Dramaturgia Contemporânea em Debate na SP Escola de Teatro

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 março, 2013 12:05

Dramaturgia Contemporânea em Debate na SP Escola de Teatro

A Dramaturgia Contemporânea é o tema da Mesa de Discussão que acontecerá neste sábado (9), na Sede Roosevelt, na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, espaço da Secretaria de Estado da Cultura. O encontro acontece das 11h às 13h30 e é promovido pelo departamento de Extensão Cultural da Instituição.

A Mesa de Discussão terá mediação da coordenadora do curso de Dramaturgia, a dramaturga e jornalista Marici Salomão, e reunirá os dramaturgos Alex Giostri, Maurício de Arruda Mendonça, Flávio Marinho e Cláudia Schapira.

O evento é aberto ao público e tem entrada gratuita.

Sobre os Participantes

Marici Salomão – Formada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, foi aluna especial de Semântica, por um ano, no IEL (Instituto de Estudos Linguísticos) da Unicamp. Seu interesse pela dramaturgia a fez participar de oficinas de dramaturgia oferecidas pela Oficina Cultural Oswald de Andrade, onde estudou com o dramaturgo Luís Alberto de Abreu. Depois, aperfeiçoou sua formação em Dramaturgia no CPT (Centro de Pesquisa Teatral), sob supervisão de Antunes Filho. Foi coordenadora do Círculo de Dramaturgia do CPT, entre 1998 e 2003. “Maria Quitéria”, “Bilhete”, “Impostura”, “O Pelicano” e “Atos de Violência” são seus textos já encenados.  Atualmente, responde pela Coordenação do Curso de Dramaturgia da SP Escola de Teatro, inaugurada em novembro de 2009, e do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council desde junho de 2008, além de integrar a comissão julgadora do Prêmio Shell de Teatro de São Paulo.

Alex Giostri – Formado em Cinema, entre 2004 e 2006 iniciou a carreira docente com seus cursos de extensão e de aprimoramento profissional em algumas Universidades. No mesmo período, passa a pesquisar o mercado editorial, o que resultou no seu próprio selo editorial Giostri. Com o início do marca, logo amplia os trabalhos e apresenta ao mercado o selo RAG e o selo infantil Giostrinho, todos da Giostri Editora. Com cinco livros publicados até o ano de 2008, dois deles utilizados como bibliografia básica em várias Universidades nacionais. Um de seus títulos já ganhou versão em espanhol “Del pensamiento para el papel”, e em breve sairá em francês, “De la pensée pour le papier”. Na dramaturgia, tem uma obra teatral com 14 textos autorais e duas adaptações de obras literárias. É premiado nacionalmente num concurso de dramaturgia em 2005 com um de seus textos autorais.

Maurício de Arruda Mendonça – Dramaturgo, poeta, tradutor e músico. Em teatro, traduziu autores como Molière, Tennessee Williams, Samuel Beckett, Bertolt Brecht e Sam Shepard. Publicou, em parceria com o diretor Paulo de Moraes, os livros de dramaturgia “Antes da Coisa Toda Começar/Antes del Inicio de todo” (2011); “Inveja dos Anjos/Envy of Angels” (2010), e “Pequenos Milagres” – texto de espetáculo comemorativo dos 25 anos do Grupo Galpão (2008).,Em 2012 publicou o livro “Quatro Comédias” contendo dramaturgias de sua autoria solo. Foi professor de Teoria e História do Teatro (1997-99) e Coordenador da Escola Municipal de Teatro de Londrina (1998-99). É dramaturgo colaborador do Armazém Companhia de Teatro desde 1995. Em 2003, foi indicado ao Prêmio Shell-SP de Melhor Autor pelo monólogo “Kerouac”, atuado por Mário Bortolotto sob a direção de Fauzi Arap.

Claudia Schapira – Argentina naturalizada brasileira, é dramaturga, atriz, diretora e figurinista, formada em Rádio e TV pela Faculdade Armando Álvares Penteado (Faap) e em Interpretação pela Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP). É artista fundadora do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, onde atua como diretora, dramaturga, atriz–MC e figurinista. Trabalha com importantes nomes do teatro, como Ulysses Cruz, José Possi Neto, Cibele Forjaz, Luís Melo e Daniela Thomas, e do cinema, como Tata Amaral, Fabrizia Pinto e Fernando Meireles. Ao longo de sua carreira foi premiada por seus textos (prêmio Femsa/Cola-Cola 2009, prêmio Pananco/Coca-Cola 2001, prêmio cooperativa 2008) e figurinos (Prêmio Shell 2005, Prêmio Mambembe 1995).

Flávio Marinho – Advogado e jornalista, Flávio Marinho deixou o jornalismo e passou a se dedicar ao teatro em 1985, quando foi convidado por Wolf Maya para fazer a adaptação e tradução da peça “As Noviças Rebeldes”, que se transforma num dos grandes sucessos do teatro musical carioca. Na sequência, faz “Splish Splash”, também com Wolf Maya, estrelado por Cláudia Raia. De 1996 a 2001, dirigiu a Casa de Cultura Laura Alvim/Funarj, um dos principais centros irradiadores de arte e cultura do Brasil, com sede em Ipanema, Rio de Janeiro. É membro do Colegiado da APTR (Associação de Produtores de Teatro do Rio de Janeiro), da qual é sócio-fundador. Durante o ano de 2007, fez parte do Conselho Estadual de Cultura do Rio de Janeiro. Entre seus outros sucessos no teatro, destacam-se: “A Vingança do Espelho: A História de Zezé Macedo”, “Cauby! Cauby!”, “Um Caminho Para Dois” e “Abalou Bangu”.

SERVIÇO
Mesa de Discussão: “Dramaturgia Contemporânea”
Mediação: Marici Salomão
Com: Alex Giostri, Maurício de Arruda Mendonça, Flávio Marinho e Claudia Schapira
Data: sábado (9), às 11h
Local: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt
Endereço: Praça Roosevelt, 210 – Consolação
Tel. (11) 3775-8600
Grátis

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 março, 2013 12:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel