“Democracia em Preto e Branco” mostra como futebol e música participaram da redemocratizaçã do Brasil

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 9 abril, 2014 11:00

“Democracia em Preto e Branco” mostra  como futebol e música participaram da redemocratizaçã do Brasil

O documentário “Democracia em Preto e Branco”, co-produção da TV Zero com a ESPN Brasil e Miração Filmes, é um dos selecionados para a mostra competitiva da edição 2014 do festival É Tudo Verdade (horários abaixo). Dirigido por Pedro Asbeg e com locução de Rita Lee, o filme mostra como a Democracia Corinthiana – movimento revolucionário futebolístico do início da década de 80, o nascimento das bandas de rock brasileiras e a campanha das “Diretas Já” estiveram diretamente ligadas entre si, na busca por um país mais livre e democrático.


O lançamento de “Democracia em Preto e Branco” coincide com a lembrança de dois momentos históricos – em 2014, completam-se 50 anos do golpe militar de 1964, além de 30 anos da campanha das “Diretas Já”, em 1984. Com depoimentos de músicos da geração anos 1980 do rock brasileiro, jornalistas e políticos envolvidos nas campanhas das Diretas, “Democracia” costura o pano de fundo para mostrar o movimento de ativismo político de um dos times de futebol mais populares do país, o Corinthians.

Além de protagonistas do movimento como Sócrates e Casagrande, “Democracia em Preto e Branco” também tem depoimentos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva, e de personalidades como Marcelo Rubens Paiva, Marcelo Tas, Edgar Scandurra, Frejat, Serginho Groisman e Paulo Miklos, entre outros. “O processo de produção do filme foi incrível. Tive a chance de conhecer muitos ídolos e conversar com eles sobre temas que marcaram minha juventude e que foram essenciais em suas trajetórias, além de ter sido um dos últimos a poder entrevistar o Socrates”, revela Asbeg, sobre o jogador, que faleceu em 2011, em decorrência de um choque séptico.

Democracia em Preto e Branco-PROMO PHOTOS-09ABRIL2014-02

Crowdfunding
“Nós começamos as filmagens em 2010, de forma independente, e no ano seguinte conseguimos abrimos uma campanha para levantar verba por meio de crowdfunding. ‘Democracia’ é um dos primeiros longas-metragens brasileiros a utilizar financiamento coletivo, a partir da ajuda do público, o que tem tudo a ver com o tema do filme – mais democrático, impossível”, conta o diretor. “Depois desse processo de quatro anos, temos a grande chance de exibi-lo pela primeira vez no maior festival de documentários da América Latina, um sonho que tenho desde meu primeiro curta-metragem”, afirma Asbeg.

Sinopse
“Tendo como pano de fundo a lendária Democracia Corinthiana, o nascimento das bandas de rock brasileiras e a campanha das diretas, Democracia em Preto e Branco mostra como o esporte, a política e a música se encontraram para mudar o rumo da história do país.”

Ficha Técnica
Direção: Pedro Asbeg
Produção executiva: Gustavo Gama Rodrigues e Rodrigo Letier
Locução: Rita Lee
Texto e redação: Arthur Muhlenberg
Edição: Renato Martins, edt.
Direção de fotografia: Rodrigo Graciosa
Som direto: Rene Brasil
Pesquisa: Marcio Selem
Videografismo: Renato Vilarouca e Rico Vilarouca
Identidade visual: Tiago Peregrino
Trilha sonora original: Lucas Marcier e Fabiano Krieger
Edição de som e mixagem: Damião Lopes
Correção de cor: Daniel Canela
Pós-produção: Anna Julia Werneck
Duração: 1h22’

Horários de exibição – É Tudo Verdade
Rio de Janeiro
Sábado, 05/04, 21h – Espaço Itau de Cinema Botafogo (DCP)
Domingo, 06/04, 15h – Espaço Itau de Cinema Botafogo (DCP)

São Paulo
Quinta-feira, 10/04, 21h – Cine Livraria Cultura (DCP)
Sexta-feira, 11/04, 15h – Cine Livraria Cultura (DCP)

Sobre o diretor Pedro Asbeg
Formado em cinema pela University of Westminster, Pedro Asbeg dirige e edita documentários, tendo recentemente montado os filmes de longa-metragem “Carta para o Futuro”, “Copa Vidigal”, “Enchente”, “Vou rifar meu coração” e “Cidadão Boilesen”, vencedor do festival de documentários “É Tudo Verdade” em 2009. Em 2011 dirigiu seu primeiro longa-metragem, que estreou na Première Brasil do Festival do Rio. Atualmente produz seu terceiro longa-metragem como diretor, “Geraldinos”.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 9 abril, 2014 11:00


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook