Astrologia inspira a artista Bárbara Kramer em seu novo trabalho

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 março, 2013 10:03

Astrologia inspira a artista Bárbara Kramer em seu novo trabalho

Em sua nova criação, a estilista e ilustradora Bárbara Kramer aproxima astrologia ao universo da arte e da moda. A marca lançará 12 “Mini Coleções” ao longo do ano para sua grife SARAVAH, inspiradas nas cores, elementos e personalidade de cada um dos 12 signos do zodíaco.

No trabalho, a estilista usa cores, flores, pedras e características que regem os signos para dar vida às peças de roupa e acessórios que compõe a coleção. Bárbara lança em paralelo, ilustrações com o mesmo tema na Galeria Urban Arts, que desde 2012 hospeda e expõe parte de sua obra. Urban Arts: www.urbanarts.com.br/busca/?query=barbara%20kramer

Peças ricas em detalhes, personalidade e estilo são algumas das características da Saravah, que conta com a espontaneidade e liberdade da jovem Bárbara Kramer em suas criações. “A marca é para jovens inovadores de vanguarda, não somos muito presos em tendências de moda, o objetivo é transformar o sentimento geral, sobre arte e sociedade em roupas. A Saravah tem um jeito romântico e livre, combinando com o amor pela natureza e, ao mesmo tempo, a vontade de curtir uma festa.”, diz Bárbara.

Áries (21/03 À 20/04)

Cheios de energia, aventureiros, líderes e valentes são algumas características que inspiraram as primeiras peças que dão vida e forma ao signo de Áries.

Os arianos são ativos, decisivos, práticos e tem muita energia. É o primeiro do ano astrológico e todos os outros o seguem. A coleção demonstra um pouco disso, com peças fortes e provocativas, dignas do líder do grupo.

A parte do corpo que representa Áries é a cabeça, por isso a coleção tem acessórios para demarcar essa parte do corpo e fortalecê-la. As cores são quentes: vermelhos e laranjas vibrantes. As estampas são das flores regidas pelo signo de Áries e o carneiro, que representa a simbologia do signo.

Compõe a coleção dois tops, um vestido, uma jaqueta e três acessórios femininos. Para o público masculino será lançada uma única e exclusiva estampa de camiseta. Os materiais utilizados são couro, algodão e tecidos leves como a seda, podendo ser opaco ou acetinado. Há presença também de transparências, que são feitas de tule de seda.

Sobre a Saravah

Saravá é como o mantra de origem africana, que pode fixar ou dissipar determinadas vibrações. Afinal a palavra “saravá” impele a força (Sa), o movimento (Ra) e a Natureza (Vá) a saudar aquilo que há de bom: é uma forma positiva de selar uma conversa. Ou de começar novos caminhos. A marca foi criada em 2011, após uma inspiradora viagem que Bárbara fez à Bahia, onde voltou com muito “Saravah” na cabeça e cheia de ideias, e logo as colocou em prática.

Em sua primeira coleção, lançada no Museu Afro Brasileiro com desfile marcando a abertura da marca, a estilista Bárbara Kramer se inspirou na Bahia e na África para criar looks com traços étnicos e indígenas. Por isso, as peças traziam muitas franjas, couro, renda, macramé e trabalho em miçanga nas cores goiaba, azul, verde, cru e caramelo.

A segunda coleção foi inspirada em festivais de música e levava o nome de Muziekfestival, esta também tinha bastante couro, com cores azul turquesa, caramelo, branco, preto e laranja.

Sua terceira coleção “Como México No Hay Dos!”, a estilista se inspirou nas cores, bordados e arquitetura do México para criar 12 looks de verão. O lançamento oficial foi na festa Batbacumba no Estúdio Emme, em dezembro de 2012.

As peças são vendidas no próprio site da marca, nas lojas colaborativas “Na cada qual” – Rua Augusta, na Endossa em Brasília ou com visita marcada no atelier de Bárbara, localizado na capital paulista. Também podem ser encontradas em alguns eventos que a estilista promove ao longo do ano, no Rio de janeiro, Brasília e São Paulo.

Visite o site: www.saravahbrasil.com / www.blogdasaravah.tumblr.com

Bárbara Kramer

Bárbara nasceu em Brasília, onde fez seus primeiros cursos na Escola MS Desenhos, no Senac e no Instituto Europeo di Design. Na Universidade de Brasília coordenou um workshop de desenho de moda. Ela tem formação acadêmica em Design de Estilismo no Instituto Europeo di Design, em São Paulo. Entre seus trabalhos estão ilustrações pra o livro “Nouresredin and the fair persian”, da editora Pictorical e ilustrações para a revista Lola, da Editora Abril. Morou na Espanha e na Austrália. Apesar do vínculo familiar com a política – é filha da jornalista Dora Kramer e do cientista político Paulo Kramer, teve a moda sempre como única opção. “Nunca entendi nada sobre o assunto. Acho que era o excesso de contato com o tema”, brinca. Ainda assim, Dora foi determinante na opção profissional de Bárbara. “Minha mãe foi meu primeiro contato com desenho de moda, ela desenhava umas bonequinhas com roupas diferentes quando eu era pequena, e eu amei aquilo”, relembra. “Quando eu cresci mais um pouco e tomei gosto pela coisa, ela me incentivou muito. Minha mãe sempre gostou da minha escolha e me apoiou muito”.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 março, 2013 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Homem Aranha - Longe de Casa

Facebook

Kardec