um potencial absurdamente bom, trazendo no elenco nomes de peso como Colin Firth, Michael Caine e ainda apresentando o ator Samuel L. Jackson em uma versão super bem elaborada como um vilão do filme de forma muito estilizada tanto em seu figurino, se apresentando com um rapper americano, e com uma atuação muito boa e jovial.

Me arrisco à dizer , claro para aqueles que apreciam o gênero de ação, que Kingsman: Serviço Secreto pode ser o grande destaca do ano, pois conta com uma direção primorosa nas cenas de ação se utilizado de planos que acompanham a todo momento as lutas, mesclado ainda com um trilha sonora bastante impactante. Sobre a trama podemos dizer que o filme consegue trazer cenas ações ótimas, uma fotografia muito adequada para cada cena (vista nos trechos), com cenas cômicas quando necessário, mas trazendo um elemento que enriquece ainda mais o projeto ao ser ambientado em Londres e trazendo toda elegância britânica (além do sotaque inglês que se faz perfeitamente necessário no projeto).

————-

Em resumo geral esses foram os painéis que cobrimos lá na Comic Con Experience 2014, e se você quiser acompanhar mais desse evento, ainda existem ingressos a venda nas bilheterias para os próximos dois dias, e você vai poder ter um pouco dessa experiencia que é a primeira Comic Con no Brasil e que promete ficar para sempre a partir de agora.

Como todo evento de grande porte nós do Recanto Adormecido, precisavamos saber o que o público estava achando desse que é um marco da Cultura Pop no Brasil e fomos atrás de visitantes para saber a opinião deles, trazendo os elogios e claro as criticas, que sempre podem ser encaradas como construtivas para um evento que está começando e tem tudo para se tornar um marco para os próximos anos na cidade de São Paulo.

Na pausa de um painel para outro no auditório Thunder conversamos com a Camila Miranda (21 anos – São Paulo-SP), que disse…

“É maravilhoso estar em um evento desse porte pela primeira vez no Brasil, porém estamos presenciando diversos probleminhas que espero que resolvam para os próximos dias e edições, não estamos conseguindo ter acesso a internet,a Rede Wi-fi e  3g simplesmente não funcionam aqui dentro e lugar nenhum do evento… aqui (no auditório Thunder) o áudio está muito ruim e baixo, quase não dá para ouvir os entrevistados pois não estão aumentando o volume dos microfones e a tradução simultânea está péssima.”

No mesmo local o Rodrigo Augusto (22 anos – São Paulo-SP), que estava junto com a Camila, nos complementa,

“O palco dos entrevistados deveria ser mais alto que o publico, pois não conseguimos ver nada, eles estão no mesmo nível, está bem ruim de ouvir, ver e entender o que está sendo conversado… mas o evento como um todo está uma delicia.”

Caminhando pelos estandes avistamos Pedro Henrique (35 anos – Ribeirão Preto-SP), cheio de sacolas, e aproveitamos para perguntar como estava os estandes e as compras, “Está maravilhoso para comprar, muitas coisas novas, um action figures maravilhosos que não encontra em lugar nenhum no Brasil, aproveitei como você pode ver, para fazer umas compras e aumentar minha coleção.”

Mas a Juliana Freire (25 Anos – São Paulo-SP) que estava observando os estandes e indignada com os preços e o evento nos falou,

“Esse evento é muito bla bla bla, um monte de estande falando que é lançamento, mas estive em San Diego, e muita coisa que eles falaram ser lançamento aqui, tinha sido lançado lá primeiro, ou seja, tudo para subir os preços, algo que comparado a San Diego está tudo muito caro… o evento por ser primeira edição está organizado, porém não tem nem comparação com San Diego, lá tem muitos eventos acontecendo, aqui não tem quase nenhum evento nos estandes, apenas eventos para vender algo, e não para entreter o publico.”

Já o Cleber Fárias (41 anos – Mogi das Cruzes-SP) que já está acostumado a ir em eventos em San Diego, Anime Friends, e outros eventos parecidos, disse

“Parece o Anime Friends Brasileiro, só que o publico aqui é mais adulto do que o publico de anime, é um publico mais maduro, porém faltou a emoção da Comic Con de San Diego e do próprio Anime Friends, não tem brilho, veja, muita gente andando para lá e para cá sem ter o que fazer, apenas sendo obrigado a entrar na onda do consumismo desenfreado.”

As filas dos auditórios foi algo que revoltou muitos visitantes, falamos então com alguns visitantes que estavam na fila imensa e que não conseguiram assistir ao painel da Fox, Bruna Andrade (20 anos – Santos-SP) “eles erram em deixar pessoas sem participar de painéis e alguns casos quase todos os painéis grandes”, já o Robson Feliciano ( 23 anos – Araraquara-SP), nos reclamou.

“A organização deveria ter mais respeito com o público, sei que lá fora acontece isso, mas vamos continuar seguindo os exemplo ruins da organização de lá, o certo era pegar os exemplos bons e corrigir as coisas ruins de lá, para quem sabe servir de exemplo, e eles utilizarem lá fora os bons exemplos daqui. Senão vai acabar virando um plágio meia boca da Comic Con de fora.”

Conversando com um convidado do evento que preferiu não se identificar, fez duras críticas mas também elogios ao evento.

“Sem dúvida promete se tornar um dos melhores eventos da cultura pop que o Brasil já teve, porém muitos erros bestas que poderia ter sido evitados, fora algumas desorganizações com convidados e imprensas não terem um lugar apropriado ou uma fila própria para os auditórios, o que acabava não dando para assistir muitas coisas, pois sempre tinha que chegar próximo dos horários para tentar assistir, porém a fila era a mesma para o publico, imprensa, convidado e os acentos também não eram reservados para convidados e imprensa, o que dificultou muito conseguir assistir algo bacana.” e outro convidado que estava com ele disse “Sim, sem dúvida isso foi um problema, vi muita gente desgostosa com isso, inclusive amigos da imprensa, que não estavam conseguindo trabalhar direito, pois não tinha acesso aos auditórios e quando conseguia ficava muito distante e não tinha como cobrir adequadamente os eventos dos painéis e estava difícil pegar fotos de alguns atores, pois não tinha um local exclusivo ou adequado para a imprensa registrar os momentos com os atores e/ou convidados.”

Já a conversa com os expositores era tudo mil maravilhas, todos contentes com o número de vendas acima do esperado e com a organização do evento. No geral, ainda mais por se tratar de ser o primeiro evento desse porte no Brasil, a Comic-Con Experience teve um saldo relativamente positivo, mas que precisava evoluir bastante para querer ser comparado a versão mais conhecida em San Diego na Califórnia.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 dezembro, 2014 09:30


Escreva um comentário

7 Comentários

  1. Rodrigo dezembro 6, 14:30

    Evento simplesmente foda!! Tinha tudo que gosto e bem diversificado.

    Adorei o artigo bem detalhado e bem explicado para quem por alguma infelicidade não conseguiu ir!

    Responder a esse comentário
  2. Gabriel Mello dezembro 6, 17:14

    Nossa fiquei com água na boca, devia ter ido, pena que estava sem grana =/

    Responder a esse comentário
  3. Tamires dezembro 6, 21:53

    Adorei as fotos, obrigada por trazer um pouco dessa experiencia para meu lar… kkkkk sei que não chega aos pés de estar lá, mas já deu para sentir a vibe e ano que vem quero estar lá!

    Responder a esse comentário
  4. Giovanni Dias dezembro 7, 09:21

    Melhor evento 4ever!

    Responder a esse comentário
  5. Daniela dezembro 7, 15:43

    Nossa quantas fotinhos, peguei todas para ter em minha coleção de fotos do evento, espero que não se importe! Se usar dou os créditos!

    Responder a esse comentário
  6. Fabiola dezembro 7, 19:22

    Chega de cospobre agora chegou a era dos verdadeiros cosplay no brasil, que venha CCXP 2015!

    Responder a esse comentário
  7. Leonardo Hulk dezembro 7, 23:59

    Amei o evento e que painel foi aquele da fox? Senhor amado quase tive um infarto!

    Responder a esse comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel