À Beira do Abismo me Cresceram Asas volta ao Rio de Janeiro em Janeiro no Teatro Carlos Gomes

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 dezembro, 2013 13:06

À Beira do Abismo me Cresceram Asas volta ao Rio de Janeiro em Janeiro no Teatro Carlos Gomes

A peça teatral “À Beira do Abismo me Cresceram Asas”, com dramaturgia, direção e interpretação de Maitê Proença, depois de estrear no Rio de Janeiro, passou por São Luís (MA), Salvador (BA), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) e esteve em cartaz no Teatro FAAP e Itália por dois meses e meio em cada. Agora, em janeiro e fevereiro de 2014, o espetáculo retorna aos palcos do Rio de Janeiro para duas curtíssimas temporadas, uma no Teatro Carlos Gomes e a outra, em seguida, no Centro Cultural João Nogueira – Imperator.

Entre o encerramento da temporada de SP, no Teatro Itália, e a reestreia em solo carioca, o espetáculo pegou a estrada e aportou em quatro grandes cidades do país: Natal, Recife, Belo Horizonte e Brasília. Em recife, Maitê também participará da Fliporto.

Em 2014, outras 12 capitais receberão esta duplas de velinhas, já conhecidas em todo o país. As cidades que receberão o espetáculo serão: Cuiabá, Palmas, Manaus, Belém, Nordeste, Teresina, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracajú, Salvador e Campo Grande. Além, é claro, das temporadas populares, já ditas acima, em duas das melhores casas de espetáculos do Rio de Janeiro.

Com um texto poético, repleto de emoção e bom humor, a montagem leva o público às gargalhadas com os diálogos entre Terezinha (Maitê Proença) e Valdina (Clarisse Derzié Luz). Sem as máscaras habituais da juventude, sem qualquer cerimônia, as personagens falam sobre qualquer assunto – sexo, diferenças entre homens e mulheres, abandono, o lado bom e o ruim de cada situação.

Embora diferentes na personalidade, Terezinha (86) e Valdina (80) têm em comum a praticidade dos que aprenderam a simplificar a vida, já que não há tempo para complicá-la. Valdina leva o dia a dia com otimismo, sem nostalgias, mas não se engane, ela carrega um grande segredo. Terezinha é de temperamento carrancudo, ainda que bem resolvido.

Maitê Proença criou o texto que faz refletir sobre o tempo, as emoções da vida, a solidariedade e a importância de compartilhar, em um misto de humor e delicadeza.

SERVIÇO
À Beira do Abismo me Cresceram Asas
Temporada: 
de 09 de janeiro a 02 de fevereiro (exceto dias 23, 24, 25 e 26/01)
Horários:  quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h
Local: Teatro Carlos Gomes
Endereço: Praça Tiradentes, s/nº – Centro)
Telefone: (21) 3005-4104
Ingresso: R$50,00
Horário bilheteria: quarta a domingo, das 14h às 20h
Classificação: 12 anos
Capacidade: 685 lugares
Duração: 75 minutos
Gênero: comédia dramática

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 dezembro, 2013 13:06


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook