O espetáculo “O Som da Motown” chega a Brasília para três apresentações

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 novembro, 2012 08:00

O espetáculo “O Som da Motown” chega a Brasília para três apresentações

Em turnê pelo Brasil, o espetáculo “O Som da Motown” chega a Brasília para três apresentações, nos dias 7, 8 e 9 de Novembro, no Teatro dos Bancários, celebrando a lendária gravadora de Berry Gordy, fundada em 1959, e que revelou para o mundo uma constelação de astros da música como Diana Ross, Marvin Gaye, Michael Jackson e Stevie Wonder.

Objeto frequente de estudo de críticos e historiadores, dada a sua enorme influência artística e comportamental, que está nas origens do legítimo Movimento Funk do subúrbio carioca (que será pano de fundo para a nova série da TV Globo, “Subúrbia”), a Motown tornou-se não só uma fábrica de sucessos, criando um padrão próprio de sonoridade, mas, indo além, constituiu-se num verdadeiro símbolo de um estilo de vida, celebrado pelo movimento “Black Power”.

O elenco do musical traz as atrizes e intérpretes Simone Centurione, Ellen Wilson, Alcione Marques, Debora Pinheiro e Fabrícia Lees, selecionadas a partir de testes, que cantam ao vivo as 50 canções. As intérpretes tem o acompanhamento de uma banda formada pelos músicos Fernando Lopez (teclados), Robson Rodrigues (baixo), Marcio Amaro (bateria), Moisés Camilo (guitarra) e Giovani de Oliveira (sax).

Outra atração do espetáculo são os figurinos, produzidos a partir de detalhada pesquisa de época pelo figurinista Marcelo Oliveira, e que propiciam a adequada “atmosfera” para as canções. Ao longo de cinco blocos, as intérpretes realizam sete trocas de figurinos, num total de 34 peças.

O musical, concebido e dirigido por Cláudio Figueira (conhecido pelo sucesso Sinatra, olhos azuis, assistido por 80 mil pessoas no Rio de Janeiro, São Paulo e Lisboa) e Renato Vieira (em mais de 35 anos de carreira, Renato assina a direção de movimento de nove entre dez musicais dos mais importantes da safra recente do teatro nacional, como Beatles – num céu com diamantes, Sassaricando, Cole Porter – Ele nunca disse que me amava, Company, South American Way, Cristal Bacharach, Lado a Lado com Sondheim, Sassaricando, de diretores como Miguel Falabella, Cláudio Botelho e Charles Möeller, Cacá Mourthé e Bernardo Jablonsky) estreou em junho de 2009, no Rio de Janeiro, tendo ficado mais de um ano em cartaz no Rio e em São Paulo. O espetáculo foi indicado ao Prêmio Contigo de Teatro, na categoria de Melhor Musical Nacional em 2010 e ao Prêmio de melhor musical em 2010, pelo Jornal Folha de São Paulo, tendo sido visto por mais de 60.000 pessoas.

O Som da Motown não ambiciona documentar a história da gravadora. Quer, sim, consagrar a emoção de toda uma época através de alguns dos mais marcantes hits das paradas de sucesso de 1960, 1970 e 1980. Entre os blocos, porém, uma colagem audiovisual será exibida num telão, pincelando personagens e fatos históricos do período. “Privilegiamos a música e para isso contamos com este fantástico elenco feminino de cantoras e uma banda de altíssimo nível”, destaca o autor, diretor e coreógrafo Cláudio Figueira, fundador da Só de Sapato Produções. “Lançamos mão de uma extrema liberdade poética para retratar a Motown, representante de uma sonoridade que tanto marca a vida de várias gerações. Queremos que a juventude de hoje também venha conhecer o que ela representou”, propõe Renato Vieira.

Estão lá “I heard it through the grapevine”, de Marvin Gaye; “Babe I need your loving”, do The Four Tops; “Papa was a rolling stone”, do The Temptations; “I hear a symphony”, The Supremes; “Never can say goodbye” e “Ben”, entre outras do The Jackson Five; “My cherrie amour”, “For once in my life” e “Isn’t she lovely”, de Stevie Wonder e muitas mais.

Responsável pelos arranjos, o músico Fernando Lopez se viu diante de um desafio ao conhecer o universo da Motown. “Precisei dar atenção maior aos blocos dedicados a The Jackson Five e Stevie Wonder. A musicalidade deles já era bem avançada naquela época”, destaca. “Fiquei pasmo ao conferir no musical sobre os The Funk Brothers [conjunto base das gravações no estúdio da Motown] e saber que tudo era feito em quatro canais, na hora, sem edições posteriores”, conta.

SERVIÇO
O SOM DA MOTOWN
Local: Teatro dos Bancários
Endereço: Entrequadras 314/315 Sul – Asa Sul – Brasília/DF
Data: 7, 8 e 9 de Novembro de 2012
Horário: 21 horas
Preço: R$20,00 (inteira) e R$10,00(meia-entrada)
Classificação Indicativa: LIvre
Informações: 61 3262 9090

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 novembro, 2012 08:00


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!