Festival Internacional Tango Brasil, com atrações ar gentinas e brasileiras, na Tenda CCBB

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 outubro, 2013 10:03

Festival Internacional Tango Brasil, com atrações ar	gentinas e brasileiras, na Tenda CCBB

Festival Internacional Tango Brasil, que acontecerá de 08 de novembro a 15 de dezembro na Tenda CCBB na Praça dos Correios, de sextas a domingo, trará um panorama atual e inédito no Rio de Janeiro do ritmo portenho que conquistou o mundo  do tradicional ao contemporâneo  reacendendo, assim, a alma latina carioca, um dos traços do cosmopolitismo da cidade.

O Festival terá cantoras consagradas, como as argentinas Soledad Villamil e Cecilia Stanzione e a brasileira Soraya Ravenle, além de novos e surpreendentes talentos, como as irmãs gaúchas Grazie Wirtti e Nina Wirtti. O lado instrumental do gênero, por sua vez, será revisitado por músicos do quilate do pianista argentino Diego Schissi, considerado por críticos um dos sucessores de Astor Piazzolla, e Victor Biglione, guitarrista argentino radicado no Brasil.

A homenagem a Piazzolla será feita pelo trio brasileiro Harmonitango. Outro destaque é o lançamento do CD Tangos Hermanos, o quarto da carreira do LiberTango, importante grupo que se dedica ao gênero no Brasil. Haverá ainda noites dançantes com apresentação de dançarinos brasileiros, argentinos e franceses.

As atrações

Um dos destaques da programação é o show da Soledad Villamil  consagrada cantora, atriz e uma das maiores intérpretes de tango e de folclore latino –, que vem pela primeira vez ao Rio de Janeiro, nos dias 09 e 10 de novembro (sábado e domingo). Protagonista de O Segredo de Seus Olhos, de Juan José Campanella, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010, em que fez par com o ator Ricardo Darin, Soledad se projetou mundialmente como uma das vozes contemporâneas a manter viva a música argentina de origens tradicionais. Considera-se uma “devota” da música e une à arte de cantar o talento teatral que a fez reconhecida internacionalmente no cinema e na televisão. O show apresenta sucessos, novidades e peças do terceiro álbum, Canción de Viaje.

A abertura do Festival, no dia 08 de novembro (sexta-feira), será feita pelas cantoras gaúchas Grazie Wirtti e Nina Wirtti, as Irmãs Wirtti. Despontando no novo cenário artístico brasileiro e passeando com indiscutível talento por vários estilos da MPB, as irmãs revelam nesse show uma mostra de influências latino-americanas, herdadas principalmente do pai. As duas mergulham no universo do tango tradicional ao mesmo tempo em que acenam para compositores brasileiros inspirados no ritmo portenho, como Herivelto Martins e David Nasser, entre outros. O show de abertura tem ainda como convidados dois dos maiores instrumentistas brasileiros atuais, Ronaldo do Bandolim e Bebê Kramer no acordeom.

Nos dias 16 e 17 de novembro (sábado e domingo), é a vez do power trio de Victor Biglione subir ao palco para mostrar ao público um lado mais ousado e instrumental do ritmo portenho, em diálogo com o jazz e outras tendências. Ao lado de Alex Rocha, no baixo, e Victor Bertrami, na bateria, o exímio guitarrista apresenta um pouco de suas influências da infância em San Telmo, onde nasceu, um dos mais importantes redutos da música em Buenos Aires. O show ainda destaca a proximidade entre o tango e o cancioneiro brasileiro, com sucessos nacionais revisitados numa versão mais “tangueada”.

Outra atração imperdível é o show do pianista argentino Diego Schissi e seu quarteto, de formação tradicional (bandoneon, violino, contrabaixo acústico e violão), nos dias23 e 24 de novembro (sábado e domingo). Diego é o principal representante da nova geração de compositores de tango em Buenos Aires, responsável pela revitalização do gênero, incorporando-o à linguagem do jazz e de compositores eruditos como Stravinsky e Bartok, além de inovações rítmicas.  Pela grandeza e genialidade, a obra de Diego Schissi chegou a ser comparada por críticos à de Astor Piazzolla, apontado por muitos como um de seus sucessores. No Brasil, fez participações especiais em shows de Bibi Ferreira e foi arranjador do disco Tango, parceria entre a cantora e o pianista Miguel Proença.

E por falar em Piazzolla, a grande homenagem ao mestre argentino será feita por um trio dos melhores instrumentistas brasileiros, o Harmonitango, de José Staneck, harmônica, Ricardo Santoro, violoncelo e Sheila Zagury, piano, nos dias 30 de novembro (sábado) e 1º de dezembro (domingo). São músicos com larga experiência camerística e que encontram na obra do compositor e bandoneonista uma maneira de expressão lírica e emocionante, valorizada pela riqueza tímbrica da harmônica, bastante semelhante ao bandoneon.

A dimensão intimista e delicada do tango, por sua vez, estará no espetáculo Corazón al sur, da cantora Cecilia Stanzione e do violonista Matias Arriazu, ambos argentinos, nos dias 06 e 07 de dezembro (sábado e domingo). Um encontro que poderia ocorrer numa mesa de café em Buenos Aires, numa noite fria de inverno, em que a voz e o violão são o pretexto a um passeio pelas poesias de Le Pera, Expósito, Manzi e Cadícamo, flutuando nas melodias de Troilo, Gardel, Cobián e Blazquez.

O encerramento do Festival será nos dias 13, 14 e 15 de dezembro (sexta, sábado e domingo) com shows do LiberTango, importante grupo brasileiro que se dedica ao gênero portenho. O grupo lançará o quarto disco da carreira, Tangos Hermanos, uma homenagem aos tangos brasileiros de Ernesto Nazareth, e que traz peças próprias e inéditas dos irmãos Caldi, Alexandre e Marcelo, dois instrumentistas e arranjadores do cenário carioca. Juntamente com a mãe, a pianista argentina Estela Caldi, os irmãos apresentam um repertório que traduz a busca de uma linguagem universal para o tango. O show de encerramento do dia 15 terá como convidada especial a cantora e atrizSoraya Ravenle, uma das protagonistas dos musicais no Brasil.

Noites dançantes

O lado dançante do tango também estará presente no Festival, nas Noites Dançantes Buenos Aires en Rio, sempre às sextas-feiras, nos dias 15, 22 e 29 de novembro e06 de dezembro. Sob coordenação de Américo del Rio, pesquisador e promovedor de vários festivais de dança do gênero, as Noites Buenos Aires en Rio terão participação especial de dançarinos brasileiros, franceses e argentinos e serão um convite para quem quiser se aventurar no salão. Haverá DJ com música eletrônica e participação especial de instrumentistas brasileiros e argentinos.

CCBB Educativo

Em parceria com o CCBB Educativo, o Festival promoverá duas palestras musicais, uma com Diego Schissi (22 de novembro) e o bandoneonista Santiano Segret, em que vão expor um pouco da história do tango na Argentina, e outra com o grupo LiberTango (12 de dezembro), em que a família Caldi contará a sua trajetória musical, bem como falará das raízes brasileiras do tango.

Programação

Shows

  • 08/11, sexta, às 21hs – Abertura: Grazie Wirtti & Nina Wirtti, convidados: Bebê Kramer e Ronaldo do Bandolim
  • 09 e 10/11, sábado e domingo, às 21hs – Soledad Villamil
  • 15/11, sexta, às 21hs – Noites Dançantes com música ao vivo – Buenos Aires en Rio: De Gardel a Piazzolla
  • 16 e 17/11, sábado e domingo, às 21hs – Victor Biglione
  • 22/11, sexta, às 21hs – Noites Dançantes com música ao vivo – Buenos Aires en Rio: Tango jazz
  • 23/11, sábado, às 21hs- Diego Schissi Quinteto
  • 24/11, domingo, às 20hs, – Diego Schissi Quinteto
  • 29/11, sexta, às 21hs – Noites Dançantes com música ao vivo – Buenos Aires en Rio: Tango Clássico
  • 30/11, sábado, às 21hs, e 01/12, domingo, às 20hs – Harmonitango
  • 06/12, sexta, às 21hs – Noites Dançantes com música ao vivo – Buenos Aires en Rio: Tango milongueiro
  • 07/12, sábado, às 21hs – Cecilia Stanzione e Matias Arriazu
  • 08/12, domingo, às 20hs – Cecilia Stanzione e Matias Arriazu
  • 13 e 14/12, sexta e sábado, às 21hs – LiberTango – lançamento do novo CD Tangos Hermanos
  • 15/12, domingo, às 20hs – Encerramento:  LiberTango convida Soraya Ravenle

CCBB Educativo

  • 22/11, sexta, às 18hs – sala 26, 4º andar do CCBB
    Palestra musical: o tango, o piano e o bandoneon – com o bandoneonista Santiano Segret e o pianista Diego Schissi (ambos da Argentina): uma mostra da história do tango e a importância do bandoneon e do piano para a música argentina, com exposição oral e apresentação de peças musicais.
  • 12/12, quinta, às 18hs – sala 26, 4º andar do CCBB
    Palestra musical: as raízes brasileiras do tango – com o grupo LiberTango (Estela Caldi, piano, Alexandre Caldi, saxofones e flautas, e Marcelo Caldi, acordeom): uma mostra da influência do tango na formação da música brasileira, com realização de palestra e apresentação de peças musicais de autores brasileiros (destaque para Ernesto Nazareth) e argentinos (destaque para Astor Piazzolla).
SERVIÇO
Festival Internacional Tango Brasil
Local: Tenda CCBB na Praça dos Correios
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Período: de 08 de novembro a 15 de dezembro de 2013 – às sextas, sábados e domingos
Preços: R$ 5,00 e R$ 10,00 na Bilheteria do CCBB
Classificação: Livre
Capacidade: 500 lugares

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 outubro, 2013 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel