Mostra de cinema e debates discutem o problema da migração

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 setembro, 2012 13:05

Mostra de cinema e debates discutem o problema da migração

A partir da próxima quinta, 13 de setembro até 6 de dezembro, a Fundação Memorial da América Latina apresenta o projeto “Civilizações migrantes: Migrações e direitos humanos”. Promovido pelo Instituto Norberto Bobbio – Cultura, Democracia e Direitos Humanos, em parceria com a Comissão Municipal pelos Direitos Humanos de São Paulo, a Associação Cidade Escola Aprendiz, o Centro de Estudos Migratórios/Missão Paz, além do próprio Memorial. Coordenado pelo professor italiano Maurizio Russo (doutor em história pela Universidade de Nancy), o projeto organiza encontros nos quais são exibidos filmes que tratam de alguma forma do tema “imigração”. Essas películas são então comentadas e debatidas por especialistas e personalidades do mundo acadêmico e cultural. O evento será no Auditório da Biblioteca Latino-americana Victor Civita, com entrada franca.

Ao longo do ano, essa “mostra-seminário” Cinema e Migração realiza um percurso pela estética e história do cinema internacional e faz uma reflexão sobre como o cinema se faz memória de um fenômeno fundamental da história da humanidade: a migração. O cinema é um produto cultural complexo de uma sociedade, narrativa que recolhe a memória de seus fenômenos relevantes, que marcaram sua história. O cinema conservou e transmitiu a memória da migração, testemunhando um fenômeno de grande relevância social, política, econômica em sua evolução através dos anos, desde o pós-guerra até os dias atuais. Os trabalhos artísticos de autores como Pietro Germi, Franco Brusati, Luchino Visconti, Ettore Scola, Mathieu Kassovitz, Kean Loach, entre outros, narram com olhar crítico, irônico, dramático ou grotesco a história das sociedades contemporâneas que vivem o fenômeno da migração como um dos aspectos fundamentais da sua própria evolução.

As migrações caracterizam a história da humanidade desde os tempos mais antigos, mas muitas vezes são apresentadas como fenômenos estranhos e antinaturais. A Itália, por exemplo, teve seu passado de migração e tem o seu presente de país objetivo ou ponto de passagens de novos migrantes. A dificuldade em reconhecer estas duas realidades como relacionadas e normais deixa pouco claro o juízo sobre o fenômeno migratório. Em vez de ser visto como um problema concreto do nosso mundo ao qual dar respostas coerentes, a migração é utilizada por políticos inescrupulosos para fins eleitoreiros. Incapazes de dar respostas aos problemas da sociedade, partidos xenófobos tem utilizado a presença dos trabalhadores estrangeiros de modo demagógico, fomentando o sentimento racista.

O cinema é a memória revisitada, e nas mãos desses intelectuais-artistas, narra, conta, descreve o que é ser migrante, em lugares e em épocas diferentes, distantes no tempo e no espaço, deixando uma série de interpretações sugestivas e artísticas, e também altamente críticas do que foi por exemplo, a migração italiana no mundo. O seminário traça a história desta memória por meio de algumas obras fundamentais da cinematografia, favorecendo o encontro de São Paulo, apelidada “a cidade da migração”, com a memória desta migração.

PROGRAMAÇÃO

•13 de setembro Il Cammino della speranza”, de Pietro Germi, e o cinema italiano dos anos 50

•27 de settembro Pane e cioccolata”, de Franco Brusatti e os migrantes na Commedia

•4 de outubro “Così ridevano”, de Gianni Amelio, o cinema e a migração interna *

•18 de outubro “La haine”, de Mathieu Kassovitz, o olhar do cinema francês sobre a migração

•8 de Novembro “Bread and Roses”, de Kean Loach, o cinema e os migrantes no USA

•22 de Novembro Bolívia”, de Adrián Caetano, o cinema latino e a migraçao**

•6 de dezembro “Come un uomo sulla terra”, de A. Segre e D. Yimer, o novo cinema italiano e a migração contemporânea

SERVIÇO
Mostra Cinema e Migração
Local: Auditório da Biblioteca Latino-americana Victor Civita
Portões 1 e 5 . Estacionamento: portões 4 e 8 (R$ 5,00)

* Evento no Instituto Norberto Bobbio, auditório da Câmara Italo-Brasileira , Rua Ipiranga, 344 Ed. Itália
** Local a confirmar

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 12 setembro, 2012 13:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook