Núcleo Educatho encena tradição no Sesc Piracicaba

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 1 março, 2013 08:01

Núcleo Educatho encena tradição no Sesc Piracicaba

A literatura nasceu da necessidade do homem de transmitir suas tradições, antes passadas adiante de forma falada, com maior exatidão. Embora a palavra escrita ocupe hoje espaço de destaque na veiculação de ideias e obras, a oralidade segue construindo as bases da história humana.

Resgatar essas reminiscências é uma das propostas que o Núcleo Educatho, em conjunto com o Sesc, preparou para o público durante todo o mês de março. O grupo formado por profissionais capacitados nas áreas de Teatro, Dança e Música apresentará contos e narrativas que fazem parte do folclore de diversas nações e povos.

As apresentações ocorrem nos dias 03, 09, 17 e 31 de março, e vão levar ao público mitos e lendas Europeus, Orientais, Americanos e Africanos respectivamente, aprofundando as relações possíveis entre os folclores e evidenciando que a transmissão oral dessas histórias ultrapassa fronteiras e séculos. O projeto, aliás, intenciona mostrar justamente as possibilidades de encontro entre o regional e o universal que residem no interior destas pequenas fábulas.

São histórias que integram a tradição, porém ficaram restritas às rodas de conversas, sem jamais ganhar versão escrita definitiva. O trabalho de pesquisa do grupo percorreu a oralidade de continentes e colheu contos de culturas tão distintas quanto a algonquiana, a etíope e a chinesa (entre outras), afim de mapear a existência dos pontos em comum, bem como a inter-relação da memória narrativa que sobreviveu ao teste do tempo e da sociedade de consumo.

Em abril, o Núcleo Educatho retorna ao Sesc para dar sequência ao projeto. Desta vez, porém, o grupo buscará inspiração nos grandes contistas, que ao longo de suas carreiras literárias coletaram, organizaram ou mesmo criaram histórias que integram o imaginário popular de seus respectivos povos. Os irmãos Jacob e Wilhelm Grimm, Charles Perrault, Hans Christian Andersen e o brasileiro Câmara Cascudo serão os homenageados.

Programação de Março

Contos Europeus – Dia 03/03, domingo às 11h, Comedoria.

O Núcleo Educatho traz para o Sesc Piracicaba duas histórias que vão homenagear o velho continente e que tratam do mesmo tema: a morte, e de como nós humanos estamos sempre querendo escapar dela. O primeiro é um conto espanhol, “A Pereira da Tia Miséria”, que narra  a saga de uma velhinha que captura a morte em cima da sua árvore favorita. A segunda história é italiana e se chama: “O Garoto que queria Viver para Sempre”, e trata das peripécias de um rapaz em encontrar um lugar onde o tempo nunca passa.

Contos Orientais – Dia 09/03, sábado às 15h, Praça do Sesc.

As histórias escolhidas pelo Núcleo Educatho são: “O Rio Amarelo” e “Nayarana e seu destino”. O primeiro é um conto chinês e conta a triste história de Huang Ho, jovem que se apaixona pela filha do chefe de polícia da sua cidade e tem que enfrentar muitos desafios para ficar com sua amada. A segunda história é indiana e narra o trajeto do pobre Nayarana em busca de seu destino.

Contos das Américas – Dia 17/03, domingo  às 11h – Comedoria.

O Núcleo Educatho vai falar sobre as Américas e suas histórias, começando com um conto das primeiras nações da América do Norte: “Oochigeasku – Uma Cinderela Algonquim”, a clássica história da garota que se transforma e descobre o verdadeiro amor recontada sob a ótica do povo algonquim. Na segunda parte, temos um conto dos índios brasileiros chamado “A Origem do Oiapoque”, aqui conhecemos Tarumã uma dedicada mãe que não vai medir esforços para salvar seu filho de todos os males da seca e da fome.

Contos Africanos – Dia 31/03, domingo  às 11h – Comedoria.

As duas histórias escolhidas são: “O Príncipe Medroso”, que narra a vida de Sintayehu, príncipe da Etiópia que era muito inteligente e
simpático só que tinha um grave defeito: era muito medroso, até que o rei decide fazê-lo passar por uma prova de coragem.  E o segundo conto: “Os Irmãos Gêmeos” conta a história de Mavungu e Luemba, que nasceram cada qual com um talismã que os protegem. Um belo dia Mavungu decide partir de sua aldeia para conquistar o coração da filha do chefe Nzambi, só o que ele não desconfia são dos desafios que ele teria pela frente.

SERVIÇO
Núcleo Educatho
Data: Sábados, às 15h e Domingos, às 11h – Dias 03, 09, 17 e 31
Sesc Piracicaba
Endereço: Rua Ipiranga, 155, Centro
Gratuito
Informações: (19) 3437-9292.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Fonte: Assessoria de Imprensa/SESC

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 1 março, 2013 08:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel