O músico argentino DANIEL PIAZZOLLA, neto do mestre ASTOR PIAZZOLLA, comanda o sexteto ESCALANDRUM em única apresentação no MIRANDA

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 agosto, 2014 14:07

O músico argentino DANIEL PIAZZOLLA, neto do mestre ASTOR PIAZZOLLA, comanda o sexteto ESCALANDRUM em única apresentação no MIRANDA

Pela primeira vez no Rio de Janeiro, o grupo argentino ESCALANDRUM, liderado pelo baterista Daniel “Pipi” Piazzolla, mostra o melhor da música instrumental portenha em única apresentação na Miranda, quarta-feira, dia 13 de agosto.

O grupo, criado em março de 1999 por Daniel “Pipi” Piazzolla, neto do mestre Piazzolla, faz uma personalíssima mistura do jazz com a sonoridade única da música argentina. O nome do grupo surgiu da fusão das palavras “escalandrún”, – uma espécie de tubarão que Daniel costumava pescar com seu pai Daniel e seu avô, Astor  – e “drum”, a palavra inglesa para tambor. Já grvou sete discos e tem 14 anos de estrada.

Em sua passagem pelo Brasil, o ESCALANDRUM mostrará o repertório do CD Piazzolla plays Piazzolla”, com clássicos do repertório do mestre do bandoneón, como “Libertango”, “Adiós Nonino”, “Tanguedia 1”, “Buenos Aires Hora Cero”e “Oblivion”. Este disco foi indicado para o Grammy Latino e ganhou o “Gardel de Oro”, o maio prêmio musical da Argentina. O sexteto se apresentará também em São Paulo e no Festival de Jazz de Garanhuns. O mais recente álbum do grupo, “Vertigo”, levou o prêmio do melhor disco de jazz de 2013.

O ESCALANDRUM obteve grande reconhecimento em Buenos Aires rapidamente, seguindo em turnê pela América Latina e Europa, tendo com destaque a sonoridade original e a intensidade de suas performances ao vivo. Em 2002, foi citado pelos jornais Clarín e La Nación como a maior revelação do ano. Em 2003, o sexteto foi escolhido pela Fundação Konex como uma das expressões mais importantes da música popular argentina.

A carreira do ESCALANDRUM sempre se baseou na inovação e na busca de uma identidade musical autêntica. Em suas apresentações, o sexteto leva ao jazz matizes do tango, do folclore argentino, com texturas e improvisos de outros gêneros. O resultado é uma música urbana de personalidade própria, que qualifica o grupo como um dos maiores expoentes da música argentina contemporânea.

Em 13 anos de carreira gravaram seis discos, com mais de 300 apresentações em vinte países. Foi o primeiro grupo argentino convidado para o Bridgestone Music Festival, em São Paulo. Além de Daniel Piazzolla, o  Escalandrum é formado por Nicolás Guerschberg (piano), Mariano Sívori (contrabaixo), Damián Fogiel (sax tenor) , Martin Pantyrer (clarinete baixo e sax barítono), Gustavo Musso (sax alto e soprano).

SERVIÇO
“Piazzolla Plays Piazzolla” por ESCALANDRUM
Data: 13 de agosto
Horário: 21h30
Miranda – Espaço Lagoon
Endereço:
Avenida Borges de Medeiros, 1424 – Lagoa
Tel: (21) 22390305

Preços:

  • Setor Um Tom Acima – Clientes Nextel, Fidelidade Miranda, Clube Sou+Rio O Globo e beneficiários de meia entrada R$ 80 / Com Jantar R$ 140
  • Setor Notável – Clientes Nextel, Fidelidade Miranda, Clube Sou+Rio O Globo e beneficiários de meia entrada R$ 60 / Com Jantar R$ 120
  • Setor Sustenido – Clientes Nextel, Fidelidade Miranda, Clube Sou+Rio O Globo e beneficiários de meia entrada R$ 40 / Com Jantar R$ 100

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 agosto, 2014 14:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

De Repente uma Família

Facebook

O Doutrinador