Programação musical conta com Fabiana Cozza, Tulipa Ruiz, Blubell, Marina de La Riva, Karina Spinelli, Luiza Possi, Gaby Amarantos, Andreia Dias e Rhaissa Bittar na Virada Cultural

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 15 maio, 2013 09:30

Programação musical conta com Fabiana Cozza, Tulipa Ruiz, Blubell, Marina de La Riva, Karina Spinelli, Luiza Possi, Gaby Amarantos, Andreia Dias e Rhaissa Bittar na Virada Cultural

A 7ª Virada Cultural Paulista, promovida pela Secretaria de Estado da Cultura nos dias 25 e 26 de maio, mostra que a MPB está de cara nova. Além de trazer musas do calibre de Gal Costa e Dona Ivone Lara, a programação musical da Virada conta com o frescor da nova geração de artistas da música popular. São múltiplos estilos, que vão do samba de Fabiana Cozza ao brega de Gaby Amarantos, tomando conta das 26 cidades participantes do evento. Todas as atrações oferecidas pela Virada Cultural Paulista são gratuitas.

Para Americana e Botucatu, a Virada Cultural Paulista levará Tulipa Ruiz, considerada uma das vozes mais importantes da atualidade. No show, Tulipa interpretará músicas de seu primeiro disco, Efêmera, que traz sucessos como Só Sei Dançar Com VocêSushiCada Voz e Do Amor. Tulipa também apresentará ao público canções do CD Tudo Tanto, premiado pela APCA como melhor álbum de 2012. Em Americana, o show acontece às 23h do sábado (25) na Praça David Garcia e em Botucatu, no Largo da Catedral da Praça Pedro Torres, no domingo (26), às 18h30.

Diadema recebe a voz de Marina de La Riva, cantora brasileira que conquistou o prêmio APCA de revelação feminina em 2007 por seu álbum de estreia. A cantora também foi indicada ao prêmio TIM de Música para melhor disco de língua estrangeira e vem despontando com seu show apaixonado que faz referência à Billie Holliday e Maysa. Marina se apresenta no palco externo da cidade no domingo (26), às 15h30.

Comemorando 10 anos de carreira, Luiza Possi apresenta na cidade de Araçatuba o show da turnê do seu 6º CD Seguir Cantando, no sábado (25), às 21h30, no palco principal do evento. Filha de um dos maiores nomes da MPB – a cantora Zizi Possi, Luiza começou a cantar de maneira informal acompanhando amigos em turnês e já ganhou o Prêmio TIM de Música e três Grammys Latino, incluindo o de artista revelação.

Fabiana Cozza apresenta em Assis e em Presidente Prudente, um espetáculo que homenageia uma das maiores intérpretes da música brasileira: Clara Nunes. Em Canto Sagrado – 70 anos de Clara Nunes, Fabiana passeia por um rico mosaico de ritmos, com sucessos marcantes como O Mar Serenou Juízo Final, entre outras releituras em que se evidencia o tom sagrado e religioso que Clara emprestava ao seu repertório.  Em Assis, o show de Fabiana Cozza acontece no sábado, às 21h30, e em Presidente Prudente, no domingo, às 15h30.

A cantora Blubell, que realiza show em Bauru e em São João da Boa Vista, é uma das queridinhas da crítica especializada em MPB. Seu primeiro álbum Slow Motion Ballet, lançado sob selo independente em 2006, foi bem recebido por jornais como a Folha de S. Paulo e Estadão e recebeu elogios de cantoras como Marisa Monte e Mallu Magalhães. Para a Virada, a cantora preparou show mais que elegante com o trio Black Tie, em que é possível ouvir um rock clássico do The Who, um standard de Cole Porter, um hino de Edith Piaf, uma balada de Michael Jackson e até um samba de Nelson Cavaquinho. Tudo isso com harmonias e melodias muito bem desenhadas e sofisticadas. Em Bauru, o show acontece no sábado (25), às 23h, e em São João da Boa Vista, no domingo (26), às 17h.

Performática e sagaz, Anelis Assumpção domina o palco como poucas cantoras de sua geração. Filha de Itamar Assumpção, Anelis começou a carreira como backing vocal do pai e integra a banda DonaZica. Seu trabalho solo tem identidade própria e definida, em que é possível reconhecer pitadas de dub, reggae, afrobeat, rap, samba e bossa nova. A cantora se apresenta em Presidente Prudente, no sábado (25), às 21h30, e em Marília, no domingo, às 17h.

Já a cantora pernambucana Karynna Spinelli traz aos palcos da Virada o show Negona, com muito samba, gafieira, ritmos do seu Estado e destaque para as toadas de terreiro e a sonoridade percussiva e visceral. As apresentações acontecem em São João da Boa Vista, no sábado (25) às 23h, e Indaiatuba, no domingo (26) às 15h30.

Como resultado de seu terceiro disco solo Pelos Trópicos, a cantora Andreia Dias traz para a Virada Cultural Paulista a experiência de viver e compor de forma itinerante, com músicas que nasceram no Rio de Janeiro, seguiram para Belém e desembocaram em Salvador. Essa viagem musical resulta em um show solar, intenso e pop, que acontece no palco externo de Indaiatuba no sábado (25), às 21h30. Na estrada há 15 anos, a cantora também tem álbuns gravados com a Banda Glória e DonaZica ­ ­- e participações em discos de Tom Zé e Zeca Baleiro, entre outros.

Após uma turnê pela Europa em 2012, Flavia Bittencourt traz para Virada na cidade de Jundiaí, o show do seu segundo álbum Todo Domingos, uma releitura da obra do compositor pernambucano Dominguinhos. Seu timbre brejeiro, seguro e cativante dá vida nova a composições como Lamento SertanejoAbri a PortaDe Volta pro Aconchego e Eu Só Quero um Xodó. O show de Flavia Bittencourt acontece no domingo, às 17h, no palco externo da cidade.

Já a paraense Luê, que acaba de lançar seu primeiro trabalho, A Fim de Onda, divide o palco com Arnaldo Antunes em Santos, no domingo às 18h30. Luê começou sua carreira musical tocando violino clássico, mas nunca fechou os ouvidos para os sons de sua cidade natal, Belém. O resultado dessa vivência é uma cantora que passeia pela guitarrada, pelo carimbó, pelo soul e pelo pop.

Registro recebe a jovialidade de Rhaissa Bittar, cantora que apresenta um repertório plural e flerta com o samba, o frevo, o jazz e o folk. Com uma boa dose de humor e teatralidade, suas canções se transformam em pequenas crônicas cotidianas.  O show de Rhaissa acontece às 20h do sábado (25), no palco principal da cidade.

Por fim, Santa Bárbara D’Oeste terá show de Thaïs Morell, cantora e instrumentista curitibana que foi buscar em Valência, na Espanha, os elementos fundamentais do seu trabalho. Foi lá que nasceu seu primeiro álbum Cancioneira, em que se destacam as interpretações de canções folclóricas de Gana, Finlândia, Brasil e Argentina. Thaïs sobe ao palco principal da cidade no domingo (26), às 15h30.

A programação completa da 7ª Virada Cultural Paulista está disponível no site oficial do evento: www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br.

Sobre a Virada

A Virada Cultural Paulista é realizada em parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e os municípios participantes. Enquanto o Estado arca com todos os custos de contratação dos artistas e monta a programação cultural principal, as prefeituras bancam todo o investimento na montagem da infraestrutura de palco, som e luz, além de garantir a segurança e a limpeza nas áreas do evento. Além disso, o Estado estimula os municípios a montar programações paralelas, com artistas da cidade, de forma a dar visibilidade à produção artística local.

A sétima edição da Virada Cultural Paulista – o maior evento cultural do interior do Estado – acontece nos dias 25 e 26 de maio em 26 municípios: Assis, Americana, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto e São José dos Campos.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 15 maio, 2013 09:30


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel