CAIXA CULTURAL SP apresenta nesta quinta (26) MOSTRA ‘SILÊNCIOS HISTÓRICOS E PESSOAIS’

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 25 março, 2014 11:00

CAIXA CULTURAL SP apresenta nesta quinta (26) MOSTRA ‘SILÊNCIOS HISTÓRICOS E PESSOAIS’

A Mostra Silêncios Históricos e Pessoais irá explorar o vasto território do documentário latino-americano do século XXI, a partir de uma rigorosa seleção de 17 obras provenientes de seis países, Argentina, Brasil, Chile, México, Paraguai e Uruguai que dão conta da estética e política daquilo que alguns teóricos denominaram “documentário performativo”. O evento acontecerá de 26 de março a 06 de abril de 2014,em diversos horários, na Caixa Cultural São Paulo.


A mostra, que contará com a presença de realizadores e historiadores de cinema, é uma oportunidade única para assistir conjuntamente a filmes que marcaram os caminhos mais provocativos do cinema da região na última década, e entre os quais se vislumbram confluências tão evidentes como inesperadas: os diálogos, conflitos ou tour de force entre filhas e pais (Diário de uma busca, Espeto de pau, Família típica, Os dias com ele, Os loiros, Papai Iván); as travessias históricas e familiares (Fotografias, O eco das canções, O prédio dos chilenos,Segredos de luta, Um pogrom em Buenos Aires); as pesquisas pessoais, políticas e cinematográficas (A garota do sul, Em busca de Iara,M, Perdida); e as reflexões de cineastas e militantes políticos (Diga a Mario que não volte, Rua Santa Fe).

A programação ainda conta com a presença de diversos realizadores para encontros com o público, como: Cecilia Priego, Flavia Castro, Flavio Frederico, Herman Szwarcbart, Macarena Aguiló, Viviana García Besné, Maria Clara Escobar e Mariana Pamplona. E também promove uma conferência ministrada pelo pesquisador argentino Gonzalo Aguilar. Para participar da conferência, é necessário inscrever-se até 30 de março através do e-mail conferenciasilencios@gmail.com

SENTIDO

Fenômeno chave para compreender a renovação formal, estilística e temática da não ficção contemporânea, a profusão de narrativas em primeira pessoa está em sintonia com transformações profundas na arte, na cultura e na política na América Latina. O cinema documental – previamente negligente às manifestações subjetivas do autor no seio do texto fílmico – converte-se em veículo (e, desde então, em expoente privilegiado) da necessidade dos sujeitos sociais de expressar e repensar suas identidades no marco dos discursos do real.

A 50 anos do golpe de Estado, (re)pensar os silêncios faz-se ainda mais necessário.

:::: FILMES SELECIONADOS ::::

A garota do sul (La chica del sur). José Luis García, 2012, Argentina, 94’. Livre
Diário de uma busca. Flavia Castro, 2010, Brasil/França, 108’. 10 anos
Diga a Mario que não volte (Decile a Mario que no vuelva). Mario Handler, 2007, Uruguai/Espanha, 82’. 12 anos
Em busca de Iara. Flavio Frederico, 2013, Brasil, 91’. 12 anos
Espeto de pau (Cuchillo de palo). Renate Costa, 2010, Paraguai/Espanha, 93’. 12 anos
Família típica (Familia tipo). Cecilia Priego, 2009, Argentina, 75’. 12 anos
Fotografias (Fotografías). Andrés Di Tella, 2007, Argentina, 110’. Livre
M (M). Nicolás Prividera, 2007, Argentina, 140’. Livre
O eco das canções (El eco de las canciones). Antonia Rossi, 2010, Chile, 71’. Livre
O prédio dos chilenos (El edificio de los chilenos). Macarena Aguiló, 2010, Chile/Cuba/França/Holanda, 95’. Livre
Os dias com ele. Maria Clara Escobar, 2013, Brasil, 105’. 14 anos
Os loiros (Los rubios). Albertina Carri, 2003, Argentina, 89’. 14 anos
Papai Iván (Papá Iván). María Inés Roqué, 2004, Argentina/México, 55’. 14 anos
Perdida (Perdida). Viviana García Besné, 2009, México/Espanha, 94’. 14 anos
Rua Santa Fe (Calle Santa Fe). Carmen Castillo, 2007, Chile/Bélgica/França, 167’. Livre
Segredos de luta (Secretos de lucha). Mariana Bidegain, 2007, Uruguai/França, 85’. 14 anos
Um pogrom em Buenos Aires (Un pogrom en Buenos Aires). Herman Szwarcbart, 2007, Argentina, 75’. 14 anos

SERVIÇO

Abertura para convidados: 25 de março de 2014
Horário: às 18h
Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111
Início da programação: 26 de março a 06 de abril de 2014
Horário: de terça-feira a domingo, às 15h
Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111
Entrada: franca (os ingressos poderão ser retirados na bilheteria com uma hora de antecedência)
Capacidade: 50 lugares
Informações – Tel: (11) 3321-4400
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 25 março, 2014 11:00


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook