Grandes nomes da música brasileira e artistas internacionais já estão sendo confirmados para a 7ª Virada Cultural Paulista

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 abril, 2013 15:08

Grandes nomes da música brasileira e artistas internacionais já estão sendo confirmados para a 7ª Virada Cultural Paulista

A Secretaria de Estado da Cultura confirma grandes nomes nacionais e 15 artistas internacionais para a Virada Cultural Paulista 2013, que este ano acontece nos dias 25 e 26 de maio, em 27 cidades do interior e litoral de São Paulo. A programação musical prévia já inclui Gal Costa, que participa do evento pela primeira vez, com seu show Recanto. Os Titãs garantem novamente presença no evento com as músicas do álbum clássico Cabeça Dinossauro, um marco do rock nacional. O rap de Marcelo D2 também volta à Virada, assim como outros grupos que já participaram do evento: Ultraje a RigorLobão, Arnaldo Antunes, Pitty e Martin (projeto Agridoce), Raimundos e Emicida.

“A Virada Cultural Paulista consolida nossa política de levar para o interior uma programação cultural de muita qualidade. Chegamos esse ano a 27 cidades, que vão receber o maior evento cultural do interior paulista. São milhões de espectadores, movimentando o comércio e os serviços, numa festa à altura de São Paulo”, afirma o Governador Geraldo Alckmin.

Vários artistas, além de Gal, fazem sua primeira Virada Paulista este ano. A lista incluiu Nasi, com repertório da banda Ira!, além de Criolo, considerado a estrela ascendente da música brasileira com seu hino “Não Existe Amor em São Paulo”. Da nova cena, estão na programação o grupo Os Sertões – projeto de Clayton Barros, ex-integrante da banda Cordel do Fogo Encantado -, a cantora, compositora e instrumentista Thaïs Morell, que busca inspiração em canções folclóricas de Gana, Finlândia, Brasil e Argentina.

O samba está garantido na Virada Cultural Paulista com Dona Ivone LaraFabiana Cozza e Virgínia Rosa, além da Roda de Choro. A inventividade da música paraense e a pegada dos grupos pernambucanos também marcam presença na Virada, que também traça um panorama da produção musical das várias regiões do Brasil.

Outra grande novidade este ano é que a Virada terá atrações internacionais em todas as cidades participantes. Serão 15 artistas e grupos estrangeiros, representando países como Estados Unidos, Espanha, Chile, Colômbia, França, Portugal, Inglaterra e Alemanha Grandes nomes da música nacional também já estão confirmados na programação, assim como artistas novos que começam a despontar na mídia.

“Desta forma, a Virada Cultural Paulista se consolida como um evento que concretiza o acesso à cultura em todas as regiões do Estado, oferecendo à população atividades gratuitas, baseadas na qualidade e na diversidade. Este resultado só é possível por meio da parceria do Governo do Estado com as Prefeituras das cidades participantes”, afirma o Secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araujo.

A lista inclui as bandas norte-americanas Au Revoir Simone – grupo indie nova-iorquino formado por três garotas, pela primeira vez no Brasil – Big Sam’s Funky Nation, além da cantora norte-americana, filhas de afegão, Ariana Delawari, e Shirley King, herdeira do rei do blues, B.B. King. Vocalista da banda The Racounters – projeto paralelo de Jack White (The White Stripes) – o multiinstrumentista Brendan Benson faz show solo com seu trabalho indie rock. Completando a lista dos artistas norte-americanos, o grupo The Platters traz para Virada o rock vocal que marcou a gênese do estilo nos anos 50.

A cantora britânica Amy Whinehouse, que morreu em 2011, será homenageada na Virada Cultural Paulista com dois grupos vindos da Inglaterra: The “Amy Lives” Project, formada por três músicos que tocaram com ela, faz apresentação baseada nas canções de Amy que ganharam o mundo. Este projeto contará com a participação das cantoras brasileiras Graça Cunha e Ully Costa. Nas palavras do tecladista Xantoné Blacq: “A ideia é olhar para onde a música de Amy pode ir no futuro, em vez de tocá-la exatamente como era no passado”. Além do Amy Project, o cantor Zalon Thompson, que foi seu backing vocal, também participa da virada com repertório de soul pop, motown e Hip Hop.

A cantora e compositora búlgara Dena (Denitza Todorova), radicada na Alemanha, mistura pop e hip hop para fazer o público dançar. Seu comportamento cool e seu jeito hipster soam mais como uma crítica aos clichês do universo da música. Seus vídeos também são sucesso no Youtube.

Portugal participa da Virada Cultural Paulista com o cantor de fados António Zambujo, enquanto a França marca presença com o Hip Hop de Wax Taylor. Da Espanha, vem o Muchachito Bombo Infierno, grupo de Barcelona que mistura rumba, funk, swing e rock’n’roll. O projeto The Barcelona Sessions – uma coprodução Brasil/Espanha, envolvendo um artista africano, um guitarrista Flamenco, um rapper catalão, além da participação de artistas nacionais.

Já a América do Sul será representada na Virada Cultural Paulista pelos colombianos da Monsieur Periné, numa fusão dançante de música popular latina com jazz, além do grupo chileno Los Tres, cujo trabalho tem base na música chilena de raiz, com influências de jazz e rock.

Os nomes escolhidos compõem uma mistura diversificada, que aponta as mais recentes tendências do mundo da música, em várias vertentes. “Conseguimos fazer uma forte internacionalização do evento este ano, trazendo nomes novos para o público paulista – o que já é uma marca da Virada. Além disso, a programação será equilibrada com os grandes nomes já consagrados da música brasileira”, afirma a coordenadora da Unidade de Difusão Cultural, Maria Thereza Bosi de Magalhães.

NACIONAIS

Do Pará, Gaby Amarantos volta à Virada, dessa vez com sua aparelhagem. O tecnobrega cult paraense também marca presença no evento com as apresentações de Felipe Cordeiro, com as músicas do álbum Kitschpopcult, em que arrisca misturas pouco usuais entre a música underground paulistana dos anos 80 e o brega. A também paraense Luê Soares faz sua primeira participação no evento. Com formação básica em violino clássico, ela mostra outra abordagem da mistura de ritmos que tem marcado a produção musical daquele estado, confirmando a vocação do Pará para a inventividade.

A música pernambucana também é presença marcante na Virada Cultural Paulista 2013. Otto participa da Virada com o show do seu álbum mais recente, The Moon 1111. Da terra de Chico Science vêm, ainda, Lirinha (ex-Cordel do Fogo Encantado), o pianista Vítor Araújo, o cantor e compositor Siba, com show do aclamado álbum Avante, a banda Eddie e o grupo Mombojó, além do Bonsucesso Samba Clube, banda olindense que retomou as atividades este ano.

Grade completa

Esta é a apenas uma prévia do que a Virada Cultural Paulista está programando para 2013; A grade completa da programação vai incluir, ainda, atrações de teatro adulto e infantil, dança, stand up comedy, atividades nas unidades locais do Sesc-SP e artistas locais, de forma a valorizar o que é produzido nos municípios. Em breve, a programação completa será disponibilizada no site oficial da Virada: www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br.

A Virada Cultural Paulista é realizada em parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e os municípios participantes. Enquanto o Estado arca com todos os custos de contratação dos artistas e monta a programação cultural principal, as prefeituras bancam todo o investimento na montagem da infraestrutura de palco, som e luz, além de garantir a segurança e a limpeza nas áreas do evento. Além disso, o Estado estimula os municípios a montar programações paralelas, com artistas da cidade, de forma a dar visibilidade à produção artística local.

A sétima edição da Virada Cultural Paulista – o maior evento cultural do interior do Estado – acontece nos dias 25 e 26 de maio em 27 municípios: Assis, Americana, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

Confira as atrações já confirmadas aqui: www.cultura.sp.gov.br.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 abril, 2013 15:08


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook