CINESESC traz para São Paulo seleção de filmes da MOSTRA DE TIRADENTES DE 2014

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 março, 2014 10:00

CINESESC traz para São Paulo seleção de filmes da MOSTRA DE TIRADENTES DE 2014

A Mostra de Cinema de Tiradentes, em Minas Gerais, o mais importante evento do cinema independente brasileiro terá sua segunda edição em São Paulo. O CineSesc exibirá, de 24 a 30 março, 14 longas e 25 curtas da 17 ª edição da Mostra Tiradentes, que aconteceu em janeiro desse ano. O festival é uma parceria entre a Universo Produção de Belo Horizonte e o SESC São Paulo. A entrada é franca.

Mostra de Tiradentes-CINESESC-PROMO PHOTOS-11MARCO2014

A sessão de abertura da Mostra de Tiradentes no CineSesc, que acontece na noite da segunda-feira, dia 24 de março, às 20h30, terá a exibição do filme “A Vizinhança do Tigre” de Affonso Uchoa. O longa foi o vencedor do prêmio de melhor filme da Mostra Aurora da 17ª Mostra de Tiradentes.

Entre os demais destaques da Mostra Tiradentes em São Paulo estão os longas ‘Amador, de Cristiano Burlan, ‘Aiança’, de Gabriel Martins, João Toledo e Leonardo Amaral, ‘Branco Sai, Preto Fica’, de Adirley Queirós, ‘A Mulher que Amou o Vento’, de Ana Moravi, ‘Amor, Plástico e Barulho’, de Renata Pinheiro, ‘O Bagre Africano de Ataléia’, de Aline X e Gustavo Jardim e ‘Batguano’, de Tavinho Teixeira.

Entre os curtas, destaque para ‘Quinze’, de Maurílio Martins, ‘Sandra Espera’, de Leonardo Amaral, ‘Marina Não Vai à Praia’, de Cássio Pereira dos Santos, ‘Jardim Tókio’, de Rodrigo Grota e ‘Ouça o Ciclone’, de Lucas Camargo de Barros.

A Mostra de Tiradentes no CineSesc terá dois debates e uma oficina. O primeiro debate tem como tema O Ator em Processo e acontece no sábado, dia 29, às 14h30. Com mediação de Pedro Maciel Guimarães, curador e crítico de cinema, o debate conta com a participação da atriz Sabrina Greve, de Everaldo Pontes e Renan Rovida. No domingo, dia 30, também às 14h30, acontece o segundo debate, com o tema Os Processos Pelos Seus Criadores. A mediação será do professor, pesquisador e curador Cléber Eduardo. Participam os cineastas Adirley Queirós, Renata Pinheiro, Ricardo Miranda e Murillo Sales

Completa a programação paralela da Mostra de Tiradentes no CineSesc, o Cinema da Vela (encontro mensal realizado no CineSesc), que no dia 26 de março abordará o tema Modos de Criação. Com mediação do curador, crítico e pesquisador de cinema Francis Vogner dos Reis, o encontro traz o professor, escritor e pesquisador da ECA/USP Jean Claude Bernardet e os cineastas Cristiano Burlan e Taciano Valério.

Com 17 edições já realizadas em Minas Gerais, a Mostra de Tiradentes se consolidou no cenário cultural brasileiro como um espaço enriquecedor de formação, reflexão, exibição e difusão do cinema brasileiro contemporâneo que, a cada edição, coloca em debate novos paradigmas e apresenta a multiplicidade do audiovisual nacional.

:::: FILMES DA MOSTRA (com programação) ::::

A Vizinhança do Tigre (Documentário, cor, DCP, 95min, MG, 2014)
Direção: Affonso Uchoa
Elenco: Aristides de Sousa, Maurício Chagas, Wederson Patrício, Eldo Rodrigues, Adílson Cordeiro

Juninho, Menor, Neguinho, Adilson e Eldo são jovens moradores do bairro Nacional, periferia de Contagem. Divididos entre o trabalho e a diversão, o crime e a esperança, cada um deles terá de encontrar modos de superar as dificuldades e domar o tigre que carregam dentro das veias.
Longa vencedor da Mostra Aurora – Júri da Crítica da 17ª Mostra Tiradentes

Livre
24/03 Segunda, às 20h30

O Bagre Africano de Ataléia (Documentário, cor, DCP, 70min, MG, 2014)
Direção : Aline X e Gustavo Jardim
Elenco: Carlos Gomes, Guy Lessa, João Honório, José Fernandes, Josefina Lemos Pereira, Lucas Lemos Pereira, Manoel Marques Lima, Modad Alchaar, Nivaldo Português, Salvador Freitas Botelho, Sebastião Estevão Lima, Soraia Kretli,Vieira Rodrigues, Zarife Alchaar, Zé das Botas.

Um peixe extraordinário subverte as leis naturais e aterroriza o imaginário popular no interior de Minas Gerais. Alguns dizem que é impossível capturá-lo vivo. Outros atribuem a ele o desaparecimento de várias pessoas e animais. Na pequena cidade de Ataléia, são tempos de suspense: cada um à sua maneira, todos estão à procura do monstro.

Livre
25/03. Terça, às 17h

Mostra Foco – Série 1 (Sessão de Curtas)
QUINZE, de Maurílio Martins (ficção, cor, DCP, 25min, MG, 2014)

BASHAR, de Diogo Faggiano (documentário, cor, DCP, 19min, SP, 2014)
MARINA NÃO VAI À PRAIA, de Cássio Pereira dos Santos (ficção, cor, DCP, 17min, MG, 2014)
ESTUDO EM VERMELHO, de Chico Lacerda (experimental, cor, digital, 16min13, PE, 2013)

Não recomendado para menores de 16.
25/03. Terça, às 19h

A Gente (Documentário, cor, DCP, 89min, PR, 2013)
Direção: Aly Muritiba Elenco: Jeferson Walkiu

Por sete anos, Aly Muritiba trabalhou em uma prisão. Lá ele fez parte da Equipe Alfa. Após estudar cinema e feito alguns curtas, Muritiba, volta a seu antigo trabalho para reencontrar seus colegas e realizar um filme com a Equipe Alfa. A Equipe Alfa é formada por 28 pessoas, homens e mulheres de origens e formações distintas que fazem a guarda e custódia de cerca de mil criminosos numa penitenciária brasileira. Walkiu torna-se o chefe da equipe e espera fazer um bom trabalho.

Não recomendado para menores de 10.
25/03. Terça, às 21h

A Mulher Que Amou o Vento (Experimental, Cor, digital, 67min, MG, 2014)
Direção: Ana Moravi
Elenco: Dellani Lima e Thaïs Dahas

– Amo você!, diz o vento a tudo que ele toca.

– Amo você e você é parte de mim.

Livre
26/03. Quarta, às 17h

Mostra Foco – Série 2 (Sessão de Curtas)

COICE NO PEITO, de Renan Rovida ficção, p&b, digital, 25min, SP, 2014
JARDIM TÓKIO, de Rodrigo Grota ficção, cor, digital, 15min, PR, 2014
NOSSA PINTURA, de Fábio nascimento e Thiago oliveira documentário, cor, digital, 24min20, SP, 2014
STRIP SOLIDÃO, de Flávia Abtibol ficção, cor, digital, 20min, AM, 2013

Não recomendado para menores de 12.
26/03. Quarta, às 19h

Mostra Foco – Série 3 (Sessão de Curtas)

BRASIL, de Aly Muritiba ficção, p&b, DCP, 14min50, Pr, 2014 E, de Alexandre Wahrhaftig, Helena Ungaretti, Miguel Antunes Ramos documentário, cor, DCP, 17min45, SP, 2014
SANDRA ESPERA, de Leonardo Amaral ficção, cor, DCP, 21min, MG, 2014
JAIRBORIS, de Lincoln Péricles documentário, p&b, digital, 24min40, SP, 2014
NASCEDOURO, de Bernardo Teodorico experimental, cor, DCP, 13min, PB, 2014

Livre
26/03. Quarta, às 21h

Aliança (Ficção, Cor, DCP, 80min, MG, 2014)
Direção: Gabriel Martins, João Toledo e Leonardo Amaral
Elenco: Gabriel Martins, João Toledo, Leonardo Amaral, Tatiana Dal Magro, Robert Frank, Nísio Teixeira, Rafael Ciccarini, Cláudio Costa Val, Gabriel Zumbi, Leo Pyrata, Warley Desali.

Pilo, Panda e Isaac são amigos de infância. Um deles decide pedir a namorada em casamento no mesmo dia em que os outros dois descobrem que ela está o traindo com seu instrutor de ginástica.

Não recomendado para menores de 16.
27/03. Quinta, às 17h

Amor, Plástico e Barulho (Ficção, Cor, DCP, 83min, PE, 2013)
Direção: Renata Pinheiro
Elenco: Nash Laila, Maeve Jinkings, Samuel Vieira, Rodrigo García, Leo Pyrata, Dedesso, Jennyfer Caldas, Everton Gomes, Paulo Michelotto, Dona Quinha, René Guerra, Rodrigo Riszla, Thassia Cavalcanti, Claudio N.

Shelly, jovem dançarina que sonha se tornar cantora, e Jaqueline, a experiente cantora que já emplacou sucessos mas que amarga o declínio da sua carreira, são companheiras da mesma banda brega – cena musical romântica e sensual da periferia brasileira. Inseridas no show business de night clubs e programas de TV, onde tudo é descartável, como sucesso, amor e relações humanas, formam uma única trajetória de vida, na qual Shelly é o possível passado de Jaqueline, que é o provável futuro de Shelly.

Não recomendado para menores de 14.
27/03. Quinta, às 19h

Passarinho Lá de Nova Iorque (Documentário, Cor, Digital, 89min, RJ, 2013)
Direção: Murilo Salles
Elenco: Cícero Filho

Passarinho lá de Nova Iorque é um documentário sobre o esforço de um cineasta para conseguir refilmar uma cena de seu filme. No decorrer da trama, acabamos por perceber que o processo fílmico de Cícero dá origem à criação de novos laços afetivos, gerando novas famílias. “As famílias de Cícero Filho”, o cineasta de Poção de Pedras, no Maranhão, seria um título possível. Um filme nômade-afetivo, que repensa o sonho dentro do sonho.

Livre
27/03. Quinta, às 21h

Aquilo que Fazemos com Nossas Desgraças (Experimental, Cor, digital, 63min, PR, 2014)
Direção: Arthur Tuoto

Formado por imagens apropriadas de diversos suportes, o filme narra a fábula dos Monstros, descrevendo a condição humana a partir de uma percepção trágica e desoladora.

Livre
28/03. Sexta, às 17h

Batguano (Ficção, cor, DCP, 75min, PB, 2014)
Direção: Tavinho Teixeira
Elenco: Everaldo Pontes, Tavinho Teixeira

Éramos então um só ser duplo vivo transformado com duas cabeças pensando e logo nos tornamos símbolo da perfeição do novo ser em sua máxima evolução e potência e desejo e vontade e expansão e começamos a viajar pelo universo por todas as galáxias divulgando nossa dupla de repentistas punk-rock completos porque a Terra havia ficado pequena demais para nós dois.

Não recomendado para menores de 16.
28/03. Sexta, às 19h

Mostra Cena Paulista – Série 1 (Sessão de Curtas)

AS MADRUGADAS, de Nicolas Thomé Zetune e Pedro Geraldo ficção, cor, digital, 14min, SP, 2014
OUÇA O CICLONE, de Lucas Camargo de Barros ficção, cor, DCP, 18min10, SP, 2014
O PROUSTIANO DE OSASCO, de Marcos Fábio Katudjian documentário, cor, DCP, 24min57, SP, 2013
MEMÓRIA DE RIO, de roney Freitas documentário, cor, digital, 14min, SP, 2013
SALOMÃO, de Miguel Antunes ramos e Alexandre Wahrhaftig documentário, cor, digital, 4min03, SP, 2013
O PRACINHA DE ODESSA, de Luis Felipe Labaki documentário, cor, digital, 22min13, SP, 2013 .

Livre
28/03. Sexta, às 21h

Amador (Ficção, p&p, digital, 95min, SP, 2013)
Direção: Cristiano Burlan
Elenco: Henrique Zanoni, Jean Claude Bernardet, Gustavo Canovas, Rejane Arruda, Flávia Couto, Chantal Cidonio, Fernanda Viacava, Simone Makhamra.

Henrique é um cineasta que realizou obras que quase ninguém viu. Um marginal por falta de opção. Próximo de completar 40 anos, enfrenta um momento difícil de sua vida com o fim de um relacionamento. Decide realizar um novo filme, sua obsessão é encontrar um rosto como paisagem. Filmar para ele é uma necessidade, lhe restam poucas opções.

Não recomendado para menores de 12.
29/03. Sábado, às 17h

Pingo D’Água (Ficção, cor, DCP, 80min, PB, 2014)
Direção: Taciano Valério.
Bate-papo com o diretor Taciano Valério logo após a exibição do filme.

Livre
29/03. Sábado, às 21h

Mostra Cena Paulista – Série 2 (Sessão de Curtas)

FALA COMIGO AGORA!, de Karina Ades e Joaquim Lino ficção, cor, digital, 16min36, SP, 2013
A CAMINHO DE CASA, de Paula Szutan e Renata Terra ficção, cor, DCP, 17min, SP, 2014
PREGO, de Guilherme Dimov ficção, cor, digital, 23min40, SP, 2013 100%
BOLIVIANO, MANO, de Alice Riff e Luciano Onça documentário, cor, digital, 13min54, SP, 2013
ATÉ ONDE, de Bruno Cucio e Vinicius Toro ficção, cor, DCP, 10min40, SP, 2013
O TRABALHO ENOBRECE O HOMEM, de Lincoln Péricles ficção, cor, digital, 17min45, SP/MG, 2013

Não recomendado para menores de 14.
29/03. Sábado, às 19h

Paixão e Virtude (Ficção, cor, digital, 72min, RJ, 2013)
Direção: Ricardo Miranda
Elenco: Rose Abdalla, Paulo Azevedo, Barbara Vida, Mariana Fausto, Octávio III Participação Especial: Helena Ignez, Cátia Costa.

Mazza, uma aristocrata de meia-idade, mantém um relacionamento frio e histérico com seu marido, um rico banqueiro; porém, tudo se transforma quando ela conhece o químico Ernesto. A sedução se torna um desafio, ao mesmo tempo que o horror se instala. Filme que perpassa os caminhos de Djalioh (2011), de Ricardo Miranda: um duplo, um estranho, uma inquietante estranheza. O narrador presente extrapola o relato folhetinesco. Paixão e Virtude é um “livre escrever de imagens” do conto “Passion et vertu – conte philosophique”, de Gustave Flaubert, escrito em dezembro de 1837.

Livre
30/03. Domingo, às 17h

Branco Sai Preto Fica (Documentário, Cor, DCP, 90min, DF, 2014)
Direção: Adirley Queirós.
Elenco: Marquim, Shokito, Dilmar Durães, Jamaika.

Um baile Black. Tiros e repressão. Uma geração amputada.

Não recomendado para menores de 10.
30/03. Domingo, às 19h

DEBATES 

O Ator em Processo
O debate colocará em evidência o lugar cada vez mais (inter)ativo do ator nos novos contextos de criação e em uma paisagem cinematográfica com muitos novos diretores no longa-metragem. Convidados: Everaldo Pontes, Renan Rovida, Sabrina Greve. Mediador: Pedro Maciel Guimarães – curador e crítico de cinema.

Livre
29/03. Sábado, às 14h30

Os Processos Pelos Seus Criadores
O debate propõe abordar os diferentes modos de criação de realizadores presentes com seus filmes na Mostra Tiradentes |SP, de modo a se colocar em pauta a perda da centralidade de uma forma de criar e produzir. Convidados: Adirley Queirós – cineasta – DF, Murilo Salles – cineasta – RJ, Ricardo Miranda – cineasta -RJ, Renata Pinheiro – cineasta – PE. Mediador: Cleber Eduardo – pesquisador e professor do Centro Universitário Senac SP e curador da Mostra Tiradentes – SP.

Livre
Grátis
30/03. Domingo, às 14h30
Ingressos 30 min antes. Vagas limitadas.

OFICINA

Assistência de Direção
Estabelecer uma aproximação com a função de Assistente de Direção em produções audiovisuais abordando temas como: liderança, planejamento e organização.

1ª Aula : Noções da Linguagem Cinematográfica; Relacionamento com o ‘Núcleo de Direção’; A interrelação com as outras áreas.
2ª Aula : Análises Técnicas; Leitura de Texto e Ensaios.
3ª Aula : Ordem do Dia; Organograma de Filmagem; ‘Check-list’; Eixo de Câmera.
4ª Aula : A Preparação do Set de Filmagem; Trabalho com o ‘Fundo’ (Figurantes e outros); A Relação com a Área de Produção; O Assistente na Pós-Produção.

Com Eduardo Aguilar. Cineasta e professor, Eduardo Aguilar ministra cursos livres por todo o Brasil no campo do audiovisual. Atua na área desde o início da década de 80, tendo trabalhado como assistente de direção para cineastas como Alfredo Sternheim, Walter Hugo Khouri e Carlos Reichenbach. Produziu e dirigiu diversos curtas, entre eles: Puta Solidão (2000), premiado pela ABCV como melhor ficção no VII Fest. Nacional de Vídeo de Salvador – Imagem em 5 Minutos e Interf@ce (2002), premiado como melhor videoclipe no Videofestival de São Carlos – 2002.

Acima de 18 anos.
25 a 28/03/2014. Terça a sexta, das 19h30 às 21h30
Inscrições somente no CineSesc a partir de 17/3. Vagas limitadas. Grátis.

CINEMA DA VELA

Conversas sobre os rumos do cinema.
bate-papo

Modos de Criação
Os diferentes modos de criação e processos de trabalho no cinema brasileiro contemporâneo com foco na experiência da relação criativa entre o ator Jean Claude Bernardet e seus diretores Taciano Valério e Cristiano Burlan. Mediador: Francis Vogner dos Reis.

Livre
Grátis
26/03/2014. Quarta, às 19h30

SERVIÇO
Evento: FESTIVAL DE TIRADENTES NO CINESESC
Data: de 24 até 30 de Março 2014 | Horário: consultar programação
Local: CINESESC
Endereço: Rua Augusta 2.074 – SP
Classificação etária: consultar programação
Ingressos: Grátis
Informações para o público: (11) 3087-0500
*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 março, 2014 10:00


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook