“Diz Aí Fronteiras”, série documental do Futura, mostra sonhos e expectativas de jovens no Brasil, Argentina e Uruguai

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 13 novembro, 2014 11:27

Cerca de 200 jovens, seus familiares, representantes de ONGs, universidades e escolas de quatro cidades da fronteira entre Brasil, Argentina e Uruguai participam do “Diz Aí Fronteiras”, que estreia no próximo dia 17, às 21h15, no Futura. Gravado em de Santana do Livramento e Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, Paso de Los Libres, em território argentino, e Rivera, em solo uruguaio, o programa mostra a diversidade cultural e socioeconômica, os hábitos, as expectativas, as oportunidades e os desafios que marcam o dia a dia na divisa entre os três países, sob a ótica da juventude local.

Futura-Diz Aí Fronteiras-PROMO-13NOVEMBRO2014-02

Futura-Diz Aí Fronteiras-PROMO-13NOVEMBRO2014-01

Os temas tratados nos cinco episódios são fruto dos debates conduzidos durante as oficinas realizadas pela equipe de Mobilização do Futura, em parceria com o CAMP, de Porto Alegre, e a TV OVO, de Santa Maria, em janeiro e fevereiro deste ano. Com idades entre 15 e 18 anos, os estudantes dos quatro municípios foram estimulados a refletir sobre a relação entre a comunicação e a cidadania, tendo como eixos norteadores a educação, o enfrentamento à pobreza e à desigualdade social.

“Com a realização de lançamentos presenciais, temos a chance de retornar às comunidades para apresentar o resultado do projeto, ou pelo menos o resultado das ações – que são os vídeos. Acreditamos e esperamos que o projeto tenha gerado muitos outros frutos, especialmente em relação ao despertar dos jovens fronteiriços para a cidadania, para o envolvimento com as questões de suas comunidades”, afirma Ana Paula Brandão, gerente de Mobilização e Articulação Comunitária do Futura. “Durante esses encontros, os membros dessas comunidades têm mais contato com as aspirações dos jovens, sabem o que eles pensam, desejam e esperam dos lugares onde vivem, especialmente no que diz respeito ao trabalho, estudos, lazer. É uma forma de fomentar uma sociedade mais igualitária, sem preconceitos, com mais irmandade”, conclui.

Sempre as segundas e quartas-feiras, com cerca de dez minutos de duração, a série começa a ser exibida no dia 17 e tem cinco episódios. No primeiro, filmado em “Riveramento”, como é chamada a fronteira entre Santana do Livramento e Rivera, jovens contam como é a vida nestas cidades. Dos intercâmbios comerciais possibilitados por uma fronteira seca, separada somente por uma rua, às trocas culturais experimentadas por brasileiros e uruguaios, que vão da música ao chimarrão, do portunhol à televisão.

Futura-Diz Aí Fronteiras-PROMO-13NOVEMBRO2014-03

No segundo (19/11), gravado em Passos de Los Libres, jovens de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, e da cidade argentina abordam os fatores que unem e afastam representantes das duas nacionalidades, na fronteira. Apesar de separados por uma ponte – e suas barreiras burocráticas -, ritmos, danças e festas populares, memórias e saberes levam a região, sob o ponto de vista cultural, a parecer uma só nação.

Os sonhos e as expectativas de jovens da fronteira entre os três países são destaque no terceiro episódio (24/11). As escassas oportunidades de estudo e trabalho na região, que impõem a migração como única opção de crescimento para a maioria, e as angústias de quem não pode permanecer junto à família, como forma de tentar continuar estudando e buscando um futuro diferente para si, são trazidas à tona pelos protagonistas. O quarto episódio (26/11) traz a percepção dos jovens sobre a produção de material audiovisual, considerada uma ferramenta importante para a transformação social e expressão cultural. A visão da juventude local sobre o conceito de política, e como ela se encontra presente no dia a dia da comunidade, também é um dos temas centrais.

No quinto e último episódio da série (01/12), as diferentes formas de preconceito sofridas pelos jovens – seja pela cor da pele, estética, opção sexual ou estilo de vida – são apresentadas. Como os cidadãos fronteiriços são tratados pela população das regiões centrais de seus países, e os estereótipos apresentados pela sociedade e pela mídia também são abordados na conclusão dos documentários.

O projeto “Diz Aí Fronteiras”

O “Diz Aí Fronteira” é fruto de projeto audiovisual do Canal Futura em parceria com o CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina, que ressalta como o uso do audiovisual pode contribuir para a transformação social. A iniciativa teve início em dezembro passado, com a seleção de 200 jovens da região para participação em oficinas de formação cidadã e de produção audiovisual. As oficinas foram ministradas por equipe multidisciplinar, ligadas às instituições parceiras do projeto: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSUL), Serviço Social do Transporte (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat). O seminário “Cinema e TV, a arte que aproxima”, com palestras de três cineastas – o brasileiro Luiz Alberto Cassol, o uruguaio Yamandú Testa e o argentino Axel Monsú – também integrou a grade de ações do projeto.

As fronteiras são espaços marcados pela diversidade geográfica, étnica e cultural. No Brasil, essas regiões convivem com uma significativa concentração de renda e com desigualdades sociais. O impacto dessa conjuntura atinge diretamente a população jovem. Nesta edição, o projeto “Diz Aí” busca valorizar a identidade dos adolescentes das cidades fronteiriças e a sua capacidade de atuar como protagonista para o desenvolvimento local. Mais informações em www.dizai.org.br, onde também estarão disponíveis os programas desta edição.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 13 novembro, 2014 11:27


Escreva um comentário

1 Comentário

  1. Karina março 19, 12:42

    Muito interessante ! Eu acho que é justo que as emissoras de fazer esse tipo de abordagem para a juventude, eu gostaria de ter documentários tal conteúdo. Eu compartilho uma série documental que aborda questões de tipo de seguro social que possam interessar , é chamado VICE , e está atualmente em sua terceira temporada. Esta série é composta de partos onde horas de show relatórios semestrais muito interessantes de todo o mundo. Vale a pena ser visto , saudações.

    Responder a esse comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Transformers - O último Cavaleiro

Facebook

Homem Aranha: De volta ao Lar




Tal mãe Tal Filha