MuBE expõe pinturas de Isabelle Borges

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 1 fevereiro, 2013 19:05

MuBE expõe pinturas de Isabelle Borges

De 6 a 26 de fevereiro o MuBE apresenta a exposição Seta do Tempo, da artista Isabelle Borges, com conceito e obras elaboradas especialmente para o Museu Brasileiro da Escultura. Esta é a primeira mostra individual da artista em um museu brasileiro e trará 9 pinturas sobre tela e 30 desenhos inéditos, sob curadoria de Tereza de Arruda.

Isabelle Borges reside na Alemanha há mais de vinte anos. Independente da distância geográfica do Brasil, seu país de procedência, a artista incorpora em sua obra características marcantes de uma arte internacional enraizada nos dois continentes. Isabelle apresenta nas obras concebidas para a mostra Seta do Tempo tendências respaldadas na tradição artística brasileira e alemã.

A pintura de Isabelle Borges exalta elementos subjetivos e orgânicos delimitados por formas, traços e contornos definidos criando uma dinâmica própria e diálogo entre obra e público por meio de seu caráter envolvente como em uma imagem tridimensional ou mesmo escultural. A ciência norteia grande parte da elaboração destas obras repletas de formas reconhecidas na técnica do origami, reproduzida nas telas pelo desdobramento de imagens e espaços inusitados, criando profundidade e  pontos de convergência a reforçar esta idéia.

O desdobramento dos elementos pictóricos da pintura de Isabelle Borges encontra no local expositivo do MUBE as condições espaciais adequadas para visualização e experimentação deste universo artístico. As imagens extrapolam as telas e suas molduras individuais para darem continuidade ao seu movimento, composição de cores e traços na vivência de todo o conjunto criando assim uma imensa onda a se esparramar pelo longo horizonte da sala Pinacoteca. As pinturas envolvem o visitante no primeiro instante pelo impacto geral do grupo de obras expostas. Em um segundo momento são as minúcias que atraem o olhar do expectador. As figuras geométricas precisas revelam colagens esparsas e discretas de elementos literários extraídos do arquivo da artista (jornais, revistas, livros) e precisamente retrabalhados e incorporados nas pinturas como mensagens dadaístas de Kurt Schwitters ou montagens visuais de Hannah Höch.

Estas colagens foram primeiramente utilizadas por Isabelle Borges em desenhos tidos como rascunhos de pinturas a serem executadas. Estes porém atingiram relativamente no início de sua existência autonomia suficiente para serem vistos como obras únicas isoladas. Na mostra  Seta do Tempo trazemos também pela primeira vez para o público brasileiro uma seleção destes desenhos, nos quais apreciamos claramente a evolução das formas, os contormos precisamente delimitados e incravados  no suporte artístico, assim como a exata e delicada escolha da palheta de cores oscilando entre tons pastéis e cores primárias, criando um grande contraste e desconforto inicial devido à combinação inusitada. Esta seleção pictórica extrapola o suporte artístico e se espande pela galeria criando uma superfície e ambientação única.

SERVIÇO
Seta do Tempo,  Isabelle Borges – MuBE – Museu Brasileiro da Escultura
Período expositivo: de 6 a 26 de fevereiro de 2013
Entrada gratuita
Endereço: Av. Europa, 218. São Paulo
Informações: 11 2594-2601, mube@mube.art.br
Horário de funcionamento: Terça-feira a domingo, das 10h às 19h

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 1 fevereiro, 2013 19:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel