Com início de filmagens, longa nacional IRMÃ DULCE ganha primeiras IMAGENS!

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 17 abril, 2014 11:00

Com início de filmagens, longa nacional IRMÃ DULCE ganha primeiras IMAGENS!

As atrizes Bianca Comparato e Regina Braga serão a protagonista quando jovem e a partir dos 45 anos no filme IRMÃ DULCE, que inicia seu set de filmagem hoje. Produzido por Iafa Britz (“Se eu fosse você”, “Nosso Lar” e “Minha Mãe é uma Peça”), da Migdal Filmes; distribuído pela Downtown Filmes/Paris Filmes e coproduzido por Globo Filmes e Telecine, o longa é rodado na cidade de Salvador.

As filmagens se encerram no dia 26 de maio, dia em que Irmã Dulce faria 100 anos.

Irmã-Dulce-OFFICIAL POSTER PROMO PHOTOS-17ABRIL2014-01 Irmã-Dulce-OFFICIAL POSTER PROMO PHOTOS-17ABRIL2014-02

“Irmã Dulce” terá direção do premiado diretor Vicente Amorim, que tem longa experiência em produções internacionais ambientadas em momentos importantes da História, como a ascensão do nazismo na Alemanha, na produção internacional “Um Homem Bom”, com o indicado ao ®Oscar Viggo Mortensen. Ou o drama dos japoneses que não aceitavam a derrota na Segunda Guerra Mundial, em “Corações Sujos”. Já o universo nordestino foi o tema dos primeiros longas de Amorim, “2000 Nordestes” e “Caminho das Nuvens”, este com Wagner Moura e Claudia Abreu. O roteiro de “Irmã Dulce” ficou a cargo dos experientes L.G. Bayão e Anna Muylaert.

Para viver a religiosa na juventude foi escalada Bianca Comparato (“Somos Tão Jovens”), premiada pela APCA por sua atuação na minissérie “Sessão de Terapia”, do canal por assinatura GNT. Bianca vive Dulce na juventude – período em que seu ativismo social e sua luta pelos miseráveis cresce em meio ao preconceito e à desconfiança da sociedade. Já a consagrada Regina Braga vive Irmã Dulce a partir da maturidade, quando, embora já admirada por suas ações, continua a enfrentar resistência à sua forma de atuar, inclusive dentro da própria Igreja.

Tendo como ferramentas a determinação e o amor, Irmã Dulce construiu uma obra social sem igual no Brasil, com creches, hospitais e centros educacionais. Conhecida como “Anjo Bom da Bahia”, ela impressiona por sua capacidade de conviver com todos os credos e todas as classes sociais, dos poderosos aos marginalizados. Seu perfil é o de uma mulher quase subversiva na sua ação, capaz de quebrar paradigmas pelo seu amor ao outro. Irmã Dulce lutou contra todo tipo de preconceito e sua doença respiratória incurável para, como ela mesmo dizia, fazer o que deveria ser direito básico de qualquer cidadão.

Irmã Dulce foi beatificada em 2011 e segue o processo de canonização que pode torná-la a primeira santa brasileira. Mas, na terra de Todos os Santos, ela cruzou as fronteiras religiosas, sendo respeitada e venerada por toda a população. Suas ações e capacidade de mobilização impactaram gerações, a despeito de credos ou mesmo da falta deles. Em 1988 foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz por seu trabalho incansável às populações carentes.

Todos fora já ouviram falar de Irmã Dulce. Quando me envolvi no projeto, eu estava nesta categoria – explica a produtora Iafa Britz. – Hoje, depois de ter estudado e conhecido a sua história, de uma mulher forte, capaz de dobrar de políticos e doutores a bandidos, sou uma apaixonada por Irmã Dulce. Qualquer um que entra em contato com a história dela sai diferente dessa experiência. É esse sentimento que quero compartilhar.

Para Vicente Amorim, o projeto, baseado em fatos reais como vários de seus filmes, tem características próprias que fazem dele um desafio:

A força de um filme sobre Irmã Dulce hoje é evidente. Os novos rumos que a Igreja Católica toma com o Papa Francisco, discutindo contradições do capitalismo e pregando a necessidade do clero estar nas ruas , demonstram a atualidade do ativismo de Dulce tanto do ponto de vista religioso quanto humanista. Isto é claro para todos, católicos ou não – acredita Amorim.

“Irmã Dulce” conta com a coprodução da Globo Filmes e Telecine.

A produção

O longa “Irmã Dulce” está em fase de pré-produção. São dezenas de locações criadas e adaptadas a partir de ambientes reais; e produção e reconstituição de figurinos de época que vestirão centenas de figurantes. As cenas serão rodadas em locais históricos de Salvador, como o Pelourinho e a Igreja de São Francisco. O filme vai reproduzir com riqueza de detalhes momentos marcantes, como a visita dela ao Terreiro de Mãe Menininha do Gantois e a visita do Papa João Paulo II, em 1991 quando Irmã Dulce foi ovacionada pela multidão. O lançamento está previsto para o último trimestre deste ano, quando Irmã Dulce completaria 100 anos.

Sinopse

“Irmã Dulce” conta a emocionante história da mulher que, indicada ao Nobel, chamada em vida de “Anjo Bom da Bahia” e beatificada pela Igreja, nunca se importou com títulos. A história de uma mulher cujo único objetivo era confortar os necessitados, cuidar dos doentes, amparar os miseráveis – a qualquer custo, com a ajuda de quem fosse. Capaz de atravessar Salvador de madrugada para dar colo a um menino de rua ou de pedir verba a um político em pleno palanque, Irmã Dulce enfrentou inimigos externos – o preconceito, o machismo, os dogmas – e um interno: uma doença respiratória incurável. Passou por eles com obstinação, alegria, amor e fé e construiu uma obra que, até hoje, só cresce, como cresce a devoção por ela. O filme Irmã Dulce conta de forma verdadeira e emocionante a história de uma mulher que reúne três das nossas qualidades definidoras como brasileiros: fé, alegria e obstinação.

Elenco

Bianca Comparato/Regina Braga – Irmã Dulce
Gracindo Jr. – Dr. Augusto (pai de Irmã Dulce)
Malu Valle – Madre Fausta
Zezé Motta – Mãe Menininha
Alice Assef – Dulcinha (irmã de Irmã Dulce)
Fabio Lago – Neco

Ficha técnica

Direção: Vicente Amorim
Produtora: Iafa Britz
Produtora Executiva: Camila Medina
Diretor de Fotografia: Gustavo Hadba
Direção de Arte: Daniel Flaxman
Roteiro: L.G. Bayão e Anna Muylaert

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 17 abril, 2014 11:00


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Brincando com Fogo

Facebook

Reino Gelado e a terra dos espelhos