Espetáculo “Quem pode, pode!” narra a chegada de um anti-herói ao poder no Sesc Campinas

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 dezembro, 2013 14:07

Espetáculo “Quem pode, pode!” narra a chegada de um anti-herói ao poder no Sesc Campinas

Uma comédia épica que conta a história de um herói torto e em formação que propõe uma reflexão sobre as relações de poder. Dessa forma se desenrola a história de “Quem pode, pode! – Uma comédia sobre o poder”, da Fraternal Companhia de Arte e Malas-Artes. O espetáculo acontece no palco de Teatro do Sesc Campinas nesta sexta-feira (13), às 20h, com ingressos que variam de R$ 2,00 a R$ 10,00.

Baseado na proposta do teatro popular, “Quem pode, pode!” narra alegoricamente a saga de Mané-Leão, um camponês exageradamente corajoso, porém, tolo, que é parido de um pai covarde, mas que, ao longo de sua juventude, mostra-se valente e desafiador das leis vigentes. Sua trajetória começa quando ele livra a cidade de um touro feroz e violento.  Após assistir ao ato heroico de Mané-Leão, o povo  passa a estimular o novo herói a desafiar o poder do Barão, governante do local.

A partir desse momento, surge a proposta de reflexão sobre o poder. Mané-Leão vence  o Barão e torna-se o novo mandatário. No entanto, da mesma forma que Édipo na tragédia grega, Mané-Leão é  tomado pelas delícias do poder e se transforma naquilo que sempre combateu.  A companhia trabalhou na criação de uma comédia épica reestruturando a narrativa, para levar o público a reflexão através do riso, proporcionando, dessa maneira, um estatuto superior à comédia, que muitas vezes é estigmatizada como gênero inferior.

Sobre a Fraternal Companhia de Arte e Malas-Artes

A companhia nasceu em 1993, na grande São Paulo, a partir do projeto Comédia Popular Brasileira, coordenado por Ednaldo Freire, em parceria com o renomado dramaturgo Luís Alberto de Abreu. O grupo tem como intuito de pesquisar elementos da cultura popular brasileira. Hoje, a Fraternal Companhia de Arte e Malas-Artes soma um total de doze peças em seu currículo, e continua desenvolvendo intensa pesquisa em torno do gesto, da máscara e da interpretação cômica popular.

Através do “ver, ouvir e imaginar”, a companhia, que iniciou seu trabalho na quarta parede do palco italiano, passou por uma transformação. Após algumas mudanças, trilhou o caminho da comédia épica, aberta ao público, com a presença do ator-narrador, e vivenciando experiências fora do palco italiano, em praças públicas, por exemplo. Essas mudanças levaram o grupo a alterar sua proposta e elementos de construção dos espetáculos. Atualmente, viajam com duas peças em cartaz: “Quem pode, pode” e “Sacra Folia”.

SERVIÇO
Quem pode, pode!
Data: 13, sexta-feira, às 20h
Sesc Campinas
Endereço: 
Rua Dom José I, 270/333 – Bonfim
Local: 
Teatro
Capacidade: 155 lugares
Classificação etária: 14 anos
Ingressos à venda na Unidade, a partir das 17h30 do dia 4.
R$ 2,00 
(Trabalhadores no comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc)
R$ 5,00 (Usuários inscritos, estudantes, professores de rede pública e idosos)
R$ 10,00 (Outros)

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Fonte: Assessoria de Imprensa/SESC

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 dezembro, 2013 14:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

O MELHOR VERÃO DAS NOSSAS VIDAS

Facebook

Reino Gelado e a terra dos espelhos