Quasar Cia de Dança apresenta Céu na Boca

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 julho, 2013 16:09

Quasar Cia de Dança apresenta Céu na Boca

Quasar, consagrada companhia de dança contemporânea, traz a Porto Alegre um espetáculo inédito para os gaúchos. Céu na Boca, idealizado pelo coreógrafo Henrique Rodovalho, tem apresentação única dia 20 de julho, no Teatro do Bourbon Country, às 21h. Na montagem, inovações no estilo foram criadas por Rodovalho mantendo, no entanto, a sofisticação de movimentos, já característica da companhia Quasar.

O ponto de partida para a concepção do vigésimo segundo espetáculo da companhia de dança foi a curiosidade pelas leis físicas e teorias do universo. Henrique Rodovalho conta que explosões estelares, buracos negros e movimentos gravitacionais serviram como alegorias no processo inicial de criação. “Isso foi só o ponto de partida, porque o que mais interessava era colocar este contexto na construção de uma narrativa maior”, conta o coreógrafo.

Ao longo de dois meses de trabalho, a narrativa desenvolveu-se de forma não-linear desencadeando ações, reações e relações impregnadas de ironia, desejo, frustração, humor. Segundo Rodovalho, Céu na Boca transita entre a densidade e a leveza: “Existe uma constatação de que os desencantos são parte da vida e que devemos tirar proveito disso”, revela o coreógrafo. A reflexão faz uma breve alusão a outro espetáculo da Quasar Cia de Dança, Por instantes de felicidade (2008), que constata que a felicidade não é propriedade do ser humano. “Mais do que no espetáculo anterior, em Céu na Boca a tentativa de busca por instantes de felicidade se faz necessária — ela acontece”, diz.

Metáforas e antíteses pontuam a discussão ao longo do espetáculo. O céu é o ideal inatingível e a boca, a realidade palpável. A dualidade aparece também na movimentação que vai de intensa a ausente. “Em alguns momentos as sutilezas são maiores e temos o movimento mais pensado do que executado”, comenta o coreógrafo. Quem acompanha a trajetória da companhia poderá perceber nuances da transformação do estilo fragmentado de movimentação, desenvolvido pelo grupo goiano que influencia intérpretes e que instiga pesquisadores da Dança, em todo o mundo.

No palco de atmosfera onírica, a ausência opcional de cenário significa um território que pode ser qualquer lugar, transferindo para a iluminação a construção de tempo/espaço. Os oito bailarinos em cena não representam personagens, são pessoas envolvidas em buscas diversas. Para elas, o figurino de Cássio Brasil representa uma síntese da complexidade do indivíduo, com vários estilos e combinações, em tons sóbrios. Para a trilha sonora, Rodovalho elegeu, pela sonoridade capaz de criar ambientes atuais, músicas eletrônicas contemporâneas e instrumentais reproduzidas pelas big bands há mais de 50 anos em todo o mundo.

SERVIÇO
QUASAR CIA DE DANÇA em Céu na Boca
Data: 20 de julho
Horário: Sábado, às 21h
Teatro do Bourbon Country
Endereço:
 Av. Túlio de Rose, n° 80, 2° andar)
www.teatrodobourboncountry.com.br
Classificação: Livre (menores de 12 anos somente acompanhado de pais ou responsáveis)
Duração: 70 minutos

INGRESSOS PROMOCIONAIS

Galeria
R$ 35,00 
Mezanino
R$ 35,00
Plateia Alta
R$ 45,00
Plateia Baixa 
R$ 45,00
Camarote
R$ 45,00

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 julho, 2013 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook