Orquestra Sinfônica de Minas Gerais apresenta obras de Mozart, Haydn e Gluck no Museu Inimá de Paula

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 14 novembro, 2012 16:02

Orquestra Sinfônica de Minas Gerais apresenta obras de Mozart, Haydn e Gluck no Museu Inimá de Paula

Fundação Clóvis Salgado apresenta mais uma edição da Série Sinfônica no Museu e, para ese concerto, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais convida o maestro Jésus Figueiredo e a violinista Gabriela Queiroz. No programa da noite estão obras de MozartHaydn e Gluck. A apresentação acontece no dia 22 de novembro, quinta-feira, às 20h, no Museu Inimá de Paula. A entrada é gratuita.

Para iniciar o concerto, será executada a abertura da ópera Orfeu ed Euridice, de Gluck; seguida pelo Concerto para Violino nº 5 em Lá Maior “KV 219”, movimento em quatro atos de Mozart, que contará com a participação da solista Gabriela Queiroz; e a Sinfonia 49 em Fá menor “La Passione, também composta por quatro atos. Segundo o maestro convidado, Jésus Figueiredo, “será um concerto com obras de três grandes compositores clássicos, porém de características muito diferentes entre elas. A abertura da ópera ORFEO, comemorando seus 250 anos de estreia, o Concerto para Violino mostrando a capacidade de Mozart em expressar também a vivacidade e o cromatismo contido na música turca e a dramaticidade da Paixão contida na sinfonia de Haydn”.

O maestro acrescenta ainda que é um grande prazer, após dois anos do seu primeiro trabalho com a OSMG, estar de volta a Belo Horizonte para dirigir esta excelente e já tradicional orquestra de nosso país, que desta vez contará também com a participação da ótima violinista Gabriela Queiroz. “Este concerto terá obras que além de muito belas são de grande riqueza artística”, comenta Figueiredo.

Série Sinfônica no Museu é mais uma política da Fundação Clóvis Salgado voltada para a democratização do acesso à música erudita, que promove o encontro de grandes artistas com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais no Museu Inimá de Paula.

Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

Fundada em 1976, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais é considerada uma das mais importantes do país. Interpreta um repertório que compreende todos os períodos da história da música escrita para orquestra: óperas, balés, concertos, poemas sinfônicos e grandes obras sinfônico-corais, em apresentações ao ar livre, na capital e no interior.

A OSMG realiza projetos de sucesso, como o Sinfônica Pop, que recebe grandes nomes da música popular brasileira e iniciativas como a Série Sinfônica no Museu e a Série Concertos no Parque, que teve sua estreia em 1978. Seu regente titular é o maestro Roberto Tibiriçá, vencedor por dois anos consecutivos do Prêmio Carlos Gomes – ópera e música erudita – na categoria regente sinfônico, pelo seu trabalho à frente da OSMG.

Maestro Jésus Figueiredo

Jésus Figueiredo é bacharel em Regência Orquestral, em Órgão de Tubos e Mestre em Acústica Musical pela Escola de Música da UFRJ. Desde 1999 é Maestro Assistente do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde trabalha atualmente também com a Orquestra Sinfônica na preparação de Óperas e Balés.

Já regeu diversas orquestras, entre elas estão a Sinfônica de Minas Gerais, a Sinfônica Brasileira O&R, a Filarmônica do Ceará, a Acadêmica do Teatro Colón de Buenos Aires, a da Universidade Nacional de Cuyos (Argentina), a da Ópera de San Juan (Argentina), e a Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

É atualmente o Maestro Titular do Coro Ópera Brasil que participa da temporada lírica da Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera & Repertório.

Com o Balé do Theatro Municipal, com a Escola do Teatro Bolshoi do Brasil, e a Cia Brasileira de Balé regeu títulos como Les Sylphides, O Quebra-Nozes, Coppélia (2008 e 2012) e Don Quixote. Além de ter preparado a Orquestra Sinfônica que acompanhou em 2011 e 2012 as temporadas cariocas respectivamente do Balé Kirov de São Petersburgo (Rússia), com O Lago dos Cisnes, e do Balé do Alla Scala de Milão (Itália), com Giselle.

Programa

C. W. GLUCK: Abertura da ópera “Orfeu ed Euridice”  4’
Allegro molto
02 oboés, 01 fagote, 02 trompas, 02 trompetes e cordas

W. A. MOZART: Concerto para Violino nº 5 em Lá Maior KV 219 “Concerto Turco”– Solista: Gabriela Queiroz, violino. 30’
I – Allegro Aperto
II – Adagio
III – Tempo Di Menuetto
IV – Allegro
02 oboés, 02 trompas e cordas

F. J HAYDN: Sinfonia 49 em Fá menor “La Passione” 21’
I – Adagío
II – Allegro di Molto
III – Menuet
IV – Finale – Presto
02 oboés, 01 fagote, 02 trompas, continuo (cravo) e cordas

SERVIÇO
Evento: Série Sinfônica no Museu
Data: 22 de novembro – quinta-feira
Horário: 20h
Local: Museu Inimá de Paula
Endereço: Rua da Bahia, 1201 – Centro – BH – MG
Classificação etária: 12 anos
Duração: 55 minutos
Entrada gratuita
Informações para o público: (31) 3236-7400

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 14 novembro, 2012 16:02


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!