Orquestra Sinfônica de Minas Gerais apresenta obras de Mozart e Haydn no Museu Inimá de Paula

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 agosto, 2012 10:03

Orquestra Sinfônica de Minas Gerais apresenta obras de Mozart e Haydn no Museu Inimá de Paula

Fundação Clóvis Salgado apresenta mais uma edição da Série Sinfônica no Museu e, desta vez, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais convida o violoncelista Antônio Lauro Del Claro e apresenta obras de Mozart e Haydn, sob regência de Roberto Tibiriçá. O concerto acontece no dia 14 de agostoterça-feiraàs 20h, no Museu Inimá de Paula (Rua da Bahia, 1201 – Centro). A entrada é gratuita e a distribuição de senhas começará às 19h do dia da apresentação.

Orquestra Sinfônica apresentará duas das obras mais importantes da primeira fase do classicismo, e dois dos seus maiores expoentes. O programa da noite será iniciado com a obra mais famosa deHaydn, o Concerto em Dó Maior para violoncelo e orquestra Hob.VIIb\1 Em seguida, o público poderá conferir a Sinfonia n.36 KV. 425 – “Linz”, de Mozart, um dos compositores mais populares de toda a história da música ocidental. Essa obra contará com a participação do violoncelista convidado Antônio Lauro Del Claro.

Mais de mil pessoas já conferiram o Sinfônica no Museu este ano, projeto da Fundação Clóvis Salgado voltado para a democratização do acesso ao público à música erudita, que promove apresentações da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais no Museu Inimá de Paula. O próximo Sinfônica no Museu acontece no dia 22 de novembro.

Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

Fundada em 1976, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais é considerada uma das mais importantes do país. Interpreta um repertório que compreende todos os períodos da história da música escrita para orquestra: óperas, balés, concertos, poemas sinfônicos e grandes obras sinfônico-corais, em apresentações ao ar livre, na capital e no interior.

A OSMG realiza projetos de sucesso, como o Sinfônica Pop, que recebe grandes nomes da música popular brasileira e iniciativas como a Série Sinfônica no Museu e a Série Concertos no Parque, que, desde a estreia em 1998, foi assistida por mais de 360 mil pessoas. Seu regente titular é o maestro Roberto Tibiriçá, vencedor por dois anos consecutivos do Prêmio Carlos Gomes – ópera e música erudita – na categoria regente sinfônico, pelo seu trabalho à frente da OSMG.

Maestro Roberto Tibiriçá

Roberto Tibiriçá foi discípulo do maestro Eleazar de Carvalho, com quem trabalhou durante 18 anos, depois de ter vencido o Concurso para Jovens Regentes da OSESP. Foi Regente Assistente no Teatro Nacional de São Carlos (Lisboa/Portugal) e Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Petrobras Sinfônica. Foi também Diretor Artístico da Sinfônica Heliópolis, do Instituto Baccarelli, da Orquestra Sinfônica de Campinas e da Orquestra Filarmônica de São Bernardo do Campo (SP). Eleito pela crítica carioca como o Músico do Ano de 1995, foi agraciado com o Prêmio “Estácio de Sá” pelo trabalho com a Orquestra Sinfônica Brasileira.

Recebeu, por dois anos seguidos, o Prêmio Carlos Gomes de Música Erudita e, em 2010, o Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) como Melhor Regente Sinfônico (pelo trabalho com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e a Sinfônica Heliópolis). Ocupa a Cadeira número cinco da Academia Brasileira de Música.

Antônio Lauro Del Claro (Violoncelo)

Considerado um dos instrumentistas mais completos do Brasil, Antônio Del Claro, com seu virtuosismo, destaca-se por igual no terreno da música de câmara e no concerto, como solista de orquestra. A crítica especializada brasileira e do exterior reconhece sua capacidade de captar toda a substância musical das obras, através de sua postura austera, técnica aprofundada e convicção interpretativa.

Como solista, Del Claro atua junto às maiores orquestras brasileiras, nos importantes centros culturais do país. Foi solista convidado da Orquestra de Câmara de Moscou, quando em tournée pelo Brasil e tem atuado também na França, Suíça, Itália, América Latina e EUA.

Gravou vários discos de compositores tais como: Camargo Guarnieri, Henrique Oswald, Villa Lobos, Radamés Gnattali e Guerra Peixe. Durante este ano, além das atividades como solista, Del Claro atuará como regente convidado frente às orquestras Sinfônica de Americana, Camerata Fukuda e Orquestra Jovem do FML.

Programa

Regência : Roberto Tibiriçá
Solista convidado: Antônio Lauro Del Claro

JOSEPH HAYDN (1732-1809) 26`

Concerto em Dó Maior para violoncelo e orquestra Hob.VIIb\1

-Moderato
-Adagio
-Allegro Molto

Solista: Antonio Lauro Del Claro (violoncelo)

 WOLFGANG AMADEUS MOZART (1756-1791) ) 26’

Sinfonia n.36 KV. 425 – “Linz”

-Adagio – Allegro Spirituoso
-Poco adagio
-Menuetto
-Finale (Presto)

SERVIÇO
Evento: Série Sinfônica no Museu
Data: 14.08 – terça-feira
Horário: 20h
Duração: 1h
Local: Museu Inimá de Paula
Endereço: Rua da Bahia, 1201 – Centro – BH – MG
Informações para o público: 3236-7400

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 agosto, 2012 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook