Coral Lírico de Minas Gerais realiza um BANQUETE DE VOZES, concerto com repertório variado

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 25 março, 2014 17:10

Coral Lírico de Minas Gerais realiza um BANQUETE DE VOZES, concerto com repertório variado

Em mais uma ação para promover o acesso do público à música erudita, a Fundação Clóvis Salgado realiza a primeira edição da temporada 2014 da série Lírico na Cidade. Na próxima quinta-feira, 25, no Museu Inimá de Paula, o Coral Lírico de Minas Gerais interpreta um variado repertório que reúne obras sacras de famosos compositores. O concerto tem regência do maestro Lincoln Andrade e a entrada é gratuita.

Fundação Clovis Salgado

Dividido em dois momentos e intitulado “Banquete de Vozes”, este primeiro concerto da série Lírico na Cidade traz o momento especial de apresentação dos novos integrantes do Coral Lírico, que interpretam o Kyrie eleison (oração da liturgia cristã) da Missa Tiburtina, do compositor britânico Giles Swayne. A peça sacra foi composta enquanto Swayne vivia na cidade italiana de Tivoli, cujo nome em latim é Tibur, daí o título da peça. Mais do que uma celebração religiosa, a composição se decida a ser um protesto contra a corrupção e outras mazelas da sociedade.

Já a segunda metade do concerto traz Misere Mei, do italiano Gregorio Allegri, para solos masculinos, coro de câmara e grande coro. A peça foi cantada até 1870 pelo Coro da Capela Sistina durante a Semana Santa. Outro destaque do programa é Duo Seraphim, de Francesco Guerrero; composição para três coros, é uma das grandes obras da polifonia da península ibérica e faz alusões a passagens bíblicas. A peça, como manda a tradição regional, não utiliza baixo no primeiro coro, que possui formação SSAT – soprano I, soprano II, alto e tenor.

A série Lírico na Cidade integra um conjunto de ações da política pública do Governo de Minas, realizada por meio da Fundação Clóvis Salgado e voltada para a promoção do acesso à música erudita. De acordo com a presidente da Fundação Clóvis Salgado, Fernanda Machado, as apresentações do Coral Lírico são um estímulo para que a música clássica se torne mais popular. “As ações desenvolvidas pela Fundação Clóvis Salgado evidenciam não só o talento dos nossos artistas, mas, também, o vasto repertório que o Coral Lírico oferece”, diz.

Diversidade musical – Peças de Johannes Braham, John Tavener e Henryk Góerick compõem o programa, que sintetiza um apanhado do repertório da música coral que vai desde a renascença ibérica até a música contemporânea inglesa, passando, inclusive, pelo romantismo alemão.

Segundo o Maestro Lincoln Andrade, reunir diferentes estilos de música coral é uma grande oportunidade para que o público possa conhecer a diversidade do trabalho do Coral Lírico de Minas Gerais. “Esses compositores trouxeram para a música vocal o arrojo de mostrar a voz como um instrumento complexo e capaz de expressar música de altíssimo nível. Além disso, nós priorizamos por romper os nossos próprios limites. E público vai poder observar o retorno de um investimento feito na melhoria de um dos corpos artísticos mais importantes do Estado”, aponta.

Lincoln Andrade – Lincoln Andrade possui doutorado em Regência pela University of Kansas (EUA) e mestrado em Regência Coral pela University of Wyoming (EUA), na qual também foi professor assistente e ministrou aulas de canto coral e regência coral. Premiado nos Estados Unidos e na Europa, o Maestro foi diretor musical do grupo Invoquei o Vocal, maestro titular do Madrigal de Brasília e do Coral Brasília. Ainda na capital federal, foi professor e diretor da Escola de Música de Brasília. Regeu concertos na Alemanha, Argentina, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Hungria, Paraguai, Polônia, Portugal e Turquia. É produtor musical, apresentador e entrevistador do programa Conversa de Músico, produzido e veiculado pela TV Senado. Também é professor de regência e coordenador da Orquestra Sinfônica da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em festivais brasileiros, ministra palestras sobre regência e canto coral.

Coral Lírico de Minas Gerais – Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG), corpo artístico da Fundação Clóvis Salgado, é um dos raros grupos que possui uma programação artística permanente e interpreta um repertório diversificado que inclui motetos, polifonias, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. É regido pelo maestro Lincoln Andrade.Além de participar de espetáculos autorais com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e a Cia. de Dança Palácio das Artes, o CLMG participa de inúmeras produções que integram as temporadas de óperas realizadas pela Instituição. O Coral Lírico de Minas Gerais se apresenta em cidades do interior de Minas e em capitais brasileiras com o intuito de democratizar o acesso de diversos públicos ao canto coral. As apresentações são gratuitas ou com preços populares. O Grupo já atuou com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Compositores:

  • Giles Swayne – Nasceu nos Estados Unidos em 1946 e dedicou-se ao piano desde a infância. Foi galardoado pela Academia Real de Música em 1968 com o Prêmio de Composição e é hoje aclamado como um dos grandes compositores do Reino Unido.
  • Gregorio Allegri – Nasceu em 1582 e foi um compositor italiano e padre da Escola Romana de Compositores. Miserere, sua obra mais conhecida, é uma composição para coro a cinco vozes, cantada na Capela Sistina na Semana Santa desde que foi composta, por volta de 1638. Viveu principalmente em Roma, onde também morreu, 1652.
  • Francisco Guerrero – Nasceu em 1528 e é considerado um dos grandes nomes da música sacra espanhola do Renascimento. Fez parte da renomada Escola Sevilhana. Suas obras se difundiram com grande rapidez por todos os centros culturais europeus graças não só às suas incessantes viagens, mas, também, pela grande qualidade de sua música. Faleceu em Sevilha, em 1599.
  • Johannes Brahms – Nasceu em 1833 na Alemanha e é um dos grandes representantes do romantismo. Filho de músico, demonstrou vocação para o piano já na infância. Foi maestro da Sociedade de Amigos da Música em 1872 e regeu a Orquestra Filarmônica de Viena por três temporadas seguidas. O compositor e pianista faleceu em 1897, em Viena.
  • John Tavener – Nasceu em Londres em 1944 e desde cedo foi considerado um prodígio pela imprensa inglesa. Sua música é profundamente marcada pelo sentimento religioso. Nessa linha, Tavener recupera o tonalismo da liturgia antiga e concebe sua música como uma mediação propriamente metafísica. Faleceu em 2013, também na Inglaterra.
  • Henryk Mikolaj Górecki – Nasceu em 1933 na região da Silésia. Suas obras refletiam a influência da música polaca e de temas da história de seu país. É considerado o pioneiro do minimalismo na música clássica contemporânea. Foi graduado pela Academia de Música de Katowice, onde mais tarde seria professor. Sua renúncia foi imposta após desacordo com a política de autoridades comunistas. Faleceu na Polônia em 2010.
  • Samuel Barber – Nasceu em 1910 nos Estados Unidos. Não se ateve a nenhum estilo e jamais tomou partido em discussões, sempre confundindo a crítica. Isso lhe valeu o rótulo de neo-romântico, expressão que não quer dizer muito, além da acusação de retrógrado e vulgar. Destacou-se como importante melodista. A partir dos anos 40 adotou uma linguagem mais moderna, sem nunca perder a veia poética. Faleceu em 1981, em Nova York. 
SERVIÇO
Lírico na Cidade – Banquete de Vozes
Local: Museu Inimá de Paula – Rua da Bahia, 1201, Centro – Belo Horizonte
Data: 25 de março
Horário: 20h30
Classificação: Livre
Entrada: Acesso gratuito
Informações para o público: (31) 3236-7400

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 25 março, 2014 17:10


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!