Exposição homenageia Plínio Marcos no Memorial da América Latina

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 junho, 2013 09:02

Exposição homenageia Plínio Marcos no Memorial da América Latina

 A instalação que o artista Kaio Romero inaugura no dia 18 no Memorial da América Latina tem como tema e leva o nome do livro Inútil Canto, Inútil Pranto pelos Anjos Caídos, que Plínio Marcos, morto em 1999, escreveu 20 anos antes. A exposição fica em cartaz até 21 de julho sob a marquise do Pavilhão da Criatividade.

O trabalho de Romero – mais conhecido lá fora – desperta curiosidade: na busca de novos significados e formas para linhas e cores que dialoguem com o conteúdo (estilo a que chama de literatura críptica), ele, tal qual no texto de Plínio, utiliza mecanismos da repetição, do recorte e da colagem de textos literários para narrar a decadência do orgulho indígena. No seu livro, o personagem do velho índio é incitado a “ver, ver de ver, ver de perceber, ver de penetrar nas entranhas das coisas, ver de enxergar o essencial.

Parte da pesquisa que ele fez para chegar ao formato desejado teve como fonte as obras de artesanato popular dos povos latino-americanos expostas no Pavilhão da Criatividade. Paulista, de formação europeia em digital designer, Kaio Romero já expôs em Londres, Nova York e  Berlim e agora, pela primeira vez, em São Paulo.

A obra, de 5mx1,75m, é composta de várias lâminas de papelão em relevo e de tamanhos variados, com pinturas de padrões na cor preta que se intercalam em uma trama que cobrirá parte da fachada externa do Pavilhão da Criatividade.

SERVIÇO
Instalação Kaio Romero
Inútil Canto, Inútil Pranto Pelos Anjos Caídos. Plínio Marcos
Marquise do Pavilhão da Criatividade
Data: De 18 de junho a 21 de julho
Horário: Terça a domingo, das 9h às 18h
Grátis

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 junho, 2013 09:02


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

De Repente uma Família

Facebook

O Doutrinador