Projeto As Cigarras e as Formigas visita as cidades de Novo Horizonte, Mendonça e José Bonifácio no mês de setembro

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 setembro, 2013 15:08

Projeto As Cigarras e as Formigas visita as cidades de Novo Horizonte, Mendonça e José Bonifácio no mês de setembro

Inspirada na fábula atribuída a La Fontaine, poeta e fabulista francês, o projeto As Cigarras e as Formigas vai até as cidades de Novo Horizonte, Mendonça e José Bonifácio no interior de São Paulo levando intervenções artísticas, releitura e oficinas que buscam trazer vida cultural a ambientes até então pouco utilizados para esta prática. A iniciativa ocorre durante o mês de setembro e são divididas semanalmente entre as três cidades.

A famosa fábula conta a história de uma cigarra que canta durante o verão, enquanto a formiga trabalha acumulando provisões em seu formigueiro. No inverno, desamparada, a cigarra vai pedir abrigo à formiga. Esta pergunta o que a outra fez durante todo o verão. “Eu cantei”, responde a cigarra. “Então agora, dance”, rebate a formiga, deixando-a do lado de fora.

“As Cigarras e as Formigas” reproduz em escala ampliada insetos representando a cigarra e a formiga através de esculturas feitas utilizando a técnica de empapelamento (que trabalha com jornal e cola). Estas reproduções são fixadas em locais visíveis das cidades, como árvores, pilares e paredes de praças, escolas e centros culturais. Complementando o projeto, haverá a releitura da famosa fábula de La Fontaine, que serão também distribuídas ao público em forma de folhetos.

“Esta releitura da fábula não irá apresentar no final de seu conto um inverno feliz para a cigarra, que havia passado o verão inteiro cantando, como na versão original. Faremos uma referência a cantoria da cigarra como uma forma séria de labor e com o mesmo valor de importância dos outros trabalhos, como um pedreiro ou um engenheiro, por exemplo, sendo representados pela personagem da formiga”, explica Izabel Magnani, artista plástica responsável pela intervenção.

Já as oficinas serão ministradas para crianças focando a diferenciação e importância de cada trabalho e também a questão ambiental, onde, a partir da técnica de empapelamento, pintura e criação, os participantes serão estimulados a refletir sobre o desperdício e a reciclagem de materiais reutilizáveis.

O projeto é realizado com recursos do ProAC (Programa de Ação Cultural) pela 3S Projetos contando com o apoio das prefeitura de Novo Horizonte, Mendonça e José Bonifácio, além do patrocínio da Usina Santa Isabel. “Este é mais um evento voltado ao desenvolvimento das crianças, focando responsabilidade laborativa, cooperação, equipe e cuidados com o meio ambiente. As crianças são o futuro do Brasil e são elas que irão garantir a sustentabilidade do nosso planeta, razão pela qual a Usina Santa Isabel investe tanto em educação e cultura”, enfatiza Márcia Lygia Ferreira, gerente de Recursos Humanos da Usina Santa Isabel.

Programação

Novo Horizonte – 13 a 19 de setembro
Intervenção e releitura da fábula: Praça Doutor Euclides Castilho (Praça da Fonte) e Praça 9 de Julho, ambas no centro.
Oficina: 13 de setembro – Centro Municipal de Educação “Profª Salete Aparecida Laude”

Mendonça – 21 a 28 de setembro
Intervenção e releitura da fábula: Praça da Matriz Doutor Jacinto de Souza
Oficina: 20 de setembro – Escola Professor: Antônio Alves da Costa Contato

José Bonifácio – 21 a 28 de setembro
Intervenção e releitura da fábula: Praça do Fórum “Sebastião Pereira Lima”-
Oficina: 27 de setembro – Espaço Cultural Dalva Maria Buzzatto

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 setembro, 2013 15:08


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!