Com cara de festival, Virada Cultural Paulista une tendências da música internacional ao melhor da arte brasileira em 26 cidades

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 maio, 2013 20:02

Com cara de festival, Virada Cultural Paulista une tendências da música internacional ao melhor da arte brasileira em 26 cidades

Com uma programação que tem cara de festival, a Virada Cultural Paulista agita 26 cidades do interior e litoral nos próximos dias 25 e 26 de maio, reunindo em seus palcos as tendências da cena musical internacional aos grandes nomes da música brasileira. Nomes relevantes da cena indie mundial marcam presença no evento – alguns pela primeira vez no Brasil e com exclusividade para a Virada Paulista, como é o caso do rapper francês Wax Tailor, da banda nova-iorquina Au Revoir Simone, formada apenas por garotas; e da búlgara Dena, radicada na Alemanha. A programação internacional traz também o The ‘Amy Lives’ Project – banda tributo a Amy Whinehouse formada por músicos que tocaram com a cantora; o multi-instrumentista Brendan Benson, vocalista da banda The Racounters – projeto paralelo de Jack White (The White Stripes); os barceloneses do Muchachito y Sus Compadres – e muito mais.

A Virada Cultural Paulista, em sua sétima edição, é realizada pelo Governo do Estado de São Paulo desde 2007. Este ano, serão 26 cidades participantes: Assis, Americana, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto e São José dos Campos. O evento conta com correalização das Prefeituras municipais e parceria do SESC-SP, que terá programação adicional em 10 de suas unidades no interior.

A programação musical também inclui nomes consagrados da música nacional, como Gilberto Gil, que realiza em Santos show especial e inédito em São Paulo: ao lado do filho Bem Gil e do percursionista Gustavo di Dalva, ele sobe ao palco da Virada Paulista com set apresentado apenas em Santo Amaro (Bahia) e curta turnê por países árabes, em participações no Cairo Jazz Festival, Abu Dhabi Festival e em Tunis, capital da Tunísia. Batizado de Viramundo, o show apresenta os grandes sucessos de Gil ao longo de sua carreira.

Gal Costa participa do evento pela primeira vez com seu show Recanto. Convidada no ano passado, a cantora precisou cancelar sua participação no evento em função de um problema de saúde. Os Titãs garantem novamente presença na Virada com as músicas do álbum clássico Cabeça Dinossauro, um marco do rock nacional. O rap de Marcelo D2 também volta à Virada, assim como outros grupos que já participaram do evento: Ultraje a RigorLobão, Arnaldo Antunes, Pitty e Martin (projeto Agridoce), Raimundos e Emicida.

Vários artistas, além de Gal, fazem sua primeira Virada Paulista este ano. A lista incluiu Nasi, com repertório da banda Ira!, além de Criolo, considerado a estrela ascendente da música brasileira com seu hino “Não Existe Amor em São Paulo”. Da nova cena, estão na programação o grupo Os Sertões – projeto de Clayton Barros, ex-integrante da banda Cordel do Fogo Encantado -, a cantora, compositora e instrumentista Thaïs Morell, que busca inspiração em canções folclóricas de Gana, Finlândia, Brasil e Argentina.

Os nomes escolhidos compõem uma mistura diversificada, que aponta as mais recentes tendências do mundo da música, em várias vertentes. “Conseguimos fazer uma forte internacionalização do evento este ano, trazendo nomes novos para o público paulista – o que já é uma marca da Virada. Além disso, a programação será equilibrada com os grandes nomes já consagrados da música brasileira”, afirma a coordenadora da Unidade de Difusão Cultural, Maria TherezaBosi de Magalhães.

Do Pará, Gaby Amarantos volta à Virada, dessa vez com sua aparelhagem. O tecnobrega cult paraense também marca presença no evento com as apresentações de Felipe Cordeiro, com as músicas do álbum Kitschpopcult, em que arrisca misturas pouco usuais entre a música underground paulistana dos anos 80 e o brega. A também paraense Luê Soares faz sua primeira participação no evento. Com formação básica em violino clássico, ela mostra outra abordagem da mistura de ritmos que tem marcado a produção musical daquele estado, confirmando a vocação do Pará para a inventividade.

A música pernambucana também é presença marcante na Virada Cultural Paulista 2013. Otto participa da Virada com o show do seu álbum mais recente, The Moon 1111. Da terra de Chico Science vêm, ainda, Lirinha (ex-Cordel do Fogo Encantado), o pianista Vítor Araújo, o cantor e compositor Siba, com show do aclamado álbum Avante, a banda Eddie e o grupo Mombojó, além do Bonsucesso Samba Clube, banda olindense que retomou as atividades este ano.

ARTES CÊNICAS 

Mas não é só a música que marca presença na Virada Cultural Paulista. Cerca de 200 apresentações de artes cênicas estão programadas durante o evento, em teatros e palcos internos. As atrações escolhidas incluem alguns dos mais bem avaliados espetáculos de teatro, dança e circo da atualidade. A lista inclui a Cia. Munguzá com a aclamada peça Luis Antonio – Gabriela, de Nelson Bakersville; o espetáculo Shi Zen, 7 Cuias, vencedor do Prêmio Shell de Teatro 2013, do Grupo Lume de Teatro; o grupo Os Satyros, que apresenta a peça Inferno na Paisagem Belga e o infantil Criança Cidadã. 
A dança também marca presença nos palcos da Virada com a São Paulo Companhia de Dança; o Grupo Cena 11 Cia. de Dança, comemorando seus 20 anos, com duas apresentações da coreografia Carta de Amor ao Inimigo; a companhia Cisne Negro; o bailarino e coreógrafo Cristian Duarte; o Ballet Stagium com a coreografia Tangamente, e muito mais.

A programação completa está disponível no site oficial do evento, que tem também mais informações e entrevistas com alguns dos artistas convidados: www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br. Veja destaques abaixo, por cidade.

Saiba Mais 

A Virada Cultural Paulista é realizada em parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e os municípios participantes. Enquanto o Estado arca com todos os custos de contratação dos artistas e monta a programação cultural principal, as prefeituras bancam todo o investimento na montagem da infraestrutura de palco, som e luz, além de garantir a segurança e a limpeza nas áreas do evento. Além disso, o Estado estimula os municípios a montar programações paralelas, com artistas da cidade, de forma a dar visibilidade à produção artística local.

A sétima edição da Virada Cultural Paulista – o maior evento cultural do interior do Estado – acontece nos dias 25 e 26 de maio em 26 municípios: Assis, Americana, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto e São José dos Campos.

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 

A Virada Cultural Paulista acontece das 18h do sábado (25/5) às 20h do domingo (26/5). Veja os destaques da programação em cada cidade e confira a programação completa em www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br.

Americana
Dia 25 | 23h00 | Tulipa Ruiz
Dia 26 | 00h30 | Wax Tailor (França)
Dia 26 | 15h30 | Vítor Araújo

Araçatuba 
Dia 25 | 18h00 | Grupo Lume [Teatro] Dia 26 | 00h30 | The Amy Lives Project (UK)
Dia 26 | 17h00 | Marcelo Jeneci

Araraquara 
Dia 25 | 18h00 | Cia. Munguzá [Teatro] Dia 26 | 00h30 | Muchachito (Espanha)
Dia 26 | 18h30 | Gaby Amarantos

Assis 
Dia 25 | 18h00 | Cia. Fragmentos [Dança] Dia 26 | 00h30 | Otto
Dia 26 | 18h30 | Los Tres (Chile)

Barretos
Dia 25 | 21h30 | Antonio Zambujo (Portugal)
Dia 26 | 00h30 | Criolo
Dia 26 | 18h30 | Titãs

Bauru
Dia 26 | 00h30 | Pitty e Martin
Dia 26 | 15h30 | Lirinha
Dia 26 | 18h30 | Dena (Bulgária/Alemanha)
Botucatu 
Dia 25 | 18h00 | Ballet Stagium [Dança] Dia 25 | 21h30 | Ariana Delawari (EUA)
Dia 26 | 18h30 | Tulipa Ruiz

Campinas 
Dia 25 | 18h00 | Cena 11 [Dança] Dia 26 | 17h00 | Barcelona Sessions (Espanha)
Dia 26 | 18h30 | Emicida

Caraguatatuba 
Dia 25 | 18h00 | Marcelo Mansfield [Stand Up] Dia 26 | 00h30 | Arnaldo Antunes
Dia 26 | 18h30 | Monsieur Periné (Colômbia)

Diadema
Dia 25 | 23h00 | O Terno
Dia 26 | 00h30 | Raimundos
Dia 26 | 18h30 | Wax Tailor (França)

Franca 
Dia 25 | 23h00 | Vanguart
Dia 26 | 00h30 | Titãs
Dia 26 | 18h30 | Criolo

Indaiatuba 
Dia 25 | 23h00 | Siba
Dia 26 | 00h30 | Au Revoir Simone (EUA)
Dia 26 | 18h30 | Raimundos

Jundiaí 
Dia 25 | 23h00 | Shirley King (EUA)
Dia 26 | 00h30 | Lobão
Dia 26 | 18h30 | Gal Costa

Marília 
Dia 26 | 00h30 | Emicida
Dia 26 | 17h00 | Anelis Assumpção
Dia 26 | 18h30 | Bredan Benson (EUA)

Mogi das Cruzes 
Dia 25 | 23h00 | Ludov
Dia 26 | 00h30 | Zalon Thompson (UK)
Dia 26 | 17h00 | Garotas Suecas

Mogi Guaçu 
Dia 25 | 21h00 | Thiago Petit
Dia 26 | 14h30 | Cia. Mariana Muniz [Dança] Dia 26 | 16h00 | Ariana Delawari (EUA)

Mogi Mirim 
Dia 25 | 23h00 | Holger
Dia 26 | 00h30 | Dena (Bulgária/Alemanha)
Dia 26 | 18h30 | Marcelo D2

Piracicaba 
Dia 25 | 21h30 | Lucas Santtana
Dia 26 | 00h30 | Ultraje a Rigor
Dia 26 | 18h30 | Muchachito y Sus Compadres

Presidente Prudente 
Dia 25 | 23h00 | Nasi
Dia 26 | 00h30 | Brendan Benson (EUA)
Dia 26 | 18h30 | Afrobombas

Registro 
Dia 25 | 23h00 | Barcelona Sessions (Espanha)
Dia 26 | 00h30 | Monobloco
Dia 26 | 15h30 | Memórias de um Caramujo

Santa Bárbara d’Oeste 
Dia 26 | 00h30 | Mombojó
Dia 26 | 17h00 | Holger
Dia 26 | 18h30 | Au Revoir Simone (EUA)

Santos 
Dia 26 | 00h30 | Gilberto Gil
Dia 26 | 16h30 | Zalon Thompson (UK)
Dia 26 | 19h10 | Arnaldo Antunes

São Carlos 
Dia 25 | 23h00 | Garotas Suecas
Dia 26 | 00h30 | The Platters (EUA)
Dia 26 | 18h30 | Lobão

São João da Boa Vista 
Dia 26 | 00h30 | Gal Costa
Dia 26 | 15h30 | Tokio Savannah
Dia 26 | 18h30 | Shirley King (EUA)

São José do Rio Preto
Dia 26 | 00h30 | Gaby Amarantos
Dia 26 | 17h00 | Nasi
Dia 26 | 18h30 | The Amy Lives Project

São José dos Campos 
Dia 25 | 21h30 | Silva
Dia 26 | 00h30 | Marcelo D2
Dia 26 | 18h30 | Big Sam’s Funky Nation (EUA)

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 maio, 2013 20:02


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel