Oi Futuro exibe mostra sobre a estética do tecnobrega paraense

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 março, 2014 20:03

Oi Futuro exibe mostra sobre a estética do tecnobrega paraense

O artista visual Thales Leite apresenta de 12 de março a 11 de maio, no Oi Futuro em Ipanema, a exposição “Área 91”, com curadoria da pesquisadora e crítica de arte Marisa Flórido. A mostra traz uma série de fotografias das “aparelhagens”, equipamentos utilizados há décadas para a realização de festas na periferia de Belém e que, a partir dos anos 90, foram incorporadas pelo movimento tecnobrega.

Em “Área 91”, a intenção de Thales foi retratar a estética futurista das festas do tecnobrega, que revelou, entre outros, a cantora Gaby Amarantos. O movimento cultural foi desenvolvido à margem das grandes gravadoras, criando um mercado com formas alternativas de produção e distribuição. O “Sonoro Diamante Negro”, o “Águia de Fogo HD ” e o “Mega Príncipe Negro 360” são títulos  de algumas das aparelhagens que promovem as festas desse gênero musical, que possui a tecnologia como elemento fundamental e acontece através da fusão de outros gêneros/ritmos, tais como, a música brega, o carimbó, o siriá, o lundu e o calipso.

“ ‘Área 91’ é um recorte, o relato de um viajante, reunindo retratos de objetos que não têm nada de familiar, a não ser a estética do que se convencionou como sendo o futuro”, explica a curadora Marisa Flórido.

Esse recorte que será apresentado no Oi Futuro concentra-se em identificar elementos da estética dos filmes antigos de ficção científica nas “festas de aparelhagem” que ajudam a despertar nos frequentadores dessas festas o fascínio pelo fantástico, pelo inacreditável. Os filmes de naves espaciais da época pré-computação gráfica costumavam apresentar estruturas exageradas, com traçados geométricos e kitsch ao mesmo tempo. E essas características podem ser observadas tanto no design das aparelhagens quanto nas catarses promovidas pelos excessos, seja de luzes, da fumaça, como do volume do som, nas festas de aparelhagem.

O título do projeto, “Área 91”, faz referência ao código de área da telefonia de Belém e também à “Área 51”, suposta base militar americana na qual, segundo ufólogos, o governo dos EUA esconde e estuda objetos voadores não identificados.

O objetivo da curadoria é que a mostra contribua para a ampliação da pesquisa sobre a produção da fotografia contemporânea brasileira e as diversas possibilidades técnicas e conceituais que a cercam. Por isso, será publicado um livro com imagens sobre o trabalho apresentado no Oi Futuro em Ipanema, bem como outros ensaios fotográficos do artista.

SERVIÇO
“Área 91”, de Thales Leite
Data: 12 de março a 11 de maio
Horário: De terça a domingo – Das 13h às 21h
Oi Futuro em Ipanema
Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 54 – Ipanema
Classificação livre
Entrada franca

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 março, 2014 20:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook