Alunos do ensino público de Campinas participam de oficinas de jogos e brinquedos de sucata

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 outubro, 2013 09:02

Alunos do ensino público de Campinas participam de oficinas de jogos e brinquedos de sucata

Inspirada na fábula atribuída a La Fontaine, poeta e fabulista francês, o projeto As Cigarras e as Formigas passa por Campinas no dia 30 de outubro levando oficinas que buscam trazer vida cultural e consciência ambiental para as crianças do ensino público da cidade. A iniciativa acontece na EMEI Esperança do Amanhã e trabalham com as crianças oficinas de brinquedos de sucata e também oficinas de jogos, estimulando a reciclagem de materiais e o desenvolvimento do raciocínio lógico.

O projeto é realizado com recursos do ProAC (Programa de Ação Cultural) pela 3S Projetos contando com o apoio das prefeitura de Campinas e patrocínio da Broto Legal. “Nós da Broto Legal acreditamos no futuro do Brasil, por isso alimenta esta ideia!”, exclama Tobias Teles da Silva Gallo, Gerente de Controladoria da Broto Legal. As oficinas de brinquedos de sucata serão ministradas para crianças focando a questão ambiental, onde, a partir da técnica de empapelamento, pintura e criação, os participantes serão estimulados a refletir sobre o desperdício e a reciclagem de materiais reutilizáveis.

A proposta das oficinas de brinquedos é quebrar a lógica de ‘objetos dados’ para nos tornarmos agentes ativos de uma relação com os objetos que estão à nossa disposição. “Uma ‘ex-garrafa d’água’ se transforma em um Material Potencialmente Transformável, em que pode se tornar tudo, menos lixo. O grande objetivo é instigar e capacitar as crianças para que visualizem e projetem de forma palpável, pensamentos, personagens e sentimentos, estando nesses uma possibilidade de transformação ligada à estética.”, explica Izabel Magnani, artista plástica responsável pelas oficinas.

Já as oficinas de jogos buscam levar às crianças o desenvolvimento de habilidades e aprimoramento da atenção, da memória e do pensamento estratégico, questionando a competição e indo além do vencer x perder. Nas oficinas de jogos os participantes têm a oportunidade de aprender jogos poucos conhecidos (Cadê?, Jogo da Joaninha, dos Ursinhos, ReckMec), ver versões personalizadas e de baixo custo de jogos clássicos(Jogo da Velha, Gamão, Torre de Hanói)além de vivenciar bons momentos de diversão e descontração.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 outubro, 2013 09:02


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook