“Fleshdance” faz últimas apresentações no Viga Espaço Cênico

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 outubro, 2012 14:06

“Fleshdance” faz últimas apresentações no Viga Espaço Cênico

Termina dia 10 de outubro, a temporada do espetáculo “Fleshdance”, do Núcleo Artérias no Viga Espaço Cênico, na Vila Madalena, em São Paulo.

Com direção de Adriana Grechi, o espetáculo é a última parte da “Trilogia Líquida”, formada pelas criações “Ruído 5.1” e “Fronteiras Móveis”, que têm como referência a obra do sociólogo e pensador polonês Zygmunt Bauman.

Para conceber o espetáculo, o Núcleo Artérias explorou o sistema orgânico do corpo, trabalhando na invenção de uma corporeidade ativada pela intensificação dos afetos. Um corpo volumoso que permanece sempre em constante transformação, movido pelos órgãos, poroso, com possibilidade de afetar e de ser afetado pelo outro.

Essa é a tônica da nova coreografia do Núcleo Artérias, que também aborda o cansaço do ato de consumir e de descartar, e a tentativa de combater existindo, potencializando cada experiência. É uma possibilidade de resistência à vida voltada ao consumo.

O ambiente cênico de “Fleshdance” é composto por projeções de vídeo editadas em tempo real pelo videoartista André Costa Menezes e pela trilha sonora original de Dudu Tsuda.

SERVIÇO
Fleshdance
Data: Dias 09 e 10 de outubro de 2012 – terça e quarta às 21h
Local: Viga Espaço Cênico
Endereço: Rua Capote Valente, 1323 – Fone: 11 3801-1843
Ingressos: R$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (meia)
Duração: 40 minutos
Recomendação: 12 anos
Capacidade: 74 lugares

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 outubro, 2012 14:06


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel